Detidos em Portugal dois dos 10 mais procurados da América do Sul

Tiago Henrique Marques / Lusa

-

Dois argentinos detidos em Portugal no ano passado foram identificados pela Interpol e estão na lista dos dez criminosos mais procurados na América do Sul, disse à agência Lusa fonte da Polícia Judiciária.

De acordo com a mesma fonte, os dois argentinos foram identificados como sendo os autores de crimes graves, como homicídio, rapto e extorsão na Argentina, Brasil e Uruguai.

A SIC Notícias avançou hoje que as autoridades internacionais confirmaram a identidade dos dois argentinos detidos em Portugal em novembro do ano passado por assaltos a bancos entre 2014 e 2016.

Fonte da Polícia Judiciária contactada hoje pela Lusa indicou que seja provável um pedido de extradição dos países da América Latina onde os dois argentinos cometeram crimes, mas terão de ser julgados, e a serem condenados, cumprir as sentenças em Portugal.

A mesma fonte indicou que os dois detidos raptavam filhos de pessoas abastadas naqueles países, e pediam resgates, chegando a assassinar alguns deles, mesmo depois de obter o dinheiro exigido.

Na sequência da detenção, em 2016, em Aveiro, pela Unidade Nacional de Combate ao Terrorismo (UNCT) da Polícia Judiciária, de um grupo de cinco indivíduos, as autoridades enviaram para a Interpol fotografias e impressões digitais de três deles que detinham identificações falsas.

Na altura, a PJ tinha anunciado o desmantelamento de uma estrutura criminosa “bastante violenta” de cariz transnacional que realizava assaltos a bancos à mão armada na zona da Grande Lisboa.

Os cinco homens, com idades entre os 30 e os 50 anos, foram detidos em Portugal por suspeitas dos crimes de associação criminosa, roubo qualificado em dependências bancárias, falsificação de documentos e detenção de arma proibida.

Segundo a PJ, esta estrutura criminosa “bastante violenta”, era suspeita de ter realizado cinco assaltos à mão armada em dependências bancárias, entre meados de 2014 e meados deste ano, na zona da Grande Lisboa, “cuidadosamente planeados e executados”.

Dos cinco detidos, um era de nacionalidade portuguesa, outro espanhola, e três apresentaram documentação falsa, que a polícia investigou.

Durante a ação policial e em resultado de buscas domiciliárias, a PJ apreendeu “relevantes meios de prova”, como máscaras de látex, perucas e capacetes, várias armas de fogo e munições, viaturas e um vasto acervo de documentos falsificados.

A PJ, que classifica esta operação policial como complexa, refere ainda que os cinco detidos ficaram em prisão preventiva depois de terem sido presentes a primeiro interrogatório judicial.

A operação foi realizada pela UNCT da PJ, num inquérito dirigido pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Loures.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Coronavírus abala mercados mundiais. Petróleo derrapa mais de 3%

A preocupação com as consequências económicas da propagação do coronavírus na China está a ter um efeito devastador nos mercados. A derrapagem nos mercados acontece numa altura em que o número de mortos pelo surto de …

Prémio Tyler 2020: Defensores de políticas verdes ganham "Nobel do Meio Ambiente"

O Prémio Tyler 2020, também conhecido como o "Nobel do Meio Ambiente", foi atribuído à bióloga Gretchen Daily e ao economista ambiental Pavan Sukhdev, foi hoje anunciado. A bióloga especialista em conservação e o economista são …

Subsídios estão a ser pagos e aumento de 15% no ordenado "não é realista", diz a Ryanair

A Ryanair está a pagar os subsídios de férias e Natal, afirmou hoje um responsável da companhia, salientando que o sindicato dos tripulantes de cabine tenta “forçar” aumentos salariais de 15%, o que “não é …

Tia de Kim Jong-un faz a primeira aparição pública em mais de seis anos

Kim Kyong-hui, tia paterna do líder norte-coreano Kim Jong-un, reapareceu em público este sábado pela primeira vez em mais de seis anos, escreve a BBC. A emissora britânica, que avança a notícia citando a Agência Central …

Coronavírus. Madeira está a preparar-se para eventual surto

Região da Madeira “já está a delinear” quartos com pressão negativa e áreas isoladas, além de “fármacos, oxigénio, fatos protetores, máscaras e capacidade laboratorial”. O presidente do Instituto de Saúde (Iasaúde) da Madeira anunciou esta segunda-feira …

Luanda Leaks. Isabel dos Santos vai processar o consórcio de jornalistas

Depois de Rui Pinto ter assumido a autoria da divulgação dos documentos do caso Luanda Leaks, Isabel dos Santos avança que vai processar o consórcio de jornalistas. A empresária angolana Isabel dos Santos vai processar o …

Portugal vende cinco F-16 à Roménia por 130 milhões de euros

O ministério da Defesa Nacional oficializou hoje, na Base Aérea de Monte Real, no distrito de Leiria, a venda de cinco aviões militares F-16 à Roménia, num negócio de 130 milhões de euros. "Com este processo …

Pedro Proença e a violência no futebol: "É chegada a altura de o Governo assumir responsabilidades"

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol (LPFP), Pedro Proença, disse esta segunda-feira, depois de uma reunião no Ministério da Administração Interna (MAI), que o governo deve assumir responsabilidades sobre os recentes casos de violência …

Reconhecimento facial vai ser testado no acesso a serviços públicos online

O Governo quer criar um sistema de reconhecimento facial para usar a chave móvel digital, ferramenta que já permite aceder a vários serviços online do Estado. O Governo está a planear criar um sistema de reconhecimento …

Sem voz no clube, Raul José pondera abandonar o Sporting

Sem voz na pasta das contratações e construção do plantel, Raul José, líder do departamento de scouting do Sporting, pode estar de saída do clube. Raul José, líder do departamento de scouting do Sporting CP, estará …