Descobertas figuras humanas pintadas há 6.000 anos num enorme dólmen em Espanha

Um estudo científico revelou detalhes interessantes sobre o dólmen de Soto, um complexo megalítico subterrâneo localizado na cidade espanhola de Trigueros.

O uso de tecnologias atuais permitiu expandir consideravelmente o que se sabia sobre este monumento pré-histórico, que os especialistas têm comparado com o famoso Stonehenge.

De acordo com os resultados deste trabalho, recolhidos no livro “Símbolos da morte na pré-história recente no sul da Europa, o dólmen de Soto”, este imponente recinto megalítico é coberto por um grande monte com cerca de 60 metros de diâmetro e delimitado circularmente por um conjunto de grandes pedras.

Além disso, uma galeria composta por 63 suportes de pedra penetra no espaço da circunferência ao centro, sob o peso de outras 30 enormes lajes, criando uma passagem com mais de 21 metros de comprimento e três de largura. Ambos os pilares e as lajes do telhado são rochas de arenito, ardósia e calcário.

Um dos detalhes que mais interessam aos investigadores é a antiguidade da simbologia profusa encontrada na superfície das pedras – todas pintadas, esculpidas ou gravadas -, estimada em cerca de seis mil anos. Mais de 60 figuras representam pessoas que carregam diversos objetos, frequentemente bastões, punhais e machados, entre outros.

Este valioso monumento pré-histórico, descoberto em 1923, tem sido objeto de numerosos estudos arqueológicos, mas nunca antes se teve uma ideia exata das suas dimensões confirmadas ou de sua datação precisa.

A orientação do corredor de acesso ao dólmen, de leste a oeste, permite assistir a um fenómeno solar que para os habitantes do Neolítico, bons conhecedores de ciclos naturais, constituiu um ritual carregado de simbolismo: os primeiros raios de luz do equinócio da primavera e outono é projetado através da galeria de 21 metros e ilumina a última laje por alguns minutos.

Nas comunidades neolíticas, era comum a crença de que a luz da manhã purificava e poderia ressuscitar os mortos, muitas vezes enterrados em construções funerárias em forma de dolméns.

O dólmen de Soto foi descoberto pelo marquês Armando de Soto há 95 anos, quando um pedreiro que trabalhava para ele comentou sobre a descoberta de enormes pedras no ponto próximo do Zancarrón. Intrigado com a descoberta, o Marquês encomendou escavações e, pouco depois, relatou as investigações à Royal Academy of History.

O valor patrimonial foi reconhecido em 1931, quando foi declarado monumento nacional, mas só desde 2004 é que o governo regional da Andaluzia começou a investir recursos na documentação, investigação e valorização do monumento, cuja abertura parcial ao público é consumado em 2013

O dólmen de Soto faz parte de um grupo de mais de 200 megalíticos que foram construídos no que hoje é a província de Huelva entre o Neolítico e a Idade do Bronze.

ZAP ZAP // RT

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Eu à espera de ver imagens das figuras humanas com 6 mil anos e vejo um video a promover a pintarola da filmagem com drone, da produtora de video “JMPM Drone”. Até um campo de girassois… Mas figuras humanas, nem de carne e osso, quanto mais as de 6 mil anos.

    Todo o borra-botas filma com drone hoje em dia. Qual é a novidade? Esta malta do video acha-se toda especial a fazer as maiores banalidades que qualquer macaco amestrado faz.

RESPONDER

"Estória mal contada": a saída de João Marques do Famalicão

Perto do final do campeonato feminino de futebol, o treinador das candidatas ao título abandona o emblema minhoto. Provavelmente porque vai liderar outra equipa minhota. Adeptos não gostaram. A Liga BPI, a primeira divisão nacional feminina …

Livre cede lugares à IL e ao Volt. Vasco Lourenço fala em "chicana política"

O Livre cedeu, esta quarta-feira, quatro lugares da sua comitiva no desfile que assinala o 25 de Abril à Iniciativa Liberal e ao Volt Portugal, depois da comissão promotora os ter informado de que não …

Pena de morte diminuiu. Execuções globais atingem o número mais baixo numa década

Globalmente, foram executadas 483 pessoas em 2020, o número mais baixo registado pela Amnistia Internacional (AI) numa década, marcando uma redução de 26% em relação a 2019 e 70% comparativamente a 2015. Segundo um artigo da …

Putin avisa que quem ameaçar a Rússia "se irá arrepender como nunca"

O presidente Vladimir Putin emitiu um alerta durante o seu discurso anual ao Governo. O líder frisou que qualquer membro da comunidade internacional que ameace a Rússia "se irá arrepender como nunca se arrependeu antes". O …

Nove anos depois, Bruxelas deixa de monitorizar atividade da CGD

A Direção-Geral da Concorrência da Comissão Europeia (DG Comp) encerrou o processo de monitorização do plano estratégico da Caixa Geral de Depósitos (CGD). "A Caixa Geral de Depósitos, S.A. (CGD) informa que recebeu comunicação da Direção …

Se não fosse o vídeo de Darnella Frazier, "Derek Chauvin ainda seria polícia"

Darnella Frazier, na altura com 17 anos, foi a responsável pelo vídeo que mostra o ex-agente da polícia Derek Chauvin a prender o afro-americano George Floyd, que acabou por não resistir. Esta terça-feira foi um dia …

Eutanásia. Jurisdição do PSD considera haver matéria para processo disciplinar a Rio e Adão Silva

O Conselho Nacional de Jurisdição do PSD considerou que existe "matéria bastante para abertura de processo disciplinar" ao presidente do partido e ao líder parlamentar por violação de uma decisão do Congresso sobre eutanásia, faltando …

"Um charro para uma vacina." Ativistas oferecem canábis a nova-iorquinos vacinados

"Um charro para uma vacina." Este é o mote dos ativistas pela legalização da canábis que, esta terça-feira, ofereceram um charro às pessoas que receberam pelo menos a primeira dose da vacina contra a covid-19 …

Recurso de Amorim arquivado. Sporting avança para a "impugnação judicial"

O Sporting anunciou, esta quarta-feira, que o seu treinador vai avançar com uma "impugnação judicial" do castigo aplicado pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Portuguesa (FPF). Num comunicado, o clube de Alvalade lamentou …

Casa Branca exige que Congresso aprove reformas de práticas policiais

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, quer que o Congresso aprove reformas relativas às práticas policiais para fazer justiça ao legado do afro-americano George Floyd, depois de o ex-polícia Derek Chauvin ter sido …