Descoberta nova espécie de leão pré-histórico do tamanho de um gatinho

Uma equipa de paleontólogos descobriu uma nova espécie de leão marsupial da Austrália que era tão pequena que podia caber numa mala de mão de senhora. Apesar disso, este micro-leão extinto há 18 milhões de anos era tão feroz como os grandes felinos.

Os vestígios fósseis deste leão marsupial miniatura que foi baptizado como Microleo attenboroughi, em homenagem ao naturalista britânico David Attenborough, foram descobertos em Queensland, na Austrália.

Uma equipa de investigadores da Universidade de Nova Gales do Sul (UNSW) encontrou vários dentes e fragmentos do crânio deste animal já extinto em depósitos de calcário em Riversleigh, local classificado como Património Mundial, pela riqueza que alberga em fósseis.

O pequeno predador terá vivido na era do Miocénico, há cerca de 18 milhões de anos, numa zona que era então uma exuberante floresta tropical.

“O Microleo attenboroughi terá sido mais como o gatinho fofinho, mas ainda assim corajoso da família. Não tinha o tamanho de um leão nem sequer de um lince. Pesando apenas cerca de 600 gramas, era mais como um gambá”, diz a paleontóloga Anna Gillespie, a líder da investigação, em declarações divulgadas pela UNSW.

UNSW

Leões marsupiais do Miocénico na Austrália

Leões marsupiais do Miocénico na Austrália

“Não esperávamos encontrar um leão marsupial com um tamanho tão pequeno. Talvez fosse um pouco grande para caber num bolso, mas caberia confortavelmente numa mala de mão“, acrescenta a investigadora que estuda a zona de Riversleigh há 20 anos.

A descoberta científica foi divulgada na publicação científica Palaeontologia Electronica, onde se nota que o Microleo tinha dentes afiados, típicos de predadores marsupiais, mas com um décimo do tamanho dos dentes do maior mamífero carnívoro encontrado na Austrália, o Thylacoleo carnifex, que ficou extinto há 100 mil anos.

O Thylacoleo, ou “leão com bolsa”, como também é conhecido, tinha o tamanho de um leão africano e cerca de 130 quilos.

“O Microleo partilhava estas florestas tropicais do Miocénico com duas espécies maiores de leões marsupiais, uma do tamanho de um gato [Priscileo] e outra do tamanho de um cão [Wakaleo]. Embora seja possível que competissem entre si, as diferenças de tamanho significam que, provavelmente, cada uma se especializou numa diferente gama de tamanho de presas”, explica ainda Anna Gillespie.

“Provavelmente, corria pelas copas das árvores, devorando pássaros, sapos, lagartos e insectos“, conclui a paleontóloga em declarações à BBC.

SV, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Regra para filhos de pais separados em casas alternadas divide partidos

A lei já prevê que os filhos de pais separados possam ficar em residência alternada se o tribunal assim o decidir. Porém, as regras não são claras e vai ser discutida a melhor forma de …

Helicóptero do INEM avariou durante missão. Vítima que ia socorrer acabou por morrer

Um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), localizado em Loulé, teve uma avaria a meio de uma missão de socorro, sendo obrigado a abortar a viagem que visava ajudar uma mulher de 22 …

Águas do Porto alerta para cobranças fraudulentas porta a porta

A empresa municipal Águas do Porto alertou, esta segunda-feira, para uma fraude que está a ser cometida em seu nome com falsos funcionários que tentam fazer cobranças à porta. De acordo com a Águas do Porto, …

Um terço dos universitários de Lisboa já sofreu violência sexual física

Um terço dos estudantes universitários da área metropolitana de Lisboa já foi vítima de violência sexual física pelo menos uma vez, mas são muitos poucos os que denunciam as agressões, raramente o fazendo à …

OE2020: Esquerda vai negociar "até ao último minuto". PSD não comenta eventual traição madeirense

O Governo apresentou, nesta terça-feira, na Assembleia da República, as linhas gerais da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) aos partidos com representação parlamentar. Dos encontros, não saiu fumo branco, com o Bloco …

Turismo fez subir o custo de vida dos portugueses. Salários continuam estagnados

O crescimento do turismo em Portugal fez crescer o custo de vida dos portugueses, especialmente nos que vivem nas grandes cidades, apesar de estes continuarem com os salários estagnados, escreve o Jornal de Notícias. Entre 2013 …

Contrato público. Amazon apresenta queixa em tribunal contra Trump

A Amazon revela que os "insistentes ataques públicos e de bastidores" de Donald Trump contra Jeff Bezos causaram "pressão" que levou à perda de contrato público com o Departamento de Defesa.  A Amazon apresentou uma queixa …

Empurrões, insultos e (talvez) um murro: Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro perderam as estribeiras no túnel do Jamor

Os treinadores de FC Porto e Belenenses, Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro, desentenderam-se no túnel de acesso ao relvado do Estádio Nacional, ao intervalo do jogo em que as duas equipas empataram a uma bola. …

Acordo entre Rússia e Ucrânia para cessar-fogo até ao final do ano

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, chegaram na segunda-feira à noite a um acordo de cessar-fogo que deverá ter efeito até ao final do ano de 2019. "As partes …

Nova Zelândia abre investigação. Erupção do Whakaari já fez pelo menos 13 mortos

Pelo menos cinco pessoas morreram e oito continuam desaparecidas, na sequência da erupção do vulcão Whakaari, na Nova Zelândia. As autoridades afirmam que há poucas chances de terem sobrevivido. "Diria com forte convicção de que ninguém …