Eduardo Bolsonaro e dois ministros de Estado testam positivo à covid-19

palaciodoplanalto / Flickr

Filho de Jair Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro

O filho do Presidente do Brasil, que também é deputado federal, é o terceiro membro da delegação brasileira que viajou para os EUA a testar positivo para a covid-19.

O deputado federal brasileiro Eduardo Bolsonaro, filho do Presidente, Jair Bolsonaro, e dois ministros de Estado foram diagnosticados esta sexta-feira como positivos para a covid-19.

Eduardo Bolsonaro foi o terceiro membro da delegação brasileira que viajou para Nova Iorque para participar na 76.ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) que testou positivo, além do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e um diplomata.

Já a ministra da Agricultura, Teresa Cristina, e o Advogado-Geral da União (AGU), Bruno Bianco, que anunciaram esta sexta-feira estarem infetados pelo SARS-CoV-2, não viajaram com a comitiva brasileira.

https://twitter.com/BolsonaroSP/status/1441385532584513537

Na sua conta no Twitter, Eduardo Bolsonaro, que já havia recebido a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus, afirmou que está bem que já iniciou tratamento, embora não tenha especificado qual.

Apesar do diagnóstico, sinto-me bem e comecei a tratar-me imediatamente”, escreveu.

O filho do chefe de Estado brasileiro havia recebido a primeira dose da vacina da Pfizer contra a covid-19, mas esta sexta-feira voltou a questionar a sua eficácia e também criticou o chamado passaporte sanitário adotado em vários países, incluindo Portugal.

“Sabemos que as vacinas foram feitas mais rápidas do que o padrão. Tomei a 1.ª dose de Pfizer e contraí Covid. Isso significa que a vacina é inútil? Não creio. Mas é mais um argumento conta o passaporte sanitário. Estudos sobre efeitos colaterais e eficácia estão ocorrendo agora”, afirmou noutra mensagem na mesma rede social.

A delegação brasileira voltou ao país na última quarta-feira após um discurso feito por Bolsonaro na ONU, no qual o governante defendeu o uso de remédios sem eficácia contra a covid-19 e se opôs ao passaporte sanitário.

No entanto, a delegação brasileira voltou sem o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que permaneceu em Nova Iorque após testar positivo quando a delegação se preparava para retornar ao Brasil.

Nos Estados Unidos, Queiroga participou em várias atividades oficiais: um encontro entre Bolsonaro e o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e encontros com outras personalidades, como o secretário-geral da ONU, António Guterres, e a ex-presidente chilena Michelle Bachelet, atual alta-comissária da ONU para Direitos Humanos.

Além disso, o ministro da Saúde passou pelo complexo da ONU e pelas ruas de Nova Iorque, onde foi visto com Bolsonaro e parte da delegação brasileira a comer pizza numa calçada, pois o Presidente não pôde entrar em restaurantes porque não está vacinado contra a xovid-19.

A ministra da Agricultura, Teresa Cristina, também usou o Twitter para informar sobre o seu diagnóstico e dizer que está a passar bem.

“Bom dia! Informo a todos que testei positivo para #Covid19. Estou bem. Cancelei meus compromissos presenciais e permanecerei em isolamento durante o período de orientação médica”, escreveu na rede social.

Já a infecção do AGU, Bruno Bianco, cujo cargo também tem estatuto de ministro no Brasil, foi confirmada pela assessoria de comunicação social.

O Brasil é o país lusófono mais afetado pela pandemia e um dos mais atingidos no mundo ao contabilizar mais de 595.694 vítimas mortais e mais de 2,3 milhões de casos confirmados de Covid-19.

  // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cogumelos laminados

O consumo de cogumelos pode diminuir o risco de depressão

Além de reduzirem o risco de cancro e morte prematura, os cogumelos podem beneficiar a saúde mental de uma pessoa. Uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina de Penn State, nos Estados Unidos, analisou dados …

Os hipopótamos de Pablo Escobar começaram a ser esterilizados

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do indesejado legado deixado na Colômbia pelo traficante de droga Pablo Escobar, está a ser esterilizado. Quando o Cartel de Medellín estava no seu auge, Pablo Escobar gastou parte …

Ian Brackenbury Channell, o "feiticeiro de Christchurch"

Duas décadas depois, uma cidade neozelandesa decidiu despedir o seu feiticeiro

Vinte e três anos depois, a autarquia de Christchurch, na Nova Zelândia, decidiu despedir Ian Brackenbury Channell, o famoso feiticeiro da cidade. Desde 1998 que Ian Brackenbury Channell era o "feiticeiro de Christchurch", sendo responsável por …

Um dos microscópios de Darwin vai a leilão. Esteve nas mãos da sua família durante quase 200 anos

Um microscópio que Charles Darwin ofereceu ao filho Leonard - e que esteve nas mãos da sua família ao longo de quase 200 anos - vai ser leiloado em dezembro e poderá valer cerca de …

Pedro Sánchez promete abolir a prostituição em Espanha, por considerar que esta "escraviza" as mulheres

Espanha é um dos países europeus com mais trabalhadoras na indústria do sexo, as quais são sobretudo originárias de países da Europa mais pobres, da América Latina e de África. O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez anunciou …

"Um milagre". Dois jovens sobreviveram quase uma semana no deserto australiano

Dois jovens, de 14 e 21 anos, sobreviveram durante quase uma semana no deserto, sem água e sem comida, depois de se terem perdido no Território do Norte, na Austrália. A polícia fala num verdadeiro …

Carlos Moedas

Moedas vai "dar tudo como presidente" e exige que seja respeitada a legitimidade do seu mandato

Carlos Moedas tomou posse, esta segunda-feira, como novo presidente da Câmara de Lisboa, tendo falado dos objetivos para o próximo quadriénio e deixado um elogio ao seu antecessor e alguns avisos à esquerda. Depois dos cumprimentos …

Chanceler austríaco Sebastian Kurz

Sondagens falsas e notícias favoráveis. O lado negro de Sebastian Kurz foi desmascarado

Sebastian Kurz e pessoas que lhe são próximas foram acusados de tentar garantir a sua ascensão à liderança do partido e do país com a ajuda de sondagens manipuladas e notícias favoráveis na imprensa, financiadas …

Tem uma carreira de sonho na Nike, mas cometeu um homicídio há 65 anos

O presidente da Jordan Brand, Larry Miller, revelou que, há 56 anos, matou um adolescente nas ruas de Filadélfia, nos Estados Unidos. O presidente da Jordan Brand — marca do ex-jogador de basquetebol Michael Jordan — …

Rio diz que decisão sobre eventual recandidatura está "quase tomada"

O presidente do PSD afirmou, esta segunda-feira, que a decisão sobre a sua eventual recandidatura está "quase tomada" e será anunciada em breve. Em declarações aos jornalistas à chegada à tomada de posse do novo presidente …