OMS adverte: a misteriosa doença X pode causar uma epidemia internacional

(dr) Ella Maru Studio / Nature

Klosneuvirus, o “frankenstein” dos vírus gigantes

A Organização Mundial de Saúde pôs cientistas e médicos de todo o mundo em alerta por um novo e potencialmente mortal agente patogénico: a doença X.

Segundo o The Telegraph, a cada ano, o organismo que se encarrega de monitorizar e salvaguardar a saúde mundial convoca uma reunião de alto nível com os cientistas mais proeminentes para enumerar doenças que podem vir a tornar-se uma grande emergência internacional.

Nos anos anteriores, a lista limitou-se a doenças mortais como a febre de Lassa, que atualmente está a atingir a Nigéria, e o ébola, que matou mais de 11 mil pessoas numa epidemia que tomou conta do oeste de África entre 2013 e 2016, de acordo com a RT.

No entanto, este ano à lista juntou-se um patogénico misterioso. “A doença X representa o conhecimento de que uma epidemia internacional grave poderia ser causada por um agente, atualmente desconhecido, que provoca doenças humanas”, anunciou a OMS em comunicado.

“A história diz-nos que é provável que a próxima grande epidemia seja algo que nunca vimos antes”, assinalou John-Arne Rottingen, diretor executivo do Conselho de Investigação da Noruega e assessor científico da OMS.

Rottingen explicou que os cientistas pretendem desenvolver “plataformas que funcionem para qualquer grande números de doenças” e criar “sistemas que nos permitam tomar contra-medidas a grande velocidade”. “Pode parecer estranho juntar à lista uma doença X, mas o objetivo é prepararmo-nos e planificar de maneira flexível em termos de vacinas e testes de diagnóstico”, assinalou o especialista.

Como poderia surgir a doença X?

Os desenvolvimentos na tecnologia de edição de genes, que tornam possível a manipulação ou a criação de vírus completamente novos, significam que a doença X poderia surgir através de um acidente ou um ato terrorista planeado.

Mas é mais provável, segundo Rottingen, que a doença X possa desencadear-se por uma doença zoonótica, que se transmite de animais para humanos, e depressa se propaga para se converter numa epidemia ou pandemia.

As infeções zoonóticas que causaram estragos no passado incluem o vírus da HIV, que segundo se crê, passou dos chimpanzés para os humanos e matou 35 milhões de pessoas desde o início dos anos 80. A ébola também é de origem animal.

“É vital que estejamos atentos e nos preparemos. Provavelmente este é o maior risco atualmente”, enfatizou Rottingen.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Acho pura estupidez e alarmismo barato da OMS lançar esse alerta.
    Recordam-se quando foi a H5N1? Diziam que iria matar milhões.
    Depois há poucos anos atrás foi o ébola, tentaram dizer que chegaria a pandemia de ébola.
    Agora é isto, a “doença X” que é hipotética e ainda nem existe!!

RESPONDER

Investigação portuguesa descobriu 14 espécies marinhas com potencial para produção de antibióticos

Uma investigação conjunta da Universidade de Aveiro e da Universidade Católica descobriu 14 novas espécies e um género de fungos marinhos, com potencial para produção de antibióticos, revelou esta segunda-feira fonte académica. "Neste momento, estão a …

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …

Homicídios disparam na maioria das cidades norte-americanas durante a pandemia

O número de homicídios cometidos em solo norte-americano disparou na maioria das cidades do país na primeira metade de 2020, comparativamente com o mesmo período do ano passado, revela uma investigação do New York Times. …

Investigadores desenvolvem robô-cientista (e já descobriu um novo catalisador)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Liverpool, no Reino Unido, construiu um robô-cientista móvel inteligente, que realiza experiências sem ajuda humana. O novo robô-cientista toma decisões sozinho e já descobriu um novo catalisador. Segundo a …

Sérgio Figueiredo deixa direção de informação da TVI

Sérgio Figueiredo saiu do cargo de diretor de informação da TVI, anuncia a estação de televisão em comunicado enviado às redações. A cessação de funções é efetiva a partir desta sexta (10) e põe fim a …

Dinamarca lança "passaporte covid-19"

O Governo da Dinamarca lançou o "passaporte covid-19", um documento que atesta que o portador do mesmo não teve um resultado positivo ao novo coronavírus recentemente. Deverá ser utilizado em viagens internas ou externas. De …

Mais oito mortes e 342 novos casos. Mais 305 pessoas dadas como recuperadas

Portugal regista este sábado mais oito mortes por covid-19 e mais 342 casos confirmados em relação a sexta-feira, segundo dados da Direção-Geral de Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico diário da DGS, há 46.221 casos …

Ainda há esperança para os gorilas mais raros do mundo. Foram fotografados com crias

Os gorilas do rio Cross, os mais raros do mundo, foram fotografados na Nigéria com algumas crias, aumentando a esperança para esta espécie de primatas. A fotografias foram divulgadas por uma organização não-governamental nigeriana, a …

"Já sofreu muito". Trump comuta pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comutou a pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone, que foi condenado em fevereiro a 40 meses de prisão, anunciou sexta-feira a Casa Branca. Roger …

Armas, droga, sucata e prostituição financiam neonazis portugueses (mas lucros não vão todos para a causa)

Os grupos neonazis portugueses são "bastante desorganizados" e financiam-se com dinheiro obtido em negócios ilícitos, como o tráfico de armas, de droga e de mulheres para prostituição e a sucata. Mas os ganhos obtidos não …