Donna Strickland não aparecia na Wikipedia por não ser conhecida. Agora ganhou o Nobel da Física

Warren Toda / EPA

A canadiana Donna Strickland ganhou o prémio Nobel da Física 2018 pelo seu trabalho no campo da física do laser

A cientista, distinguida com o prémio Nobel da Física esta semana pelo seu trabalho no campo da física do laser, nunca pôde ter uma página na Wikipedia porque alegadamente não era suficientemente conhecida.

Donna Strickland foi uma das vencedoras do Nobel da Física, esta terça-feira, juntamente com o norte-americano Arthur Ashkin e o francês Gérard Mourou, pelas suas invenções no campo da física do laser.

Ashkin recebeu uma metade do prémio, cerca de 870 mil euros, pelas pinças óticas e a sua aplicação aos sistemas biológicos e a dupla Strickland e Mourou ganhou a outra metade em conjunto pelo método de gerar pulsos óticos ultracurtos de alta intensidade.

A canadiana é a primeira mulher a ser laureada com o Nobel da Física em 55 anos. No entanto, apesar do seu distinto percurso, a cientista tem sido rejeitada pela Wikipedia (até agora), escreve o Science Alert.

Antes de ter sido distinguida com este prémio da Academia Sueca, todas as tentativas de criar uma página dedicada à investigadora nesta “enciclopédia online” foram rejeitadas porque alegadamente não era suficientemente conhecida.

Em maio, a Wikipedia rejeitou uma página da cientista porque não foi possível “mostrar uma cobertura significativa (não apenas menções) sobre o assunto”. Tal como nota o Quartz, antes de ganhar o Nobel 2018, Strickland só tinha sido mencionada nesta página devido a um artigo do colega francês.

Quando questionada sobre o facto de ter sido apenas a terceira mulher a ganhar esta distinção na história do Nobel, numa conferência de imprensa no dia em que ganhou o prémio, a investigadora mostrou-se surpreendida.

“A sério? Pensei que havia mais vencedoras”, revelou aos jornalistas. “Precisamos de celebrar as mulheres físicas porque nós andamos aí. Espero que, com o tempo, isto comece a avançar a um ritmo mais acelerado”, afirmou.

Strickland é professora associada na Universidade de Waterloo, no Canadá. Depois de receber o prémio, a investigadora finalmente foi merecedora de uma página na Wikipedia, que a descreve como “uma física canadiana, vencedora do prémio Nobel, pioneira no campo dos lasers”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam tinta ultra-branca que ajuda a arrefecer as superfícies

Cientistas criaram uma nova tinta ultra-branca que pode refletir 95,5% da luz solar que chega à sua superfície. De acordo com o site IFLScience, esta propriedade permite que algo revestido com esta tinta ultra-branca, como, por …

Morreu Sindika Dokolo, marido de Isabel dos Santos

O empresário Sindika Dokolo faleceu, nesta quinta-feira, no Dubai, aos 48 anos de idade, durante a prática de mergulho. A morte do empresário de origem congolesa já foi confirmada à Lusa por uma fonte ligada à …

Lagostins autoclonados invadiram (e conquistaram) um cemitério na Bélgica

Um cemitério na Bélgica foi completamente invadido por lagostins marmoreado. De acordo com o Instituto Flamengo para Pesquisa da Natureza e da Floresta (INBO), a espécie representa uma grande ameaça para a biodiversidade local. Segundo o …

Benfica 3-0 Standard Liège | “Águia” voa de forma imperial

A noite foi de festa no Estádio da Luz para os cerca de 4875 espectadores – 7,5% por cento da lotação – que se deslocaram ao reduto dos “encarnados” esta quinta-feira. O Benfica venceu por 3-0 …

Urnas abertas no Minecraft. Servem para ensinar os jovens a votar nas eleições

A organização não partidária e sem fins lucrativos Rock the Vote e a empresa criativa Sid Lee uniram-se para criar um servidor de "casa de votação" no popular jogo Minecraft antes das eleições presidenciais de …

Zorya Luhansk 0-2 Braga | “Nota artística” em triunfo minhoto

Dois jogos, duas vitórias para o Sporting de Braga no Grupo G da Liga Europa. Uma entrada de rompante em jogo, com dois golos espectaculares nos primeiros 11 minutos, permitiram aos “arsenalistas” controlar e lidar …

Amostra de ADN desvenda homicídio cometido há quatro décadas

Uma amostra de ADN, colhida de um norte-americano da Carolina do Sul após este ser detido por apontar uma arma, permitiu às autoridades desvendar um caso antigo, identificando-o como principal suspeito do homicídio de uma …

Investigadores portugueses criam simuladores para treinar médicos à distância

Investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) desenvolveram, durante o confinamento, um método para os estudantes treinarem para cenários de emergência sem saírem de casa. Em declarações à Lusa, Carla Sá Couto, do …

Restam apenas dois rinocerontes brancos do norte (mas há uma esperança para salvar a espécie)

Com a morte do último macho em 2018, o rinoceronte branco do norte chegou ao ponto em que não pode ser salvo naturalmente. Com apenas duas fêmeas restantes, a subespécie é agora tida como oficialmente …

Há uma região na América do Norte sem qualquer caso de covid-19. Tem a dimensão do México

Nunavut, uma região localizada no norte do Canadá, continua sem registar nenhum caso de covid-19. A receita para o sucesso tem vários ingredientes, mas as caraterísticas especiais da região e as medidas rígidas tomadas logo …