Desvendado mistério da menina morta em S. Francisco há 145 anos

(dr) Jennifer Onstrott Warner / Garden Of Innocence

Miranda Eve foi encontrada em perfeito estado de conservação

Miranda Eve foi encontrada em perfeito estado de conservação

Chegou finalmente ao fim um mistério que comoveu a cidade de San Francisco, nos Estados Unidos: a descoberta de um caixão com o corpo em perfeito estado de uma menina de três anos morta há 145 anos.

Numa cena semelhante à de um filme de terror, o caixão foi encontrado o ano passado durante o restauro de uma casa, e a menina foi baptizada de Miranda Eve. Foi até realizada uma segunda cerimónia fúnebre, à qual compareceram mais de 100 pessoas.

“Não foi fácil, mas era a coisa certa a fazer”, disse à BBC Enrique Reade, director da ONG Garden of Innocence, que enterra crianças não identificadas ou abandonadas e que assumiu a investigação do caso.

Após “mais de mil horas de investigação de 34 voluntários, que estudaram 29.982 registos de enterros, comparando mapas de 1870 e 2017, analisando registos de um cemitério que não existe, rastreando árvores genealógicas e análises de DNA, descobrimos quem foi Miranda Eve”, diz a organização no seu site.

“Miranda Eve” chamava-se na realidade Edith Howard Cook. Nascida a 28 de novembro de 1873, a menina morreu a 13 de outubro de 1876. A causa da morte foi marasmo, forma crónica de desnutrição na qual a deficiência de hidratos de carbono e lípidos, em fases avançadas, se caracteriza por perda muscular e falta de gordura subcutânea.

Edith Howard Cook tinha sido enterrada no cemitério de Odd Fellows, no distrito de Richmond, em San Francisco, que já não existe.

O caixão feito de chumbo e bronze que continha o corpo perfeitamente conservado de Edith foi encontrado em maio de 2016, durante o restaurp de uma casa construída em 1936. Segundo jornais locais, o caixão estava hermeticamente vedado, o que explica por que o corpo da menina estava tão bem conservado.

(dr) Garden Of Innocence

O caixão de chumbo e bronze foi encontrado durante reforma de casa no distrito de Richmond

O caixão de chumbo e bronze foi encontrado durante reforma de casa no distrito de Richmond

Através da superfície do vidro, era possível observar no interior do caixão, com um forte cheiro a lavanda, uma menina loira com um vestido branco feito à mão, decorado com laços, com o cabelo adornado com uma rosa e folhas de eucaliptos nas laterais. Parece ter sido enterrada com grande cuidado e amor.

Sem saber o que fazer, os operários da obra de restauro chamaram a proprietária da casa, Ericka Karner, que se encontrava fora da Califórnia com o marido e os filhos.

“Em primeiro lugar, fiquei chocada, obviamente, ao saber que havia o caixão de uma menina por baixo da casa”, disse Karner ao Los Angeles Times, “mas, passado o susto, não fiquei muito surpreendida, porque conhecia a história da região“.

A área a que Karner se refere é o distrito de Richmond, em San Francisco, onde no final do século 19 havia vários cemitérios. Com a expansão da cidade, as autoridades aprovaram uma série de leis que regulamentavam a construção de residências, em consequência das quais os mortos tiveram de ser transferidos dos locais onde estavam enterrados.

O antigo cemitério de Odd Fellows ficava no local que mais tarde seria a casa de Ericka Karner. O cemitério foi fechado no final do século 19 e todos os corpos ali enterrados foram transferidos para valas comuns na cidade vizinha de Colma. Porém, por alguma razão a misteriosa menina com cachos loiros foi sido deixada para trás .

Ao procurar as autoridades locais, Ericka Karner foi informada de que a responsabilidade de dar destino à menina seria sua, já que o caixão tinha sido encontrado numa propriedade sua. E foi então que Karner procurou a ajuda da Garden of Innocence.

“Não conseguimos fazer este tipo de investigação com todas as crianças, mas conseguimos fazê-lo neste caso graças ao interesse e à ajuda que recebemos”, explica Reade à BBC.

Em junho de 2016, a ONG ofereceu a Miranda uma nova lápide no cemitério de Greenland Memorial Park em Colma, na Califórnia. O mistério comoveu tanto a cidade de San Francisco, que cerca de 140 pessoas compareceram à cerimónia.

