Desconfinar creches e 1.º ciclo em março é possível, mas com “botão de pânico”

O epidemiologista Manuel Carmo Gomes considera que é possível a partir de meados deste mês abrir creches e primeiro ciclo. Contudo, tem de se estar “sempre pronto para parar”.

O plano de descofinamento será anunciado pelo Governo esta quinta-feira. Na reunião do Infarmed desta segunda-feira, uma especialista defendeu que a reabertura deveria começar pelas creches e pelo pré-escolar. No entanto, os diretores das escolas públicas argumentam que os alunos mais impactados pelo ensino à distância são os do 1.º e 2.º anos, pelo que o desconfinamento escolar deveria iniciar-se por eles.

Ouvida no Infarmed, Raquel Duarte, da Administração Regional de Saúde do Norte e do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto, defende que o plano de desconfinamento comece pelas creches.

O presidente da Associação Nacional de Dirigentes Escolares (ANDE), Manuel Pereira, reconhece que o confinamento “está a ter impacto em todas as crianças” e que, por isso, seria importante “que regressassem o quanto antes às escolas”. Todavia, entende que “a prioridade deve ser dada ao 1.º ciclo”.

“Começa a ser urgente”, defende também Filinto Lima, da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (Andaep), citado pelo jornal Público.

Por sua vez, o Ministério da Educação não avança qualquer pormenor sobre o regresso ao ensino presencial. A derradeira decisão será do Governo, na quinta-feira, após o Conselho de Ministros.

Filinto Lima explica que a principal dúvida é se a retoma do ensino presencial se inicia já na próxima segunda-feira, 15 de março, ou apenas depois da Páscoa, a 5 de abril. As escolas “estão em condições de abrir, assim que o Governo disser que o devemos fazer”, assegura.

O epidemiologista Manuel Carmo Gomes considera que é possível a partir de meados deste mês abrir creches e primeiro ciclo do ensino básico. No entanto, o especialista alerta que os seus efeitos na subida de casos e nos internamentos “têm de ser muito bem avaliados”.

“Não é prometer um calendário e cumprir aconteça o que acontecer. É abrir e ver o que se decide em função do que se medir ao fim de 15 dias”, salienta.

“O Rt já está subir, e há um atraso de sete dias na medição do Rt, e o impacto da variante do Reino Unido – que representa cerca de 65% dos novos casos em Portugal – pode fazer o Rt subir mais depressa do que estamos habituados”, acrescenta o epidemiologista. “Temos de começar por algum lado, mas sempre pronto para parar“.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Secreto e lucrativo, o mercado de venda de "fezes de cachalote" pode também ser violento

O âmbar cinza é altamente raro, mas também altamente valioso. Usada na indústria dos perfumes, o mercado deste material pode ser muito perigoso. Deixa na pele uma resina oleosa e tem um cheiro a tabaco, madeira, …

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …

Astrónomos resolvem mistério cósmico com 900 anos

Um mistério cósmico com 900 anos, em torno das origens de uma famosa supernova observada pela primeira vez na China no ano 1181, foi finalmente resolvido. Uma nova investigação, publicada dia 15 de setembro no The …

Bons hábitos alimentares podem reduzir a probabilidade de contrair covid-19

Um novo estudo indica que as pessoas que comem muitas frutas e vegetais podem ter menos probabilidades de contrair covid-19. Num pesquisa que envolveu 590 mil adultos, os investigadores descobriram que as pessoas que eram adeptas …

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …