Descoberto no Cazaquistão misterioso monumento com 1.500 anos

(dr) Evgeniï Bogdanov

-

Uma dupla de arqueólogos descobriu um gigantesco monumento de pedra, perto do Mar Cáspio, com uma área equivalente a 200 campos de futebol.

As estruturas são feitas de “placas de pedra inseridas verticalmente no chão”, segundo a descrição dos investigadores. Cada uma das pedras tem um tamanho diferente, sendo que algumas medem apenas quatro metros, enquanto outras metem por exemplo 34 por 24 metros. A equipa ainda não sabe explicar por que é que são tão diferentes umas das outras.

A região está a ser estudada por Andrey Astafiev, da Reserva Histórica e Cultural Magistaus do Cazaquistão, e Evgenii Bogdanov, da Academia Russa de Estudos.

Tudo começou em 2010 quando um homem, conhecido como F. Akhmadulin, explorava a região com um detetor de metais e notou algo estranho: pedaços de prata perto de uma enorme placa de pedra na região de Altÿnkazgan.

Os arqueólogos seguiram então as dicas deste amador. A descoberta que mais os surpreendeu foi uma sela de prata com uma decoração em alto-relevo, com imagens de javalis, veados e outros animais que parecem ser leões.

“Infelizmente, a situação socioeconómica da região não é favorável a pesquisas arqueológicas e, por isso, só em 2014 é que os autores deste artigo conseguiram escavar certas partes do local”, escreveram os autores na revista Ancient Civilizations from Scythia to Siberia.

Quando as escavações começaram, os arqueólogos tralharam na estrutura de pedra onde Akhmadulin encontrou a sela. Foi a partir daí que encontraram outras partes de selas e outros artefactos como, por exemplo, dois objetos de bronze que se parecem com pedaços de um chicote.

(dr) Evgeniï Bogdanov

-

Quem era o dono da sela?

“Certas características da construção e detalhes das pedras de Altÿnkazgan permitem-nos dizer que foram ali deixadas por tribos nómadas. O design das decorações da sela indica que foi feita quando o Império Romano estava a deteriorar-se e um grupo chamado Hunos estava a viajar pela Ásia e pela Europa”.

Assim, o dono da sela era provavelmente alguém com poder e riqueza consideráveis. Os símbolos chamados “tamgas”, encontrados acima das cabeças dos predadores, podem ser uma indicação do estado privilegiado desta pessoa, assim como uma ligação com o clã do qual fazia parte, explicam os arqueólogos.

Ainda não é claro por que é que estas selas foram colocadas na estrutura de pedra, mas é possível que isso tenha acontecido por causa de algum ritual, como um enterro. Também foram encontrados restos de um esqueleto debaixo da estrutura, embora seja muito mais recente do que a sela.

A investigação continua para responder a essa e a outras perguntas, tanto que a dupla pretende publicar um novo artigo em 2017.

ZAP / Hypescience

PARTILHAR

RESPONDER

Descoberta nova lesão pulmonar que poderá estar ligada a cigarros eletrónicos com líquido

Um grupo de investigadores do Canadá anunciou esta quinta-feira a descoberta do que considera ser um novo tipo de lesão pulmonar causado pela vaporização com cigarros eletrónicos com líquido e que é semelhante à bronquiolite …

Professor acusado de agredir aluno surdo em Penafiel

Um estudante surdo foi agredido, na terça-feira, por um professor dentro de uma das salas de aula da escola secundária Joaquim de Araújo, em Penafiel. Um estudante de 16 anos, da escola secundária Joaquim de Araújo, …

Presidente da Colômbia disse que o Governo ouviu protestos em massa

O Presidente da Colômbia, Iván Duque, garantiu que ouviu as exigências dos manifestantes que saíram há rua na quinta-feira para um protesto maciço contra a política económica e social do atual governo. "Hoje [quinta-feira], os colombianos …

Detido mais um suspeito do caso do camião do Reino Unido

Foi detida mais uma pessoa por suspeitas de ligação ao caso do camião encontrado em Essex, Inglaterra, com 39 cadáveres no seu interior. A polícia britânica prendeu, hoje de manhã, um homem de 23 anos, …

Antigo primeiro-ministro da Escócia enfrenta 14 acusações de abuso sexual

Alex Salmond, o antigo primeiro-ministro da Escócia que desencadeou uma tentativa de independência do Reino Unido, compareceu em tribunal para enfrentar 14 crimes de abuso sexual alegadamente cometidos enquanto liderava o país. Entre os crimes está …

César, Louçã, Domingos Abrantes, Rio e Balsemão eleitos para Conselho de Estado

O Conselho de Estado é um órgão de consulta do Presidente da República composto por 19 membros, cinco dos quais eleitos pela Assembleia da República. Carlos César (PS), Francisco Louçã (BE), Domingos Abrantes (PCP), Rui Rio …

China já está a trabalhar no desenvolvimento de redes 6G

As autoridades chinesas divulgaram esta sexta-feira que já iniciaram pesquisas para o desenvolvimento de redes sem fio de sexta geração, apenas algumas semanas depois de as três principais operadoras de telecomunicações do país terem lançado …

Miguel Morgado desiste de se candidatar à liderança do PSD

O ex-adjunto de Pedro Passos Coelho anunciou, esta sexta-feira, que desistiu de avançar com a sua candidatura para liderar o PSD. Miguel Morgado anunciou, esta sexta-feira, através do Facebook, que "não foi infelizmente possível no presente …

Merkel fará a sua primeira visita ao antigo campo de concentração de Auschwitz

A chanceler alemã, Angela Merkel, pretende visitar o antigo campo de concentração nazi de Auschwitz na Polónia, pela primeira vez nos seus 14 anos no cargo, anunciou na quinta-feira um jornal de Munique. Segundo Sueddeutsche Zeitung, …

Bebé encontrado no lixo já está com uma família de acolhimento

O bebé encontrado num ecoponto, no início do mês, e que esteve até quinta-feira hospitalizado, já está com uma família de acolhimento, informou a Santa da Misericórdia de Lisboa esta sexta-feira. A instituição refere numa nota …