Funcionário norte-americano despedido depois de destruir propositadamente 500 doses da vacina contra a covid-19

Abir Sultan / EPA

Um funcionário de uma unidade de saúde do estado norte-americano de Wisconsin foi despedido depois de ter destruído propositadamente mais de 500 doses da vacina contra a covid-19, avança a imprensa internacional.

O incidente ocorreu nas instalações do Aurora Medical Center e os fármacos que foram destruídos tinham sido produzidos pela farmacêutica norte-americana Moderna e destinavam-se aos profissionais de saúde desta unidade.

Em comunicado, a que a emissora norte-americana FOX 6 teve acesso, a unidade de saúde refere que o seu trabalhador admitiu ter destruído as vacinas deliberadamente ao retirar 57 fracos dos fármaco de um refrigerador no passado sábado.

“Estamos mais do que desapontados porque as ações deste indivíduo vão atrasar a administração de vacinas em mais de 500 pessoas. Foi uma violação dos nosso direitos fundamentais, e o indivíduo em causa já não é nosso funcionário”, pode ler-se na nota.

O comunicado chegou à imprensa nesta quarta-feira, depois de o Aurora Medical Center ter adiantado inicialmente que em causa estava um “erro humano não intencional”.

As autoridades locais foram informadas sobre o ocorrido e, segundo a mesma emissora, o FBI e a FDA (Food and Drug Administration) também estiveram envolvidas na investigação.

Os Estados Unidos, o país do mundo com mais casos e mortes associados à covid-19, arrancou o processo de vacinação contra a doença no passado 12 de dezembro, em Nova Iorque, depois de o regulador aprovar o uso de emergência da vacina da Pfizer.

Entretanto, a administração do fármaco da Moderna foi também autorizado.

Quase 4.000 mortes em 24 horas

Os Estados Unidos registaram 3.927 mortos e 189.671 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, de acordo com a contagem independente da Universidade Johns Hopkins. O país contabiliza agora 19.715.899 casos e 341.845 óbitos por covid-19 desde o início da pandemia. O estado de Nova Iorque continua a ser o mais duramente atingido pela pandemia com 37.868 mortes, seguindo-se o Texas com 27.895.

São o país com mais mortos e também com mais casos de infeção confirmados.

O número provisório de mortes excede de longe as previsões iniciais da Casa Branca. O Instituto de Métricas e Avaliação da Saúde da Universidade de Washington estimou que até à altura em que Trump deixar a Casa Branca, a 20 de janeiro, 420 mil pessoas terão morrido, com o número a subir para 560 mil a 1 de abril.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.791.033 mortos resultantes de mais de 81,9 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

Sara Silva Alves Sara Silva Alves, ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

China multa Alibaba em 2,33 mil milhões de euros por violações antimonopólio

As autoridades chinesas multaram o gigante' de comércio online Alibaba em 18,2 mil milhões de yuan (equivalente a 2,33 mil milhões de euros) por abuso de posição dominante, noticiou este sábado a imprensa estatal na …

PSD disse "não" ao Chega no continente, mas não nos Açores. Rio teme "impacto nacional"

O PSD rejeitou acordos autárquicos com o Chega no continente e a possibilidade de coligações no arquipélago dos Açores entram em choque frontal com política autárquica da direção do partido de Rui Rio. Na quarta-feira, quando …

Dezenas de pessoas estiveram presentes no último adeus do "sempre fundamental" Jorge Coelho

Várias dezenas de pessoas compareceram este sábado de manhã na Basílica da Estrela para a missa de corpo presente do antigo dirigente e ministro socialista Jorge Coelho, "um elemento sempre fundamental nos momentos mais difíceis …

Desconfinamento já se faz sentir nos internamentos. R(t) já está acima de 1

O número de casos está a aumentar e este efeito já se começa a sentir nos internamentos. Esta foi a segunda semana consecutiva com aumento de casos, com uma média de 495 novos casos diários. De …

Plano contra o racismo. Bloco de Esquerda é o único partido a favor de quotas no ensino superior

O Governo colocou em consulta pública o Plano de Combate ao Racismo e Discriminação, que prevê que alunos socialmente desfavorecidos poderão aceder ao Ensino Superior através de contingente especial. O Bloco de Esquerda é o …

Novo Banco vendeu carteiras ao melhor preço (e só depois avaliou conflitos de interesses)

A venda das três carteiras de crédito do Novo Banco em 2019 foi feita pelo preço mais alto e em conformidade com o Acordo de Capitalização Contingente (CCA), segundo a auditoria da Deloitte às operações. “Nos …

UE investiga possível ligação entre tromboses e vacina da Johnson&Johnson nos EUA

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) anunciou esta sexta-feira ter iniciado uma investigação sobre casos de coágulos sanguíneos após toma da vacina da Johnson & Johnson/Janssen contra a covid-19, antes de o fármaco estar disponível …

Cabras

"É um terror. Nunca vi disto". Relâmpago matou 68 cabras no Alto Minho

Um relâmpago matou 68 cabras na freguesia de Gondoriz, em Arcos de Valdevez, distrito de Viana do Castelo. O pastor que perdeu os animais, Dário Silva, diz que, em "40 anos de serra", nunca viu …

Placa de pedra da Idade do Bronze poderá ser o mapa mais antigo da Europa

Uma placa de pedra da Idade do Bronze, redescoberta em 2014 em França, poderá ser o mapa tridimensional mais antigo já conhecido da Europa. De acordo com a BBC, a laje de pedra, conhecida como placa …

TAP conclui programa de rescisões (e lança nova ronda de medidas para evitar despedimento coletivo)

A TAP concluiu o programa lançado para redimensionar o corpo de trabalhadores da companhia e ficou com 750 postos de trabalho preservados e 690 adesões ao programa voluntário de medidas laborais. Num comunicado interno assinado pelo …