Desflorestação da Amazónia no Brasil até maio foi a maior desde 2015

A desflorestação da Amazónia localizada em território brasileiro, entre janeiro e maio deste ano, foi a maior desde 2015, segundo dados oficiais divulgados esta sexta-feira.

Desde o início deste ano e até ao mês passado, registou-se a maior devastação da floresta amazónica desde 2015, num total de 2032 quilómetros quadrados, de acordo com informação do sistema de Deteção de Desmatamento em Tempo Real (Deter), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

O registo indicou uma subida de 34% face à desflorestação ocorrida no mesmo período no ano passado e 49% acima da média histórica. Além disso, os alertas de desflorestação aumentaram 12% em maio face ao mesmo mês de 2019, somando 829 quilómetros quadrados, o maior total para o mês em cinco anos.

Os alertas produzidos pelo sistema Deter são feitos de acordo com informações recolhidas por satélites e servem para orientar a fiscalização e garantir ações eficazes de controlo do derrube das florestas brasileiras.

No início desta semana, o Inpe informou que a desflorestação da Amazónia brasileira, de agosto de 2018 a julho de 2019, primeiro ano do Governo do Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, foi maior do que se imaginava.

No período, a floresta amazónica perdeu 10.129 quilómetros quadrados de sua cobertura vegetal, registando o maior nível de destruição em um ano desde 2008.

Bolsonaro, que defende iniciativas questionadas por ambientalistas sobre a preservação do meio ambiente, incentiva a agricultura e a mineração na floresta, mesmo em áreas de proteção demarcadas onde tais atividades são proibidas.

Em julho do ano passado, o Presidente demitiu o então presidente do Inpe por divergir sobre os métodos utilizados pela agência espacial brasileira para medir a desflorestação na maior floresta tropical do mundo.

O chefe de Estado brasileiro considerou que os dados apresentados eram falsos e defendeu que os números foram divulgados por pessoas de má-fé e funcionários públicos com interesses políticos que tinham interesse em prejudicar o seu Governo.

Os discursos de Bolsonaro favoráveis à exploração comercial da Amazónia também incentivam lenhadores a aumentar o derrube ilegal da floresta para extrair madeira, assim como os agricultores que promoveram uma expansão ilegal das suas áreas de cultivo na região.

No ano passado, as queimadas na Amazónia chamaram a atenção do mundo. As primeiras informações sobre fogo no estado do Pará, que tem uma grande área da floresta amazónica no seu território, indicam que um grupo de fazendeiros se organizou para promover um “dia do fogo” em homenagem a Bolsonaro, acto que causou a destruição de centenas de quilómetros de floresta.

A Amazónia é a maior floresta tropical do mundo e possui a maior biodiversidade registada numa área do planeta. Tem cerca de 5,5 milhões de quilómetros quadrados e inclui territórios do Brasil, Peru, Colômbia, Venezuela, Equador, Bolívia, Guiana, Suriname e Guiana Francesa (pertencente à França).

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Mayflower 2.0: um navio autónomo pilotado por IA está a refazer a viagem do original

Quatro séculos e uma pandemia depois de o Mayflower original ter zarpado do porto de Southampton, numa jornada histórica para a América, outro veículo pioneiro com o mesmo nome partiu para refazer a mesma viagem. O …

Halterofilista neozelandesa será a primeira atleta transgénero a competir nos Jogos Olímpicos

A neozelandesa Laurel Hubbard, de 43 anos, classificou-se para os Jogos Olímpicos de Tóquio na categoria acima de 87kg feminina (super pesadas) do levantamento de peso, tornando-se a primeira atleta transgénero a participar na competição. "Estou …

República Checa 0-1 Inglaterra | Serviços mínimos valem topo

A Inglaterra, que tinha assegurado o apuramento na segunda-feira, garantiu o primeiro lugar do Grupo D do Euro 2020, ao vencer a República Checa por 1-0, com um golo madrugador, no mítico estádio de Wembley. Num …

Croácia 3-1 Escócia | Croatas de trivela rumo aos oitavos

A Croácia, liderada pelos ‘craques’ Luka Modric e Ivan Perisic, qualificou-se hoje para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao vencer por 3-1 a Escócia, que eliminou, num Grupo D conquistado pela Inglaterra. Os …

Asteroide tem nome de astrofísico português Nuno Peixinho

O astrofísico português Nuno Peixinho dá nome a um asteroide, descoberto em 1998 e que tem pouco mais de 10 quilómetros de diâmetro, anunciou esta segunda-feira o Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), …

"É inaceitável". Ana Mendes Godinho critica situações de trabalho temporário que "duram décadas"

A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho, insistiu esta terça-feira na relevância do combate à precariedade, sinalizando a intenção de restringir o trabalho temporário. "Tem de haver mecanismos mais fortes para combater a segmentação do mercado …

Hitler expulsou os soldados judeus há oito décadas. Agora, um rabino junta-se ao exército alemão

No início da Segunda Guerra Mundial, Hitler expulsou os judeus das Forças Armadas na década de 1930. Agora, Zsolt Balla irá assumir o cargo de rabino-chefe do exército alemão. Mais de 80 anos depois, aquilo que …

Rio critica Governo após "justa indignação" de Merkel

O presidente do PSD acusou esta terça-feira o Governo de estar a fazer Portugal passar “por uma vergonha desnecessária”, considerando que depois da “vexatória desconsideração” do Reino Unido, os portugueses têm que “ouvir a justa …

Amazon acusada de destruir milhões de itens não vendidos todos os anos

A Amazon foi acusada de destruir milhões de itens não vendidos todos os anos, segundo uma investigação da Newsweek, publicada na segunda-feira. "Uma investigação da ITV News num dos centros de distribuição da Amazon no Reino …

Enquanto o mundo lutava contra uma pandemia, a Guiné declarava o fim do segundo surto do Ébola

No passado sábado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou o fim do segundo surto de Ébola na Guiné-Conacri, que vitimou mortalmente 12 pessoas. "Tenho a honra de declarar o fim do Ébola na Guiné", disse …