OMS adverte: a misteriosa doença X pode causar uma epidemia internacional

(dr) Ella Maru Studio / Nature

Klosneuvirus, o “frankenstein” dos vírus gigantes

A Organização Mundial de Saúde pôs cientistas e médicos de todo o mundo em alerta por um novo e potencialmente mortal agente patogénico: a doença X.

Segundo o The Telegraph, a cada ano, o organismo que se encarrega de monitorizar e salvaguardar a saúde mundial convoca uma reunião de alto nível com os cientistas mais proeminentes para enumerar doenças que podem vir a tornar-se uma grande emergência internacional.

Nos anos anteriores, a lista limitou-se a doenças mortais como a febre de Lassa, que atualmente está a atingir a Nigéria, e o ébola, que matou mais de 11 mil pessoas numa epidemia que tomou conta do oeste de África entre 2013 e 2016, de acordo com a RT.

No entanto, este ano à lista juntou-se um patogénico misterioso. “A doença X representa o conhecimento de que uma epidemia internacional grave poderia ser causada por um agente, atualmente desconhecido, que provoca doenças humanas”, anunciou a OMS em comunicado.

“A história diz-nos que é provável que a próxima grande epidemia seja algo que nunca vimos antes”, assinalou John-Arne Rottingen, diretor executivo do Conselho de Investigação da Noruega e assessor científico da OMS.

Rottingen explicou que os cientistas pretendem desenvolver “plataformas que funcionem para qualquer grande números de doenças” e criar “sistemas que nos permitam tomar contra-medidas a grande velocidade”. “Pode parecer estranho juntar à lista uma doença X, mas o objetivo é prepararmo-nos e planificar de maneira flexível em termos de vacinas e testes de diagnóstico”, assinalou o especialista.

Como poderia surgir a doença X?

Os desenvolvimentos na tecnologia de edição de genes, que tornam possível a manipulação ou a criação de vírus completamente novos, significam que a doença X poderia surgir através de um acidente ou um ato terrorista planeado.

Mas é mais provável, segundo Rottingen, que a doença X possa desencadear-se por uma doença zoonótica, que se transmite de animais para humanos, e depressa se propaga para se converter numa epidemia ou pandemia.

As infeções zoonóticas que causaram estragos no passado incluem o vírus da HIV, que segundo se crê, passou dos chimpanzés para os humanos e matou 35 milhões de pessoas desde o início dos anos 80. A ébola também é de origem animal.

“É vital que estejamos atentos e nos preparemos. Provavelmente este é o maior risco atualmente”, enfatizou Rottingen.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Acho pura estupidez e alarmismo barato da OMS lançar esse alerta.
    Recordam-se quando foi a H5N1? Diziam que iria matar milhões.
    Depois há poucos anos atrás foi o ébola, tentaram dizer que chegaria a pandemia de ébola.
    Agora é isto, a “doença X” que é hipotética e ainda nem existe!!

RESPONDER

Missão a Marte poderá ser fatal para os astronautas

Os astronautas de uma futura viagem a Marte estarão expostos, na ida e volta ao planeta vermelho, a cerca de 60% do total de radiação recomendada para toda a sua carreira profissional, revelou um novo …

Tony transformou autocarro em Arca de Noé para salvar animais do Florence

Enquanto muitos americanos fugiam do furacão Florence, um camionista de 51 anos fazia o percurso inverso com uma missão em mente. Dentro de um autocarro, Alsup transportou mais de 60 animais da costa da Carolina …

Mais de 500 rinocerontes mortos na África do Sul este ano

A caça furtiva na África do Sul causou a morte a 508 rinocerontes, entre janeiro e agosto deste ano, o que significa um decréscimo no número de espécimes caçados, em relação a 2017, anunciou o …

Número de mortos em naufrágio na Tanzânia sobe para 170

O número de pessoas que morreram no naufrágio de um navio de passageiros no lago Vitória, na Tanzânia, subiu para 170, de acordo com os meios de comunicação locais. As operações de resgate recomeçaram na manhã …

Há um satélite-pescador no espaço

O Satélite britânico RemoveDebris está a navegar no espaço desde junho e lançou com sucesso uma rede em órbita com o objetivo de capturar material que anda à deriva em redor da Terra. O satélite-pescador britânico …

Governo cumpriu “rigorosamente” acordo com setor do táxi

O Ministro Ambiente, João Matos Fernandes, disse este sábado que o governo cumpriu “rigorosamente” o acordo que assinou com a duas associações que representam os taxistas para a modernização do setor. "Não é verdade que se …

Juízes defendem acórdão que desvaloriza violação de mulher inconsciente

A Associação Sindical dos Juízes Portugueses sai em defesa dos dois magistrados, um dos quais o presidente da entidade, que assinaram o acórdão que desvaloriza a gravidade da violação de uma mulher inconsciente, numa discoteca, …

Salas para maiores de 18 anos levam à demissão do director de Serralves

O director artístico do Museu de Arte Contemporânea de Serralves, João Ribas, demitiu-se do cargo depois de a administração ter limitado a maiores de 18 anos uma parte da exposição dedicada ao fotógrafo norte-americano Robert …

Isabel do Santos desmente ação contra João Lourenço mas processo deu entrada no Supremo

Isabel do Santos, filha do antigo Presidente da Angola, desmente ter entrado com uma ação contra o atual Presidente João Lourenço. No entanto, o processo cível contra o Estado deu entrada no Supremo. De acordo …

Arqueólogos fazem "descoberta do Século" no Tejo (e tem pimenta)

Uma equipa de arqueólogos da Câmara Municipal de Cascais, do Projeto Municipal da Carta Arqueológica Subaquática do Litoral, descobriu uma nau que terá naufragado entre 1575 e 1625, e que é considerada a “descoberta do …