Eleições gerais em Espanha: 37 milhões escolhem hoje o novo Governo

Javier Etxezarreta / EPA

Espanha vai a votos, naquela que será a terceira eleição legislativa em menos de quatro anos. O avanço da extrema-direita, a persistente crise na Catalunha, a economia e o desemprego marcam as eleições deste domingo.

Os socialistas do PSOE são os favoritos nas eleições gerais que se realizam este domingo em Espanha, mas longe de conseguirem a maioria absoluta, numa consulta em que se espera a irrupção do partido de extrema-direita Vox.

Quase 37 milhões espanhóis podem exercer o seu direito de voto das 09h00 (08h00 em Lisboa) até às 20h00 (19h00) para escolher os 350 deputados e 208 senadores das Cortes Gerais, havendo ainda eleições para o parlamento regional na Comunidade Valenciana.

As sondagens dão conta de um sistema político muito fragmentado com cinco partidos a terem mais de 10% das intenções de voto, o que dificultará as negociações para encontrar uma solução governativa estável.

O PSOE lidera as sondagens com cerca de 30%, seguido do PP (Partido Popular, direita) com quase 20% e um grupo de três partidos entre 10 e 15%: Cidadãos (direita liberal), Unidas Podemos (extrema-esquerda) e Vox (extrema-direita).

A fragmentação partidária e a percentagem elevada de indecisos detetada pelos estudos de opinião, cerca de 40%, dificultam muito qualquer análise sobre as várias possibilidades pós-eleitorais.

Segundo dados do Ministério do Interior (Administração Interna) espanhol, haverá mais de 92.000 agentes de diversos corpos de polícia a vigiar o ato eleitoral, assim como o reforço das medidas antiterroristas e um plano especial para impedir os ciberataques.

Risco de instabilidade política

Em menos de quatro anos, esta é a terceira vez que os espanhóis vão às urnas, pelo que o risco de uma paralisação política permanece elevado. Apesar de as sondagens apontarem para a vitória do presidente do governo, Pedro Sánchez, o PSOE não terá maioria para governar sozinho.

Ora, Sánchez terá de procurar uma aliança com a esquerda radical do Podemos e com os partidos regionais, como os separatistas catalães e os nacionalistas basco. Uma outra opção seria uma aliança com o Cidadãos, de centro-direita liberal, que afirma publicamente o seu desejo de afastar Sánchez do poder. Sánchez não afasta esta hipótese.

As sondagens, no entanto, consideram improvável que Cidadãos, PP e o partido de extrema-direita Vox alcancem uma maioria de governo.

O avanço da extrema-direita

Espanha está sem presença substancial da extrema-direita desde a morte do ditador Francisco Franco, em 1975. Contudo, pode registar um grande avanço do Vox, um partido com discurso ultranacionalista, que tem entre os seus candidatos generais da reserva defensores do franquismo.

O partido era praticamente inexistente nas sondagens há 12 meses. Contudo, em dezembro, conquistou 11% dos votos nas eleições regionais na Andaluzia, ajudando o PP e o Cidadãos a desalojar do poder os socialistas. O Vox surpreendeu, e continua a surpreender, o tabuleiro político do país.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O nosso cabelo sabe o que comemos, onde moramos e quanto custou o corte

Milímetro a milímetro, o cabelo constrói um registo da nossa dieta. Como os fios de cabelo são construídos a partir de aminoácidos, preservam os traços químicos da proteína da comida que ingerimos. Os fios de cabelo …

Não foram meteoros. Uma forte atividade vulcânica arrefeceu a Terra há 13 mil anos

Porque é que a Terra arrefeceu repentinamente há 13 mil anos? Sedimentos antigos encontrados numa caverna no Texas, nos Estados Unidos, parecem ter resolvido este grande mistério. Alguns cientistas acreditam que o fenómeno que arrefeceu repentinamente …

Novo método prevê erupções solares com algumas horas de antecedência

Um novo método capaz de prever explosões solares poderia ajudar a Humanidade a preparar-se contra possíveis desastres causados por este fenómeno explosivo da nossa estrela. As erupções solares são explosões que ocorrem na superfície do Sol …

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …