Cientistas descodificam genoma completo do trigo pela primeira vez

Pela primeira vez, um grupo de cientistas conseguiu descodificar o genoma completo do trigo. A descoberta representa um grande avanço que, de acordo com os investigadores, ajudará a alimentar a crescente população mundial. 

Uma descrição detalhada do genoma do trigo foi esta quinta-feira publicada na revista Science, permitindo no futuro produzir novas variedades do cereal, potencialmente adaptadas às alterações climáticas, mais rentáveis, mais nutritivas e sustentáveis.

A descodificação da sequência do genoma do trigo foi o resultado de 13 anos de investigação, juntando mais de 200 cientistas de 73 instituições de 20 países, um consórcio, o International Wheat Genome Sequencing Consortium, que agora publica o artigo na revista.

A revelação da estrutura do geno do trigo foi durante muito tempo considerada uma missão impossível, devido ao grande tamanho – cinco vezes maior do que o genoma humano – e complexidade – a existência de três sub-genomas e mais de 85% do genoma ser composto por elementos repetidos.

Além da sequência dos 21 cromossomas, o artigo apresenta a localização exata de 107.891 genes e de mais de quatro milhões de marcadores moleculares.

Realizada com uma variedade de trigo chamada “Chinese Spring” a descodificação anunciada é apresentada como a de maior qualidade feita até hoje.

Cultura essencial para a segurança alimentar, o trigo é o alimento básico para mais de um terço da população mundial e contribui para quase 20% do total de calorias e proteínas consumidas pelas pessoas, mais do que qualquer outra fonte alimentar. E é também uma importante fonte de vitaminas e minerais.

Para responder à procura de trigo no futuro, com uma população mundial projetada de 9,6 mil milhões de pessoas até 2050, a produtividade do cereal precisa de aumentar 1,6% por ano. Mas esse aumento terá de se dever essencialmente à melhoria das culturas e das características das terras atualmente cultivadas, para preservar a biodiversidade e a água.

Com a descodificação da sequência do genoma agora concluída, salientam os autores do trabalho, os agricultores poderão ter grãos com mais rendimento e qualidade, mais resistentes a doenças fúngicas e mais tolerância a stress abiótico (influências do meio envolvente).

E acrescentam que se espera uma melhoria do trigo nas próximas décadas, com benefícios semelhantes aos observados com o milho e o arroz, depois de concluídas as suas sequências de referência.

“Era um projeto ambicioso, mas era importante para mim que o trigo não fosse visto apenas como o primo pobre na área de sequenciamento do genoma”, disse o professor Rudi Appels, que participou na investigação, em declarações ao The Guardian.

“Eu sempre tive esperanças de que a descodificação pudesse ser feita”, rematou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Há caranguejos mutantes e zangados a invadir a costa dos EUA (e são verdes)

Uma espécie agressiva de caranguejo verde está a invadir as águas do estado norte-americano de Maine, deixando um rasto de destruição nos habitats e ecossistemas aquáticos. Os caranguejos (Carcinus maenas) ameaçam várias espécies, como mexilhões azuis, …

Porsche quer ser a primeira fabricante alemã a deixar o diesel

A Porsche quer tornar-se a primeira fabricante automobilística alemã a deixar o diesel, apostando em motores a gasolina, híbridos e, a partir de 2019, em veículos elétricos, anunciou este domingo o presidente executivo da empresa. "Agora …

Viver nas cidades aumenta risco de demência (e a culpa é da poluição)

Viver na cidade influencia a nossa saúde. Segundo um estudo recente, a poluição do ar pode aumentar em 40% o risco de desenvolver demência. O impacto da poluição do ar na nossa saúde já era conhecido, …

Finalmente resolvido o mistério do assassino de gatos em Londres

Um dos mistérios criminais que intrigava a Inglaterra está finalmente resolvido. A conclusão é que, afinal, o famoso assassino de gatos de Croydon não existe. O mistério à volta da morte de mais de 400 gatos …

Benfica - Aves | Triunfo de águia exuberante e perdulária

O Benfica respondeu ao triunfo do FC Porto no sábado com uma vitória caseira sobre o Desportivo das Aves, por 2-0. O resultado pode indicar algumas dificuldades por parte da formação “encarnada”, mas pode-se dizer, sem …

Aquecimento global no Pleistoceno elevou nível do mar até 13 metros

O aquecimento global no final do período do Pleistoceno, com temperaturas similares às previstas para este século, reduziu a camada de gelo da Antártida oriental e elevou o nível do mar até 13 metros acima …

Autor dos mais famosos estudos sobre comida viu 13 artigos retirados

O famoso investigador norte-americano está envolvido numa polémica, depois de 13 dos seus estudos científicos terem sido retirados de algumas publicações. É provável que nunca tenha ouvido falar de Brian Wansink mas, tal como recorda o …

NASA observa movimentos tectónicos recentes em Marte

A sonda Mars Express da NASA observou fissuras proeminentes em Marte causadas devido à ação de falhas tectónicas que atingiram a superfície do planeta há menos de dez milhões de anos. As imagens foram capturadas …

Mulher que acusa de abuso juiz nomeado por Trump para o Supremo aceita depor

Christine Blasey Ford, a mulher que acusou de agressão sexual o juiz Brett Kavanaugh, nomeado por Donald Trump para o Supremo Tribunal dos Estados Unidos, aceitou testemunhar perante o Senado, na próxima semana, disse neste …

Hubble deteta radiação nunca antes vista numa estrela de neutrões

Uma invulgar emissão de radiação infravermelha, de uma estrela de neutrões próxima, detetada pelo Telescópio Espacial Hubble da NASA, pode indicar novas características nunca antes vistas. Uma possibilidade é que exista um disco poeirento em redor …