Drones vão sobrevoar a Amazónia em busca de civilizações antigas

Cientistas britânicos vão usar um drone para sobrevoar a Amazónia brasileira e procurar vestígios de civilizações antigas.

O avião não-tripulado que será enviado para a região é equipado com um laser que analisa e procura por áreas onde podem ter existido construções há milhares de anos.

O objetivo do projeto é determinar qual era o tamanho destas comunidades milenares e até que ponto estas alteraram a paisagem local.

O projeto, uma parceria entre agências e instituições do Brasil e da Europa, já conseguiu um financiamento de 1,7 milhões de euros do Conselho Europeu de Investigação.

Dependendo dos dados obtidos, estes também podem ser usados para a elaboração de políticas de exploração sustentável da floresta.

No entanto, a questão mais importante é tentar compreender a escala e as atividades das populações que viveram na Amazónia no final do período antes da chegada dos europeus à América, ou seja, os últimos 3 mil anos antes de 1490.

Padrões no solo

A equipa internacional vai tentar encontrar na Amazónia desenhos geométricos grandes feitos no chão, os chamados geoglifos.

Mais de 450 destes geoglifos, em vários formatos geométricos, foram encontrados em zonas onde ocorreu desflorestação.

Até hoje, ninguém sabe exatamente o que estes círculos, quadrados e linhas representam – há indícios de que fossem centros cerimoniais. No entanto, o que se sabe é que eles são indícios de um comportamento coletivo.

“Existe um debate acalorado na arqueologia do Novo Mundo”, afirmou José Iriarte, da Universidade de Exeter, no Reino Unido.

“Enquanto alguns investigadores acreditam que a Amazónia foi habitada por pequenos grupos de caçadores-coletores ou por pequenos grupos de cultivavam apenas para a própria subsistência, com um impacto mínimo no meio ambiente, e que a floresta manteve-se intocada por milhares de anos, existem cada vez mais indícios que mostram que pode não ser o caso.”

“Estas provas sugerem que a Amazónia poderá ter sido habitada por sociedades grandes, numerosas, complexas e hierárquicas que tiveram um grande impacto no meio ambiente; o que nos chamamos de ‘hipótese do parque cultural‘”, disse o cientista à BBC.

Drone e satélite

O projeto de José Iriarte prevê que um drone sobrevoe algumas áreas da floresta que servirão de amostra.

Um laser acoplado ao drone vai procurar os geoglifos escondidos nas regiões ainda não desmatadas.

Parte da luz deste laser, chamado de lidar (“light-activated radar”, ou radar ativado pela luz) consegue ultrapassar a barreira das folhas das árvores.

Serão feitas várias inspeções e se a existência dos geoglifos for confirmada os investigadores vão tentar determinar mudanças específicas que foram deixadas no solo e na vegetação pelos antigos habitantes.

Estas “impressões digitais” poderão ser então identificadas através de imagens de satélites, possibilitando eventuais buscas em áreas mais alargadas da Amazónia, maiores do que com o pequeno drone.

 

A partir deste projeto será possível então avaliar como a exploração da Amazónia pode ser gerida de forma sustentável. Segundo Iriarte, não é possível especular quais seriam as mudanças futuras aceitáveis na Amazónia se não existir uma compreensão completa de como a floresta foi alterada no passado.

“Queremos ver quais são as marcas humanas na floresta para então formar uma política de exploração, já que existe a possibilidade de que a biodiversidade que queremos preservar seja o resultado de uma manipulação no passado desta mesma floresta”, explicou.

ZAP / BBC

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não é de agora que muitos Paises tem demasiado interesse na AMAZONIA e não é de se estranhar .São demasiadas riquezas e uma imensidão de agua também. Pena que o homem esta acabando com tudo e no ritimo que vai o desmatamento não vai demorar por virar um deserto. Tenho pena !!!!!!!!!!!!!

RESPONDER

ESA declara guerra ao lixo espacial com um robô de quatro braços

https://vimeo.com/379011028 A Agência Espacial Europeia (ESA) acaba de assinar um contrato com a startup suíça ClearSpace para levar a cabo tarefas de limpeza de lixo orbital. Em comunicado, a agência espacial aponta que a empresa vai …

O "Asteróide do Apocalipse" está a cuspir rochas para o Espaço

A sonda OSIRIS-REx da NASA chegou ao Bennu, o "Asteróide do Apocalipse", em dezembro de 2018 e, apenas uma semana depois, descobriu algo incomum: o asteróide estava a lançar partículas para o Espaço. A câmara de …

Projeções dão vitória esmagadora de Boris Johnson

O partido Conservador venceu as eleições legislativas no Reino Unido com uma maioria absoluta de 368 deputados, segundo uma sondagem comum divulgada hoje pelas três estações televisivas britânicas BBC, ITV e Sky, segundo a qual …

Encontrada a obra de arte mais antiga da Humanidade

Um grupo de arqueólogos da universidade australiana de Griffith descobriu numa caverna na Indonésia a pintura rupestre de caça mais antiga do mundo, com cerca de 44 mil anos. A investigação, publicada na revista Nature, descreve …

Há uma petição para tornar o "Baby Yoda" num emoji

Mais de 18.500 pessoas assinaram uma petição online, na qual pedem à Apple que transforme o "Baby Yoda", uma das personagens da série The Mandalorian da plataforma de streaming Disney +, num emoji. A petição, …

Milagres e crucificação. Novo videojogo permite encarnar a pele de Jesus Cristo

Um novo videojogo permite aos jogadores viverem a vida de Jesus Cristo. Neste polémico jogo, poderá realizar alguns dos milagres mais célebres da bíblia e até combater contra Satanás. "I Am Jesus Christ" é um novo …

Porto 3-2 Feyenord | Dragão treme mas vence grupo

Foi chegar, ver, marcar, sofrer e, no final, festejar. Num duelo impróprio para cardíacos, o FC Porto venceu esta quinta-feira o Feyenoord por 3-2 e carimbou, pela quinta vez no seu historial, acesso à próxima …

Slovan 2-4 Braga | Minhotos vencem grupo em grande estilo

O Sporting de Braga somou a quarta vitória no Grupo K da Liga Europa e terminou no primeiro lugar, à frente do Wolverhampton. Os minhotos foram a Bratislava bater o Slovan por 4-2, depois de …

Culdesac Tempe. Vai nascer no Arizona o primeiro bairro sem carros dos EUA

Tempe, no Arizona, vai ser palco da primeira tentativa de criar uma sociedade "pós-automóvel" nos Estados Unidos. Em 2020, a Culdesac irá inaugurar um bairro em que ser-se dono de um veículo é contra as …

Chris recebeu um transplante (e o ADN do doador instalou-se em partes inesperadas do seu corpo)

Chris Long recebeu um transplante de medula óssea como tratamento para o seu diagnóstico recente de leucemia mielóide aguda e síndromes mielodisplásicas - duas condições raras que prejudicam a produção de células sanguíneas saudáveis. Quatro anos …