Descoberto um túnel secreto para o “submundo” debaixo da Pirâmide da Lua

Pixabay

Complexo arqueológico de Teotihuacán (México) que testemunha o esplendor da civilização Asteca.

Complexo arqueológico de Teotihuacán (México) que testemunha o esplendor da civilização Asteca.

Arqueólogos do Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) da Cidade do México identificaram um túnel secreto, por baixo da superfície da antiga cidade de Teotihuacan, próximo da Pirâmide da Lua, que terá sido construído para “imitar o submundo”.

A passagem secreta foi encontrada 10 metros abaixo da grandiosa Pirâmide da Lua, com recurso a tomografias, e estende-se até à área conhecida como “quadrado central”, usada para sacrifícios humanos e outros rituais perdidos.

Esta pirâmide é a estrutura mais alta da capital mexicana e está cercada por uma versão menor, onde os arqueólogos acreditam que o público assistiria em pé aos sacrifícios que ocorriam.

O túnel agora encontrado estende-se desde o centro da Praça da Lua até à Pirâmide da Lua, conforme notam os arqueólogos envolvidos nas escavações.

Acredita-se que este túnel terá sido construído para “imitar o submundo”, “um lugar onde se pensava que seriam criadas a vida, as plantas e a comida”, refere a arqueóloga Verónica Ortega, directora do Projecto de Conservação Integral da Praça da Lua, conforme cita o site Live Science.

O túnel

O túnel assemelha-se a outros encontrados na região, muitas vezes cobertos com oferendas e projectados para imitarem passagens para o submundo.

Há também a possibilidade de que se trate da coluna central de uma rede de túneis escondidos, por debaixo da superfície da antiga cidade mexicana.

A própria pirâmide, construída para honrar o criador, a Grande Deusa de Teotihuacan, está cheia de sacrifícios humanos e pessoas enterradas vivas, juntamente com fragmentos de materiais como obsidiana, pedra verde e vários esqueletos de animais.

Como o túnel ainda não foi escavado, os arqueólogos não têm a certeza do que é que ele contém exactamente, mas é provável que abrigue objectos e cadáveres semelhantes.

Teotihuacan

A origem dos fundadores de Teotihuacan continua a ser uma história misteriosa, mas a teoria mais plausível é de que a cidade começou a ser construída por volta de 300 a 100 anos a.C..

Quando o primeiro milénio d.C. chegou, era a maior cidade das Américas pré-colombianas, contendo cerca de 125 mil habitantes, um dado que também a tornaria a sexta metrópole mais populosa do mundo, naquela época.

Não está claro se era o centro de um império ou mais uma cidade-estado. De qualquer forma, as suas influências arquitectónicas e culturais podem ser vistas em toda a América Central – os seus milhares de murais já foram comparados, em beleza, aos dos pintores da Florença renascentista, em Itália.

História

Na altura em que a influência de Teotihuacan começou a espalhar-se pela região, a cidade era aparentemente governada por um homem que, com base nas descrições feitas pelos maias, os arqueólogos apelidaram de “Coruja Lançadora de Lança”.

Durante algum tempo, não houve, provavelmente, ameaças ao seu governo, já que nenhuma guarnição ou fortificação militar de qualquer tipo foi encontrada ao redor do sítio arqueológico. Eventualmente, porém, como parece ser sempre o caso, a civilização entrou em colapso e a cidade caiu em ruínas.

As evidências encontradas revelam que a cidade foi queimada por volta do ano 500 d.C.. Como a maior parte dos danos foram feitos em edifícios que alojavam a classe dominante, é possível que a destruição da capital tenha sido induzida pelo povo.

Os Astecas chegaram a Teotihuacan no Século XIV e reivindicaram uma ascendência compartilhada com o seu povo, tomando o local para si. Foram eles que baptizaram os templos com os nomes comummente usados, incluindo a Pirâmide da Lua.

Provavelmente, os Astecas não conheciam os túneis que estavam escondidos debaixo dela.

Património Mundial

Após a transformação do México através da colonização, da conquista e da globalização, a área tornou-se Património Mundial da UNESCO.

Agora, os arqueólogos têm muito trabalho pela frente para descobrirem os muitos segredos de Teotihuacan, enterrados por camadas e camadas de história.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Fantastico para nós, a assistir aos relatos no sofá, para eles devia ser um inferno!
    O mundo dá muitas voltas, está provado que nunca pára, nem sei como nao fica louco(?)

RESPONDER

Há um petroleiro abandonado há mais de uma década nas Caraíbas (e é uma "bomba-relógio")

Um navio de armazenamento de petróleo venezuelano está ancorado no Golfo de Paria, um trecho de mar fechado entre a Venezuela e a ilha de Trinidad, há mais de uma década. Antes de os Estados Unidos …

Portugal deve bater recorde de doentes em cuidados intensivos ainda esta semana

Portugal deverá ultrapassar, esta quarta-feira, o recorde de doentes em unidades de cuidados intensivos, alertou a ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa sobre a capacidade do Serviço Nacional de Saúde para combater …

A Budapest Eye foi restaurante por um dia (e com estrela Michelin)

Um restaurante com estrela Michelin em Budapeste, na Hungria, ofereceu aos clientes uma experiência gastronómica na famosa roda gigante Budapest Eye. Atraiçoado pela queda de faturação após o desaparecimento de turistas estrangeiros, o restaurante Costes, premiado …

Antigo ministro da Saúde Leal da Costa admite novo estado de emergência

O antigo ministro da Saúde Fernando Leal da Costa defendeu hoje que em algum momento deve ser decretado de novo o estado de emergência, para que o Governo possa tomar medidas na luta contra a …

Marcelo promulga uso obrigatório de máscara na rua por 70 dias

O Presidente da República promulgou esta segunda-feira o decreto da Assembleia da República que determina o uso obrigatório de máscara na rua, por um período de 70 dias, sempre que não seja possível cumprir o …

Cruzeiros vazios no meio do oceano tornam-se destinos turísticos

Embarcados num pequeno ferry, turistas dirigem-se até aos locais onde grandes navios cruzeiros estão parados e desertos. Esta foi uma solução encontrada para reavivar o setor. A pandemia de covid-19 está a fazer com que, genericamente, …

Todas as pensões mais baixas vão ter aumento extra de dez euros

As pensões mais baixas, até aos 658 euros, vão ter um aumento extraordinário de dez euros no próximo ano. O Governo confirmou a informação avançada pelo PCP. A ministra do Trabalho e Segurança Social, Ana Mendes …

Na fase inicial da pandemia, o setor privado "não quis e não entrou no combate à pandemia"

A antiga ministra da Saúde Ana Jorge considera que os privados podem ser envolvidos na luta contra a pandemia, recebendo doentes não covid-19, mas avisa que é preciso um “equilibro” nessa ação, depois de estes …

Uso de máscara pode salvar 130 mil vidas nos EUA até final de fevereiro, revela estudo

As medidas de distanciamento social, principalmente o uso de máscaras em público, podem salvar até 130 mil vidas nos Estados Unidos (EUA), revelou um novo estudo divulgado na sexta-feira. Em abril, o Presidente dos Estados Unidos …

A guerra contra o plástico está a distrair-nos da poluição invisível

O atual foco na poluição de plástico está a fazer com que as pessoas descurem o tipo de poluição que não é possível ver, alerta uma equipa de investigadores. O plástico é um material incrivelmente útil …