Na lápide foi gravada a frase “Se não houve luto, ninguém se lembrará“, lema da ONG. E agora, a verdadeira identidade de Miranda Eve foi finalmente descoberta.

(dr) Garden Of Innocence

A ONG fez uma nova lápide para a menina, com a frase “Se não houve luto, ninguém se lembrará”

A ONG fez uma nova lápide para a menina, com a frase “Se não houve luto, ninguém se lembrará”

A primeira fase da investigação foi identificar em que parte do antigo cemitério estaria a casa da família Karner. A seguir, começou a busca de possíveis familiares da menina que tivessem sido enterrados perto dela.

O passo seguinte foi investigar as histórias desses familiares para encontrar os seus descendentes vivos, para fazer então exames de DNA – a última fase do processo.

Após diversas análises comparativas de DNA, a Universidade da Califórnia, em Santa Cruz, descobriu que havia uma coincidência clara entre as amostras da menina e as de um seu possível parente vivo – Peter Cook, que seria seu sobrinho-neto. E essa clara correspondência identificava a menina como Edith Howard Cook.

“Quando começámos, não sabíamos nada sobre a menina, e o trabalho de investigação não foi fácil, mas era um desafio pessoal para todos”, conta Reade. Mas, 145 anos mais tarde, Edith descansa finalmente em paz naquela que é agora a sua derradeira habitação.

//

PARTILHAR

RESPONDER

Auditoria especial ao Novo Banco inclui "limpeza" de créditos problemáticos

O Governo escolheu a consultora Deloitte para realizar uma auditoria especial ao Novo Banco que vai passar a pente fino os actos de gestão que motivaram as injecções de capital do Fundo de Resolução que …

Portugal continua a importar milhares de toneladas de amianto

O amianto é um material cancerígeno que continua presente em muitas infraestruturas públicas e privadas em Portugal. Apesar disso, o país continua a importar milhares de toneladas. O alerta parte da plataforma SOS-Amianto, criada pela Quercus, …

Jovem muçulmana impedida de entrar em jogo de basquete por não querer mostrar os braços

Uma jogadora de basquetebol de 13 anos foi impedida de participar num jogo, no último domingo, por ter uma camisola de manga comprida por baixo do equipamento oficial. Segundo o Jornal de Notícias, Fatima Habib, jogadora …

Professor suspenso depois de dizer que se alunos faltassem a Moral não podiam entrar em igrejas

O professor que enviou um documento aos encarregados de educação a avisar que se os seus educandos continuassem a faltar às aulas de Educação Moral e Religiosa Católica "corriam o risco" de não poder entrar …

Cheias já mataram duas pessoas. Veneza vai declarar estado de emergência

Luigi Brugnaro, presidente da câmara de Veneza, vai declarar estado de emergência na cidade que está inundada devido às piores cheias em 50 anos. Esta quarta-feira, é esperada uma nova subida da água na cidade italiana. …

Bolsonaro deixa PSL e cria um novo partido

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, anunciou esta terça-feira que decidiu abandonar o Partido Social Liberal (PSL) e criar um novo partido chamado Aliança pelo Brasil. A saída de Bolsonaro acontece na sequência de uma série …

Partido Trabalhista britânico sofre dois ciberataques (e suspeita-se que tenham "dedo" russo)

O Partido Trabalhista britânico sofreu dois ataques informáticos em apenas dois dias. Contudo, o partido de Jeremy Corbyn admite que os ataques falharam e que as suas plataformas estão operacionais. Num espaço de apenas dois dias, …

Sterling tentou fazer "mata-leão" a Joe Gomez e foi afastado da convocatória

O estágio da seleção inglesa para os jogos da Qualificação para o Campeonato da Europa, frente ao Montenegro e ao Kosovo, não poderia ter começado da pior forma. Raheem Sterling foi afastado da equipa após …

Alunos com gaguez não terão de fazer exames orais

Os alunos com gaguez podem ser dispensados da realização das provas orais. Há dois anos, estes exames passaram a integrar a avaliação externa em línguas estrangeiras nos exames do ensino secundária e nas provas de …

PSD. Só 15,8% dos militantes poderiam votar se eleições diretas fossem hoje

A dois meses das eleições diretas no PSD, há hoje perto de 17.000 militantes com quotas em dia, que podem ser pagas até 22 de dezembro, de acordo com informação disponibilizada online pelo partido. Se as …