Descobertas novas gravuras rupestres no Vale do Côa. E são uma surpresa

(dr) Fundação Côa Parque

Gravuras rupestres de Foz Côa.

Uma equipa de arqueólogos colocou a descoberto uma nova rocha com gravuras rupestres, no sítio da Penascosa, no Parque Arqueológico do Vale do Côa (PAVC).

“Esta descoberta revela não só a riqueza da arte rupestre de um dos sítios mais visitados do Vale do Côa, como confirma a importância da continuação de trabalhos arqueológicos, mesmo em locais que se julgam muito bem estudados ou conhecidos”, explicou o arqueólogo Thierry Aubry, um dos profissionais envolvidos na investigação.

Segundo o especialista na “Arte do Côa”, os motivos desta nova rocha apresentam um estilo que é mais característico de fases mais recentes do Paleolítico Superior, com uma idade de 12 mil a 18 mil anos, do que os da maioria das rochas do sítio, com 25 mil a 28 mil anos.

“O sítio rupestre da Penascosa foi um dos primeiros a ser descoberto no Vale do Côa, decorria o ano de 1995. O objetivo destas sondagens foi encontrar vestígios contemporâneos das gravuras do Côa, e acabámos por encontrar uma gravura mais recente, o que demonstra o potencial arqueológico deste sítio”, observou o arqueólogo da Fundação Côa Parque.

A nova descoberta acaba, assim, por ser “uma surpresa“, para os especialistas, por ser uma rocha gravada “num período mais recente da Arte do Côa”.

“Este novo achado vem demonstrar a diversidade de um sítio mais clássico”, do parque arqueológico, “onde há gravuras com cerca de 30 mil anos de antiguidade”, indicou.

“Com este trabalho pretende-se atingir dois objetivos fundamentais. O primeiro é a identificação de vestígios contemporâneos da execução das gravuras deste núcleo. O segundo era verificar se existe alguma relação entre a altitude a que se encontram as gravuras no sítio, e a sua cronologia”, frisou Thierry Aubry.

Passados 20 anos sobre a classificação da “Arte do Côa” como Património Mundial, sondagens no Sítio da Penascosa, no âmbito do projeto “PaleoCôa”, colocaram a olho nu o novo achado, que carece ainda de interpretação e leitura por parte dos especialistas em arte rupestre.

“Temos de terminar as sondagens, que se vão prolongar por mais uns dias, para podermos encontrar o contexto arqueológico em que a nova descoberta está inserida, situada num período mais moderno, face ao que caracteriza o Parque Arqueológico do Vale do Côa”, enfatizou o arqueólogo.

Em março deste ano, foram descobertas vinte novas gravuras do Paleolítico Superior, em que eram representados diferentes animais. Foram todas encontradas na margem esquerda do rio Côa, e terão aproximadamente 20 mil anos.

A arte rupestre do Côa, inscrita na Lista do Património Mundial da UNESCO desde 1998, foi uma das mais importantes descobertas arqueológicas do Paleolítico Superior, em finais do século XX, em toda a Europa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Só espero que não esteja projectada a construção de nenhuma barragem no local ou em construção para não acontecer como a outra que lá foram 50 milhões ao charco por ordem do Mário Soares.

RESPONDER

JAXA e GITAI fazem a primeira demonstração mundial de robótica espacial do setor privado

A startup de robótica espacial GITAI e a Japan Aerospace Exploration Agency (JAXA) estão a unir esforços para produzir a primeira demonstração de robótica no Espaço por uma empresa privada. O acordo assinado pela GITAI e …

Resort da Tailândia processa norte-americano por causa de avaliação negativa no Tripadvisor. Arrisca dois anos de prisão

Um resort de uma ilha da Tailândia processou um norte-americano por causa de uma análise negativa no Tripadvisor. Se for considerado culpado, o homem pode ser condenado a até dois anos de prisão. Wesley Barnes …

Em 2020, o Ártico teve a segunda menor extensão de gelo já registada

A 15 de setembro de 2020, o gelo do mar Ártico atingiu a sua extensão mínima anual, a segunda menor já registada. A região do Ártico em geral está a aquecer três vezes mais depressa …

Assassinato em série por resolver. Vacas podem estar a pisar coalas até à morte

Afinal, as vacas podem não ser herbívoros inofensivos. Um novo estudo revela que estes animais podem estar a pisar - e a matar - coalas em toda a Austrália. Os coalas enfrentam muitas ameaças, mas raramente …

Em apenas dois dias, duas mulheres "dalit" morreram vítimas de violação na Índia

De acordo com a polícia local, uma segunda mulher dalit morreu na Índia após ter sido violada por dois homens. Outro caso semelhante aconteceu esta semana, depois de uma jovem de 19 anos, do mesmo …

A Casa Branca contratou para a NOAA cientistas que defendem que as mudanças climáticas "são uma mentira"

Funcionários do governo norte-americano terão abordado cientistas com historial de críticas regulares sobre as mudanças climáticas causadas pelo homem, aos quais foram propostos cargos de gestão na NOAA. Segundo especialistas citados pela E&E News, esta …

United quase pede para Dalot sair

Adeptos pensavam que o português nunca mais ia jogar pela equipa principal do Manchester United. Jogou na Taça da Liga e não convenceu. O Manchester United seguiu para os quartos-de-final para a Taça da Liga inglesa, …

Testemunhas revelam que agentes de inteligência dos EUA consideraram sequestrar (e envenenar) Assange

Testemunhas anónimas revelaram em tribunal que planos para envenenar ou sequestrar Julian Assange da embaixada do Equador foram discutidos entre fontes da inteligência dos Estados Unidos e uma empresa de segurança privada que espiou o …

"Assassino do Twitter" assume ter matado 8 mulheres que partilharam pensamentos suicidas

O caso está a chocar o Japão. Perante o Tribunal de Tóquio, Takahiro Shiraishi declarou-se culpado, após ter assassinado e esquartejado oito mulheres e um homem em 2017. O assassino conheceu as vítimas através da rede …

"Como me mudar para o Canadá?" É o que os norte-americanos querem saber depois do debate presidencial

Depois do debate presidencial ficar marcado por diversas interrupções e insultos entre os candidatos à Casa Branca, são muitos os americanos a sentirem-se tentados a abandonar o país, e já escolherem o destino: o Canadá. Ao …