J.K. Rowling pede desculpas pela morte de Dobby, o elfo doméstico

Daniel Ogren / Flickr

A escritora J.K. Rowling

A escritora britânica J.K. Rowling pediu desculpas nesta quarta-feira por ter “matado” o elfo doméstico Dobby antes da Batalha de Hogwarts e manteve a tradição de pedir perdão anualmente pelas mortes ocorridas num dos eventos mais importantes de Harry Potter, a série de livros do jovem bruxo.

“É aniversário da Batalha de Hogwarts outra vez. Neste ano peço desculpa por ter matado alguém que não morreu durante a Batalha de Hogwarts, mas que deu a sua vida para salvar as pessoas que amava. Estou a falar, certamente, de Dobby, o elfo doméstico”, afirmou a autora.

A Batalha de Hogwarts ocorre no fim de “Harry Potter e as Relíquias da Morte”, o último livro da saga. As forças do bem e do mal enfrentam-se de forma definitiva, e o jovem bruxo derrota o seu principal inimigo, Voldemort.

O dia 2 de maio é o aniversário do conflito, que teria ocorrido em 1998. Desde 2015, Rowling pede desculpa pela morte de alguns dos personagens queridos que se sacrificaram para que o bem triunfasse.

A tradição começou com Fred Weasley, um dos irmãos de Ron, o melhor amigo de Harry. Depois seguiu com Remus Lupin, querido professor do jovem bruxo, e Severus Snape, que lecionava Poções e Defesa contra as Artes das Trevas e encontrou a rendenção na batalha.

Este ano, a escritora optou por Dobby, o elfo doméstico que morreu para salvar Harry antes da luta final. O tweet da escritora já teve mais de 32 mil “likes” e foi respondido por milhares de usuários, mostrando que Harry Potter continua a ser um fenómeno de público.

ZAP // EFE

PARTILHAR

RESPONDER

PJ diz que há “condições” para alargar colaboração com Rui Pinto

A Polícia Judiciária (PJ) admitiu a possibilidade de a colaboração com Rui Pinto poder “ir além” da abertura dos discos encriptados e apreendidos ao criador do Football Leaks, reconheceu esta quinta-feira o inspetor José Amador. "Temos …

Netanyahu avisa que confinamento em Israel pode durar um ano

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse esta quinta-feira que o confinamento no país pode prolongar-se durante meses ou mesmo "um ano" após uma reunião em que foram debatidas novas restrições contra a propagação da …

FC Porto com City na Champions. Ronaldo volta a encontrar Messi

O FC Porto vai defrontar os ingleses do Manchester City, os gregos do Olympiacos e os franceses do Marselha no Grupo C da fase de grupos da Liga dos Campeões em futebol, ditou esta quinta-feira …

Cabrita pede abertura de inquérito a fuga de 17 migrantes. Cinco já terão sido apanhados

O ministro da Administração Interna pediu a abertura de um inquérito à fuga de 17 migrantes do norte de África que desembarcaram em setembro no Algarve e fugiram, durante a madrugada, do quartel em Tavira …

Governo chega a acordo com Madrid para alargar restrições a toda a comunidade

O Governo espanhol anunciou, esta quarta-feira, um acordo que estende medidas para combater a covid-19, já em vigor em partes da Comunidade Autónoma de Madrid, a toda a capital e várias localidades da periferia onde …

Ciclista suspenso por defender Trump

Quinn Simmons respondeu no Twitter a uma jornalista e a sua equipa suspendeu o atleta. Um "adeus" e uma mão negra na origem da polémica. Quinn Simmons foi campeão do mundo de ciclismo no ano passado, …

Bolsonaro considera "lamentável" discurso de Biden que apela ao país que pare de destruir a Amazónia

Jair Bolsonaro classificou como “lamentável” o comentário de Joe Biden durante  o debate presidencial que ocorreu na madrugada de terça-feira. O candidato democrata mostrou-se preocupado com o facto das florestas tropicais no Brasil estarem a …

Ex-responsável militar acusado de fazer compras pessoais e cobrar ao Exército

Um antigo responsável militar mandou cobrar ao Exército compras pessoais no valor de 7.600 euros, feitas ao longo de seis meses. Um antigo responsável militar no Porto mandou cobrar ao Exército compras pessoais no valor de …

American Airlines e United Airlines preparam-se para despedir 32.000 funcionários

As companhias aéreas norte-americanas American Airlines e United Airlines preparam-se para despedir, no total, 32.000 funcionários, situação que admitem travar se os apoios do Governo forem prorrogados.  A American Airlines anunciou que começará a despedir 19.000 …

Lei da Nacionalidade. PS deixa cair artigos que motivaram veto de Marcelo

A vice-presidente da bancada socialista Constança Urbano de Sousa disse à agência Lusa que o PS vai "atender plenamente" às objeções que estiveram na origem do veto do Presidente da República à revisão da Lei …