Desvendado o enigma do precioso vidro do deserto da Líbia

Uma nova investigação acaba de dar resposta ao enigma do vidro da Líbia, que intriga cientistas há um século. O material, que chegou a ser utilizado pelo rei Tutankhamun, é fruto do impacto de um meteorito e não de uma explosão de ar atmosférico, tal como defendiam outros especialistas.

Para a investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica Geology, a equipa examinou grãos minúsculos do mineral zircão em amostras de vidro recolhidas no deserto da Líbia, que se formaram há 29 milhões de anos e se estenderam por vários milhares de quilómetros quadrados a oeste do Egito.

O vidro em causa é composto quase unicamente por sílica pura e tem uma tonalidade amarelada. Foi este mesmo material que foi utilizado para fazer um besouro que faz parte do Peitoral do rei Tut, faraó egípcio que governou de 1336 a 1327 a.C.

O autor principal do estudo, Aaron Cavosie, disse que os zircões encontrados nas amostra de vidro preservam evidências da presença de um mineral de alta pressão, o reidite, que apenas se forma durante o impacto de um meteorito.

“[Este] tem sido um assunto de debate contínuo sobre se o vidro se formou durante o impacto de um meteorito ou se se formou durante uma explosão de ar, que ocorre quando os asteróides, chamados de Near Earth Objects, explodem e depositam energia na atmosfera da Terra”, explicou o especialista, citado em comunicado.

“Quer os impactos de meteoritos, quer as explosões de ar podem causar a fusão, no entanto, apenas impactos de meteoritos criam ondas de choque que formam minerais de alta pressão, portanto, encontrar evidências de reidite confirma que o vidro foi criado como resultado do impacto de um meteorito”, sustentou.

De acordo com Cavosie, a ideia de que o vidro poderá ter sido formando durante uma explosão atmosférica ganhou popularidade depois de uma grande explosão ter ocorrido na Rússia, em 2013. O fenómeno, que causou danos nos habitantes, não fez com que a fusão dos materiais à superfície ocorresse.

“Modelos anteriores sugeriram que o vidro do deserto da Líbia representava uma grande explosão de ar, mas os nossos resultados mostram que este não é o caso”, disse Cavosie.

“Impactos de meteoritos são eventos catastróficos, mas não são comuns. Já as explosões de ar, ocorrem com mais frequência, mas agora sabemos que não esperamos um evento de formação de cristais no deserto da Líbia num futuro próximo, o que é motivo para um certo conforto”, rematou o cientista.

A investigação contou também com a colaboração do diretor do Museu de História Natural de Viena, o professor Christian Koeberl.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O retrato perdido de uma das artistas mais famosas da Índia reapareceu 90 anos depois (e vai a leilão)

A pintura Portrait of Danyse de Amrita Sher-Gil, uma das mais importantes artistas modernas da Índia, está a ser leiloada pela Christie's. A Portrait of Danyse era desconhecida dos especialistas, tendo estado "escondida" em coleções …

Portugal regista 28 mortes e 682 novos casos de covid-19

Segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS), Portugal registou este domingo 28 mortes e 682 novos casos de infeção nas últimas 24 horas. O boletim epidemiológico deste domingo, divulgado pela Direção-Geral da Saúde, dá conta de …

Maduro já recebeu primeira dose da vacina russa Sputnik V

Nicolás Maduro recebeu, este sábado, a primeira dose da vacina Sputnik V, cerca de duas semanas depois de o Governo anunciar o início do programa de vacinação. O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e a sua …

Um escape online. Hotel tailandês oferece excursões virtuais para que crianças possam ver elefantes de perto

Os museus virtuais são uma boa forma de manter as crianças entretidas durante o confinamento. Se essa transmissão em tempo real envolver elefantes em vez de obras de arte, melhor ainda. O Anantara Golden Triangle Elephant …

FBI investiga ligações entre assaltantes do Capitólio e pessoa próxima de Trump

Uma pessoa próxima à presidência norte-americana de Donald Trump terá estado em contacto com o grupo de extrema-direita "Proud Boys" dias antes do ataque ao Capitólio. O FBI concluiu que uma pessoa ligada à presidência norte-americana …

"O terrorismo nunca tem a última palavra." Papa Francisco visita Qaraqosh, a maior cidade cristã do Iraque

A viagem do Papa Francisco pelo Iraque continua. No terceiro dia, Francisco orou pelas vítimas da guerra no Médio Oriente. O Papa Francisco viajou este domingo até Qaraqosh, a maior cidade cristã do Iraque, alvo da …

Pedro Pichardo conquista ouro no triplo salto

O português Pedro Pichardo conquistou, este domingo, o ouro no triplo salto. A medalha foi-lhe garantida no primeiro salto, mas qualquer um dos que se seguiram lhe garantiriam o primeiro lugar. Pedro Pichardo conquistou este domingo …

Inteligência Artificial dá vida a fotos antigas dos seus familiares

Um novo serviço de Inteligência Artificial permite animar fotografias antigas. Pode dar vida a tudo, desde fotos antigas de um familiar a um retrato de uma figura histórica. A empresa MyHeritage lançou um novo serviço chamado …

De "velho" a "enternecedor". As reações dos partidos às críticas de Cavaco Silva

O antigo Presidente da República Aníbal Cavaco Silva teceu duras críticas, este sábado, ao Governo português. PS, PCP e Bloco de Esquerda reagiram. Este sábado, Cavaco Silva deixou duras críticas ao Executivo de António Costa, sublinhando …

Descoberto dinossauro carnívoro que viveu nos Pirenéus há 66 milhões de anos

Cientistas identificaram uma nova espécie de dinossauro carnívoro, que viveu nos Pirenéus há cerca de 66 milhões de anos. De acordo com o canal estatal russo RT, a partir de alguns fósseis encontrados em Conca Dellà, …