A destruição do solo no Alentejo só pode ser parada com o uso de adubo orgânico

Primeiro, foram as campanhas do trigo a consumir o húmus dos solos do Alentejo. Agora as culturas intensivas vieram acelerar a erosão e colocar aos agricultores um desafio que exige resposta imediata: se não regressarem ao uso de fertilizantes orgânicos, baseados nos subprodutos agrícolas, a terra perde o que lhe resta de nutrientes naturais.

Segundo avançou o Público na terça-feira, foi dado o primeiro passo para para contrariar essa realidade e para aproveitar estes desperdícios das culturas.

A monitorização do solo realizada pela Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva (EDIA) desde 2009 indica que os teores de matéria orgânica no solo em todo o Empreendimento de Fins Múltiplos do Alqueva (EFMA) estão entre 0,7% e 1% quando, em circunstâncias normais, deveriam situar-se entre os 3% e 4%.

Esta discrepância deve-se ao facto de, ao longo das últimas décadas, os agricultores no Alentejo terem dado pouca relevância à deposição de matéria orgânica no solo, “usando e abusando dos adubos minerais”, revelou o Público.

David Catita, técnico da EDIA para as questões do ambiente, explicou ao jornal diário que a formação de húmus no solo “desapareceu em décadas de agricultura não conservativa”.

Nas várias ações de sensibilização já realizadas junto dos agricultores, o técnico da EDIA deixou sempre um alerta: a ausência de húmus no solo “afeta negativamente o potencial produtivo e o uso eficiente da água de forma gradualmente crescente”. E com o aumento exponencial das culturas de regadio, “aumenta a taxa de mineralização do solo”, acrescentou Pedro Salema, presidente do conselho de administração da EDIA.

Numa recente deslocação à Herdade da Abóbada, em Vila Nova de S. Bento, no concelho de Serpa, para observar o funcionamento da primeira Unidade de Recirculação de Subprodutos do Alqueva (URSA), o Secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel de Freitas, lembrou que os processos de desertificação “são mais propícios nas zonas de regadio”.

O governante advertiu os agricultores para um equívoco que urge desfazer: “Quando se pensa em erosão do solo pensamos logo na água. Ora o solo é mais importante que a água”. E deu como exemplo o que se está a passar na Margem Esquerda do Guadiana, sobretudo em Mértola, a poucos quilómetros da Herdade da Abóbada, onde esse processo de erosão “está muito acentuado”.

De acordo com o Público, colmatar uma tão grave lacuna colocou a EDIA perante a necessidade de avançar com um projeto inovador e em larga escala: produzir num horizonte temporal de uma década cerca de 250 mil toneladas de fertilizantes naturais para devolver a 80 mil hectares de áreas regadas por Alqueva o que lhe foi retirado em matéria orgânica que alimentou a produção agrícola.

Boa parte da solução para dotar os solos de capacidade produtiva, encontra-se nas áreas irrigadas em Alqueva, que geram cerca de 500 mil toneladas de subprodutos orgânicos (restolhos, palhas, restos de podas, folhas e bagaços), que até agora têm sido deixados no terreno ou queimados. Fazer a sua compostagem é o caminho a seguir.

“Em vez de se queimarem os restolhos das searas e as folhas das oliveiras, que estes resíduos sejam utilizados na produção de matéria orgânica”, advogou David Cativa, frisando que o aproveitamento dos resíduos pode ser extensivo ao bagaço de azeitona. Este subproduto deixado pelos lagares de azeite “não tem solução de reciclagem”. A alternativa tem sido a sua transformação nas fábricas de bagaço de azeitona mas a solução está a criar sérios problemas ambientais.

A Unidade de Recirculação de Subprodutos Agrícolas instalada na Herdade da Abóbada é a primeira de uma série de 12 que estão programadas para o EFMA, cada uma com um raio de influência inferior a 10 quilómetros. O novo adubo orgânico é entregue aos agricultores em troca dos subprodutos agrícolas que tenham colocado na URSA.

Por cada tonelada de subprodutos valorizados, serão poupados 100 quilogramas de adubos minerais, 100 metros cúbicos de gás natural, 28.670 litros de água e 750 quilogramas de dióxido de carbono. Com o recurso aos fertilizantes naturais, serão igualmente produzidos mais 100 quilos de azeitona ou 200 quilos de milho do que o que é atualmente produzido.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Poluição do ar em Sydney entre as 20 piores do mundo devido aos incêndios

A poluição do ar em Sydney, a maior cidade da Austrália com mais de cinco milhões de habitantes, está hoje entre as 20 piores do mundo devido ao fumo dos incêndios no leste do país. "Sydney, …

Audições da RTP sobre "Sexta às 9" aprovadas pelos deputados

Os deputados da comissão parlamentar de Cultura e Comunicação aprovaram "por unanimidade", esta terça-feira, as audições da diretora de informação e do presidente da RTP sobre o programa "Sexta às 9". O grupo parlamentar do PSD …

Conquistas da seleção renderam 140 milhões em menos de 20 anos

As conquistas da seleção portuguesa renderam já mais de 140 milhões de euros à Federação Portuguesa de Futebol (FPF) em menos de 20 anos. Os números são avançados esta terça-feira pelo O Jogo, que dá …

Rosa Grilo acusa PJ de "agarrar em dois idiotas" para acusar de homicídio

A arguida acusou a Polícia Judiciária (PJ), esta terça-feira, de "agarrar em dois idiotas que estavam a jeito", em alusão a si e a António Joaquim, para os incriminar da morte do marido, reiterando que …

Aeroporto de Lisboa encerra de madrugada entre janeiro e junho

O Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, vai fechar para obras de alargamento da pista de janeiro a junho, entre as 23h30 e as 05h30 da manhã. De acordo com a TSF, o Aeroporto Humberto Delgado, em …

Fase de Instrução do processo Hells Angels começa no dia 27

A fase de instrução do processo Hells Angels vai começar no dia 27 deste mês, no Tribunal Central de Instrução Criminal, e já há sessões marcadas até 19 de dezembro. Fonte judicial referiu à agência Lusa …

Horacio Cartes, ex-Presidente do Paraguai, alvo de mandado de prisão no Brasil

Um juiz do Brasil emitiu esta terça-feira uma ordem de prisão contra o ex-Presidente paraguaio Horacio Cartes (2013-2018), num caso relacionado com a Operação Lava Jato, informaram fontes oficiais. A decisão foi tomada pelo juiz brasileiro …

Ex-futebolista Koke detido em operação contra tráfico de droga

O antigo futebolista espanhol do Sporting é um dos 20 detidos pelas autoridades espanholas numa operação contra o tráfico de drogas. Esta operação foi desencadeada com 11 buscas simultâneas em Sevilha, Málaga e Granada, envolvendo 150 …

Brasil. Técnica que esteriliza o mosquito do zika e dengue será aplicada em 2020

O Brasil irá usar a partir do próximo ano mosquitos estéreis da espécie 'Aedes aegypt' para controlar a reprodução deste agente que transmite doenças como dengue e zika, anunciou a Organização das Nações Unidas (ONU). A …

FC Porto encaixa até 50 milhões com novo adiantamento de receitas televisivas

A SAD do FC Porto encaixou 30 milhões de euros com uma nova emissão de obrigações pela Sagasta, envolvendo a cedência de receitas futuras de direitos televisivos, e podem entrar mais 20 milhões em janeiro. Em …