Director de informação da RTP demite-se

RTP

O director de informação da RTP, Paulo Ferreira

O director de informação da RTP, Paulo Ferreira

O director de informação da RTP, Paulo Ferreira, apresentou esta sexta-feira a sua demissão, que foi aceite, revelou a administração da RTP, acrescentando que convidou José Manuel Portugal para o cargo.

Paulo Ferreira demitiu-se da função de director de informação da RTP, de acordo com informações da estação de televisão.

José Manuel Portugal é o nome indicado para suceder ao jornalista na Direcção de Informação. O actual director-adjunto para a área internacional de televisão e de rádio terá ainda de ser sujeito a parecer prévio (não vinculativo) da Entidade Reguladora da Comunicação Social.

Em comunicado, a RTP diz que convidou Paulo Ferreira para assumir o cargo de gestor de inovação na área da informação, o que foi aceite pelo até agora diretor de informação, que irá agora concretizar “projetos estruturantes que se avizinham” em virtude do Plano de Desenvolvimento e Redimensionamento da RTP.

“Para a efetiva concretização, Paulo Ferreira apresentou, por essa razão, a demissão dos cargos de diretor de informação dos serviços de programas de televisão generalistas de âmbito nacional da RTP e de diretor do serviço de programas RTP Informação, pedido este que foi aceite”, afirma a administração liderada por Alberto da Ponte.

O Conselho de Administração da RTP lembra que pretende implementar, a partir de janeiro, o Núcleo de Inovação e Criatividade, “que atuará como dinamizador e catalisador, interna e externamente, de uma abordagem distintiva do que a RTP pretende promover nas suas antenas e canais”, e sublinha ainda que o futuro contrato de concessão “considera igualmente a criatividade como uma orientação clara para o papel do serviço público de media”.

Paulo Ferreira justifica demissão com defesa dos “interesses gerais” da RTP

O diretor de informação da RTP, Paulo Ferreira, diz que abandona o cargo devido a uma “decisão pessoal” que resulta de uma leitura sobre o que “melhor defende os interesses gerais da RTP” e da informação da estação.

“A minha saída destas funções resulta de uma decisão pessoal, sustentada na leitura que faço sobre o que melhor defende os interesses gerais da RTP e, em particular, os da fundamental área da informação”, diz Paulo Ferreira numa carta enviada ao presidente do conselho de administração da RTP, Alberto da Ponte.

Paulo Ferreira destaca também a “total autonomia de decisão editorial” que diz ter sido dada “sem qualquer reserva” pela administração da empresa à sua direção de informação, “num respeito exemplar pelas regras e de acordo com as melhores práticas das empresas de comunicação social”.

Num outro texto, dirigido à redação da RTP, e ao qual a Lusa teve também acesso, o jornalista enaltece que a empresa “tem as melhores condições para praticar um jornalismo independente, isento de interferências dos poderes, sejam eles quais forem”, e “utiliza essas condições com profissionalismo e responsabilidade”.

“Estão aqui alguns dos melhores profissionais com quem tive a honra de trabalhar em toda a minha carreira, que já não é pequena”, diz no texto.

Demissão de Paulo Ferreira apenas “peca por tardia”, diz CT

A Comissão de Trabalhadores da Rádio Televisão Portuguesa (RTP) considerou hoje que a demissão do diretor de informação da estação pública, Paulo Ferreira, já “era esperada” e apenas “peca por tardia”.

“A demissão de Paulo Ferreira era esperada porque alguém que perde a confiança da sua redação tem que sair e só peca por tardia”, disse à agência Lusa Camilo Azevedo, da Comissão de Trabalhadores da RTP, numa alusão ao plenário de jornalistas que em outubro determinou a perda de confiança na direção de informação.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Dia histórico". Espanha remove a última estátua pública do ditador Franco

A última estátua pública do ditador Francisco Franco foi removida de Melilla. A cidade situa-se na costa noroeste de África, mas está sob a soberania espanhola desde o século XVII. Na terça-feira, um grupo de trabalhadores …

Governo altera excecionalmente limite de idade para tratamentos de fertilidade

O Governo está a rever a norma para alterar, de forma excecional, o limite de idade das mulheres que querem aceder aos tratamentos de fertilidade no setor público. Na segunda-feira, o Jornal de Notícias tinha avançado …

Gana é o primeiro país a receber vacinas financiadas pelo Covax

O programa Covax já começou a fornecer as primeiras remessas de vacinas contra a covid-19. O Gana foi o primeiro país a receber doses. Gana deve receber o primeiro lote de vacinas contra o SARS CoV-2, …

"Como produtos de exportação". Filipinas querem trocar os seus enfermeiros por vacinas da Europa

As Filipinas estão a pedir ao Reino Unido e à Alemanha que forneçam centenas de milhares de vacinas contra a covid-19 em troca do envio de enfermeiros filipinos para ajudar na linha de frente da …

Despacho da ACT limita capacidade de intervenção dos inspetores do trabalho

Um despacho assinado pela inspetora-geral da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) está a limitar a capacidade de intervenção dos inspetores. A notícia é avançada esta quarta-feira pelo Jornal de Negócios, que escreve que o …

Só muda o preâmbulo. Decreto do novo estado de emergência já seguiu para o Parlamento

O novo decreto do estado de emergência já seguiu para o Parlamento. Marcelo Rebelo de Sousa só mudou o preâmbulo do documento. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, publicou esta quarta-feira o decreto do …

Governo já está a desenhar um plano de desconfinamento. Rio quer desconfinar por regiões ou concelhos

Depois de uma primeira ronda de audiências, onde anunciou que o decreto do novo estado de emergência será igual ao da última quinzena, Marcelo Rebelo de Sousa recebeu, esta quarta-feira, o Bloco de Esquerda, o …

Serviços de inteligência desvalorizaram ameaça de invasão ao Capitólio

Os serviços de inteligência dos Estados Unidos subestimaram o perigo de invasão ao Capitólio, admitiram vários responsáveis durante uma audiência no Senado, realizada esta terça-feira. Depois da absolvição do antigo Presidente dos Estados Unidos, que estava …

Polícias que prestam serviço no 112 não recebem subsídio desde setembro

Os agentes e militares que fazem a triagem das chamadas do 112 não auferem a gratificação mensal pelo serviço prestado ao Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) desde setembro do ano passado. Segundo o Jornal de Notícias, …

Contrariando ordem judicial, Malásia deportou mais de mil pessoas para Myanmar

A Malásia entregou 1086 cidadãos que tinham fugido de Myanmar aos militares que organizaram o golpe de Estado de 01 de fevereiro, estando entre esses requerentes de asilo já registados oficialmente junto da Organização das …