Ébola causou a morte de mais de 1500 pessoas na República Democrática do Congo

Joint Base Lewis McChord / Flickr

O surto de ébola no nordeste da República Democrática do Congo causou mais de 1500 mortes e 2200 casos de contágio desde que foi declarado em agosto do ano passado, segundo os últimos dados do Ministério da Saúde congolês.

De acordo com um relatório datado de sábado, as autoridades contabilizaram em 1506 o número de mortes, das quais 1412 tinham dado positivo para a infeção em testes de laboratório. Os casos de contágio totalizam 2239, dos quais 2145 foram confirmados, noticiou o Público esta segunda-feira.

Este surto – o mais letal na história da República Democrática do Congo e o segundo no mundo por mortes e casos confirmados após a epidemia na África Ocidental em 2014 – foi declarado em agosto de 2018 nas províncias de Kivu do Norte e Ituri.

No entanto, o controle da epidemia tem sido dificultado pela recusa de algumas comunidades em receber tratamento e pela insegurança na área, onde grupos armados e milícias rebeldes atacaram vários centros de tratamento.

Desde 08 de agosto de 2018, quando as vacinações começaram, mais de 140.900 pessoas foram inoculadas, principalmente nas cidades de Katwa, Beni, Butembo, Mabalako e Mandima, de acordo com os últimos números publicados pelo Ministério da Saúde.

USAID_IMAGES / Flickr

Em 14 de junho, a Organização Mundial da Saúde (OMS) decidiu não declarar a epidemia de ébola na República Democrática do Congo como uma emergência internacional de saúde, mas advertiu sobre os riscos na região após o surgimento dos primeiros casos na vizinha Uganda.

O Ministério da Saúde do Uganda confirmou a morte por ébola dentro das suas fronteiras (uma criança de cinco anos e a sua avó que chegaram da República Democrática do Congo com outros familiares). Desde então, as medidas de prevenção aumentaram no Uganda, onde cerca de 5000 profissionais de saúde já foram vacinados.

Existem em toda a fronteira centros de detecção de ébola da República Democrática do Congo, assim como em outros pontos de entrada e saídas importantes.

O surto de ébola mais devastador do mundo foi declarado em março de 2014 na Guiné-Conacri, tendo-se espalhado depois para as vizinhas Serra Leoa e Libéria. Quase dois anos depois, em janeiro de 2016, a OMS proclamou o fim da epidemia, na qual 11.300 pessoas morreram e mais de 28.500 foram infetadas.

O vírus ébola é transmitido através do contacto direto com sangue e fluidos corporais contaminados, causa febre hemorrágica e pode atingir uma taxa de mortalidade de 90% se não for tratado a tempo.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Polícias saem à rua para reivindicar promessas do Governo. Chega e mais seis partidos vão ao protesto

Elementos das forças de segurança (PSP e GNR) manifestam-se esta quinta-feira, em Lisboa, para pressionarem o novo Governo a cumprir as reivindicações da classe e as promessas do anterior Executivo. Sob o lema “tolerância zero”, a …

Homens ficam mais stressados quando esposas ganham quase tanto como eles

https://vimeo.com/374392301 Um novo estudo sugere que o homem fica mais stressado quando a mulher ganha mais do que 40% do rendimento do casal. Em sentido contrário, ficam menos ansiosos quando a esposa ganha menos do que …

Estratégia Nacional para Sem-Abrigo prevê que ninguém fique na rua mais de 24 horas

A atual Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas em Situação de Sem-Abrigo está assente num modelo de intervenção em que ninguém fique na rua por mais de 24 horas e um conhecimento permanente do …

Protesto nacional de quinta-feira na Colômbia leva governo a encerrar fronteiras

A Colômbia é esta quinta-feira palco de um protesto nacional convocado por sindicatos e movimentos sociais, que levou as autoridades a adotarem várias medidas preventivas, designadamente o encerramento das fronteiras. O objetivo do Governo é assegurar …

Na Austrália, há cobras que saltam (e os cientistas querem saber porquê)

Cientistas da Virgínia, no Estados Unidos, descobriram na Austrália uma espécie de cobra comum das árvores que é capaz de saltar entre galhos e folhas. Tratam-de das cobras de árvores australianas da espécie Dendrelaphis, espécimes …

Entomólogo diz que há "abelhas" em Marte (e tem provas)

Enquanto os cientistas tentam encontrar vida em Marte com experiências no terreno, como a sonda Curiosity, o entomólogo William Romoser, professor emérito na Universidade do Ohio, nos Estados Unidos, afirma que já temos provas da …

Luas de Neptuno dançam de forma única e perpétua

De acordo com uma investigação publicada recentemente, mesmo para os padrões selvagens do Sistema Solar exterior, as órbitas estranhas das duas luas mais interiores de Neptuno não têm rival. Especialistas em dinâmica orbital estão a chamar …

O Senhor dos Anéis. Série já tem segunda temporada garantida (e a primeira ainda nem estreou)

A primeira temporada da série de O Senhor dos Anéis, produzida pela Amazon Prime, ainda nem estreou e a sua segunda temporada já está confirmada. A declaração foi feita por Jennifer Salke, da Amazon Studios, ao …

John Legend atua em julho no festival EDP Cool Jazz

O músico norte-americano, responsável por temas como "All of me" e "Ordinary People", regressa a Portugal, em julho, para um concerto no festival EDP Cool Jazz, em Cascais. John Legend atua a 3 de julho no …

Cruzeiro de luxo que rumava à Antártida está retido há quase 20 dias devido a uma dívida milionária

Um cruzeiro de luxo que rumava à Antártida está retido há quase 20 dias em Buenos Aires, na Argentina, devido a uma dívida milionária.  Trata-se do cruzeiro turísitico RCGS Resolute que pertence à empresa do Canadá …