Desvendado o enigma do precioso vidro do deserto da Líbia

Uma nova investigação acaba de dar resposta ao enigma do vidro da Líbia, que intriga cientistas há um século. O material, que chegou a ser utilizado pelo rei Tutankhamun, é fruto do impacto de um meteorito e não de uma explosão de ar atmosférico, tal como defendiam outros especialistas.

Para a investigação, cujos resultados foram esta semana publicados na revista científica Geology, a equipa examinou grãos minúsculos do mineral zircão em amostras de vidro recolhidas no deserto da Líbia, que se formaram há 29 milhões de anos e se estenderam por vários milhares de quilómetros quadrados a oeste do Egito.

O vidro em causa é composto quase unicamente por sílica pura e tem uma tonalidade amarelada. Foi este mesmo material que foi utilizado para fazer um besouro que faz parte do Peitoral do rei Tut, faraó egípcio que governou de 1336 a 1327 a.C.

O autor principal do estudo, Aaron Cavosie, disse que os zircões encontrados nas amostra de vidro preservam evidências da presença de um mineral de alta pressão, o reidite, que apenas se forma durante o impacto de um meteorito.

“[Este] tem sido um assunto de debate contínuo sobre se o vidro se formou durante o impacto de um meteorito ou se se formou durante uma explosão de ar, que ocorre quando os asteróides, chamados de Near Earth Objects, explodem e depositam energia na atmosfera da Terra”, explicou o especialista, citado em comunicado.

“Quer os impactos de meteoritos, quer as explosões de ar podem causar a fusão, no entanto, apenas impactos de meteoritos criam ondas de choque que formam minerais de alta pressão, portanto, encontrar evidências de reidite confirma que o vidro foi criado como resultado do impacto de um meteorito”, sustentou.

De acordo com Cavosie, a ideia de que o vidro poderá ter sido formando durante uma explosão atmosférica ganhou popularidade depois de uma grande explosão ter ocorrido na Rússia, em 2013. O fenómeno, que causou danos nos habitantes, não fez com que a fusão dos materiais à superfície ocorresse.

“Modelos anteriores sugeriram que o vidro do deserto da Líbia representava uma grande explosão de ar, mas os nossos resultados mostram que este não é o caso”, disse Cavosie.

“Impactos de meteoritos são eventos catastróficos, mas não são comuns. Já as explosões de ar, ocorrem com mais frequência, mas agora sabemos que não esperamos um evento de formação de cristais no deserto da Líbia num futuro próximo, o que é motivo para um certo conforto”, rematou o cientista.

A investigação contou também com a colaboração do diretor do Museu de História Natural de Viena, o professor Christian Koeberl.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O gás escondido no halo da Via Láctea está a escaldar

O XMM-Newton da ESA descobriu que o gás escondido no halo da Via Láctea atinge temperaturas muito mais quentes do que se pensava anteriormente e que tem uma composição química diferente da prevista, desafiando a …

Meio pombo, meio drone. O PigeonBot mostra como é que os pássaros voam

O PigeonBot procura explorar a morfologia das asas de um pombo e mostrar como é que eles voam. Um melhor entendimento disto pode ter aplicações na aeronáutica. Há muitos anos que o dom dos animais de …

Incêndios na Austrália permitiram descobrir canal mais antigo do que as Pirâmides do Egipto

Depois de a vegetação ter sido devastada pelos incêndios em Victoria, na Austrália, investigadores descobriram que este sistema de canais é significativamente maior do que se pensava. Desde setembro do ano passado que a Austrália enfrenta uma …

Sírios estão a vender os seus bens pessoais para que os filhos possam comer

O coordenador do projeto Médicos Sem Fronteiras na Síria diz que muitas famílias estão a ser forçadas a vender os seus bens pessoais para que os filhos possam comer. Bombardeamentos aéreos na Síria são uma constante. …

Casa Branca prepara medidas para travar "turismo de parto"

A Casa Branca prepara-se para endurecer as medidas que permitem a emissão de vistos para mulheres estrangeiras que vão aos Estados Unidos dar à luz para que os seus filhos recebem automaticamente cidadania norte-americana. A …

Eletrões e quarks podem experimentar consciência, defende professor

O filósofo Philip Goff defende, num livro que publicou recentemente, uma teoria milenar que sustenta que todas as formas de matéria - incluindo os eletrões e até os quarks - podem experimentar consciência. Tal como observa …

Lego lança réplica da Estação Espacial Internacional

A Lego anunciou um novo conjunto para todos os entusiastas de exploração espacial. A Estação Espacial Internacional está a muitos quilómetros de distância da Terra mas, agora, quem quiser pode ter uma reprodução nas sua …

HBO anuncia sátira de animação sobre família real britânica

A plataforma de streaming HBO encomendou uma série de comédia do género de "Family Guy" em versão realeza, inspirada nos membros mais famosos da família real britânica.  De acordo com a AFP, a série vai chamar-se …

Salário mínimo sobe para 950 euros em Espanha

O Governo de Espanha anunciou, esta quarta-feira, um aumento do salário mínimo nacional para 950 euros. A ministra do Trabalho e da Economia Social, Yolanda Díaz, anunciou, esta quarta-feira, a subida do salário mínimo para os …

O Relógio do Juízo Final avança 20 segundos. Faltam 100 para o Apocalipse

O Boletim de Cientistas Atómicos anunciou, esta quinta-feira, que o Relógio do Julízo Final está mais próximo do apocalipse. Especialistas avançaram o relógio 20 segundos para alertar líderes e cidadãos de todo o mundo que …