Ébola causou a morte de mais de 1500 pessoas na República Democrática do Congo

Joint Base Lewis McChord / Flickr

O surto de ébola no nordeste da República Democrática do Congo causou mais de 1500 mortes e 2200 casos de contágio desde que foi declarado em agosto do ano passado, segundo os últimos dados do Ministério da Saúde congolês.

De acordo com um relatório datado de sábado, as autoridades contabilizaram em 1506 o número de mortes, das quais 1412 tinham dado positivo para a infeção em testes de laboratório. Os casos de contágio totalizam 2239, dos quais 2145 foram confirmados, noticiou o Público esta segunda-feira.

Este surto – o mais letal na história da República Democrática do Congo e o segundo no mundo por mortes e casos confirmados após a epidemia na África Ocidental em 2014 – foi declarado em agosto de 2018 nas províncias de Kivu do Norte e Ituri.

No entanto, o controle da epidemia tem sido dificultado pela recusa de algumas comunidades em receber tratamento e pela insegurança na área, onde grupos armados e milícias rebeldes atacaram vários centros de tratamento.

Desde 08 de agosto de 2018, quando as vacinações começaram, mais de 140.900 pessoas foram inoculadas, principalmente nas cidades de Katwa, Beni, Butembo, Mabalako e Mandima, de acordo com os últimos números publicados pelo Ministério da Saúde.

USAID_IMAGES / Flickr

Em 14 de junho, a Organização Mundial da Saúde (OMS) decidiu não declarar a epidemia de ébola na República Democrática do Congo como uma emergência internacional de saúde, mas advertiu sobre os riscos na região após o surgimento dos primeiros casos na vizinha Uganda.

O Ministério da Saúde do Uganda confirmou a morte por ébola dentro das suas fronteiras (uma criança de cinco anos e a sua avó que chegaram da República Democrática do Congo com outros familiares). Desde então, as medidas de prevenção aumentaram no Uganda, onde cerca de 5000 profissionais de saúde já foram vacinados.

Existem em toda a fronteira centros de detecção de ébola da República Democrática do Congo, assim como em outros pontos de entrada e saídas importantes.

O surto de ébola mais devastador do mundo foi declarado em março de 2014 na Guiné-Conacri, tendo-se espalhado depois para as vizinhas Serra Leoa e Libéria. Quase dois anos depois, em janeiro de 2016, a OMS proclamou o fim da epidemia, na qual 11.300 pessoas morreram e mais de 28.500 foram infetadas.

O vírus ébola é transmitido através do contacto direto com sangue e fluidos corporais contaminados, causa febre hemorrágica e pode atingir uma taxa de mortalidade de 90% se não for tratado a tempo.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Uma tragédia anunciada". Manaus não tem oxigénio para tratar doentes

Manaus, capital do estado do Amazonas, no Brasil, está a atravessar uma situação caótica devido ao aumento de casos covid-19 e à falta de oxigénio dos hospitais. Imagens que circulam nas redes sociais mostram as próprias famílias …

Wayne Rooney termina carreira de jogador para treinar Derby a tempo inteiro

O antigo internacional inglês terminou a carreira de futebolista, aos 35 anos, para assumir o cargo de treinador do Derby County, anunciou, esta sexta-feira, o clube da segunda divisão inglesa. Wayne Rooney, que assinou contrato até …

Populistas europeus que o apoiavam desvinculam-se agora de Trump

A derrota eleitoral de Donald Trump, a sua recusa em aceitá-la e a violência que se seguiu parecem ter prejudicado as perspetivas de líderes de europeus populistas, apoiantes do Presidente dos Estados Unidos (EUA). "O que …

Carvalhal explica porque é que disse "não" ao Flamengo

Carlos Carvalhal explicou, em entrevista ao Esporte Interactivo, porque é que recusou o convite para treinar os brasileiros do Flamengo. "Não foi uma questão de não querer, foi não poder", explicou o técnico, que agora …

Bruno Fernandes é o melhor jogador de dezembro da Premier (e faz história)

O internacional português foi eleito o melhor jogador de dezembro de 2020 da Liga inglesa, tornando-se o primeiro futebolista a ter quatro distinções num único ano. "O médio do Manchester United torna-se o primeiro jogador a …

Google "esconde" sites de media australianos dos resultados de busca

A Google tem escondido alguns sites de notícias australianos dos resultados de busca, enquanto negocia com o governo daquele país o pagamento do conteúdo. De acordo com o Guardian, o governo australiano está a tentar impor …

Segurança Social avalia pais que impediram filhos de ir às aulas de Cidadania

O pai dos dois estudantes impedidos de frequentar as aulas obrigatórias de Cidadania e Desenvolvimento assegura que levará o caso até às últimas instâncias. O processo continua sem acordo e com a Segurança Social em …

Funcionários do novo aeroporto de Berlim eletrocutados durante trabalho

Funcionários do novo Aeroporto Internacional Berlin-Brandenburg, na Alemanha, inaugurado a 31 de outubro de 2020, têm sido hospitalizados após serem eletrocutados durante o trabalho. Segundo noticiou esta sexta-feira a Rádio Renascença, a maior parte dos casos …

Ao lado de Von der Leyen, Costa defendeu que a "bazuca tem mesmo de ser disparada"

O primeiro-ministro esteve, esta quinta-feira, numa conferência de imprensa conjunta com a presidente da Comissão Europeia, que está de visita a Portugal. António Costa afirmou que a recuperação económica será o primeiro dos três principais objetivos …

"Vaga de degradação política". Sócrates ataca "brutalidade" de Ventura e "maledicência" de Ana Gomes

O antigo primeiro-ministro José Sócrates considera que chegou a Portugal uma "vaga de degradação política" com as eleições presidenciais, alerta para a "brutalidade" da extrema-direita e critica a "maledicência" para "agradar a pasquins" da candidata …