Denúncia tirou Manu do Benfica: “Não dá para entender”

(dr) Emanuel Ferreira

Manu (Flamengo)

Jovem brasileiro chegou a jogar pelo clube da Luz, mas nunca em competições oficiais. Vai assinar contrato…com o Flamengo.

Emanuel Ferreira (Manu) está em Portugal, poderia ser jogador do Benfica mas as regras da FIFA não deixam. O jovem vai regressar ao seu país Natal e assinar contrato com o Flamengo, curiosamente a equipa anterior do treinador do Benfica, Jorge Jesus.

Manu tem apenas 14 anos e viajou para a Europa há quatro anos, em 2017, quando deixou o Grémio. Fez testes no Barcelona e passou. Não ficou na famosa La Masia porque o Grémio apresentou à FIFA uma denúncia de aliciamento.

Deixou Espanha, veio para Portugal, começou a treinar no Benfica e chegou a jogar pelo clube encarnado. Mas nunca em encontros oficiais – porque a FIFA não permite. Ainda vive em Portugal com a família mas vai regressar ao Brasil no início de abril e assinará o seu primeiro contrato de formação com o Flamengo, em princípio para integrar os sub-15.

As regras da FIFA

O organismo que orienta o futebol internacional avisou em 2009, no Regulamento do Estatuto e Transferências de Jogadores, que as transferências internacionais de menores estão proibidas. Um menor não pode deixar o seu país natal para assinar contrato com um clube estrangeiro; pode estar no clube mas nunca participará em jogos oficiais.

Caso o jovem seja refugiado ou esteja a viver no país estrangeiro há pelo menos cinco anos, pode ser inscrito oficialmente.

Não era a situação de Manu, em Portugal. O Benfica, além de ter contado com o brasileiro em jogos particulares, tentou (duas vezes) legalizar o futebolista na Federação Portuguesa de Futebol; mas a insistência do Grémio e o possível de cenário de um castigo severo afastaram Manu do Seixal. Pelo menos, para já.

Próxima paragem: Flamengo

O clube do Rio de Janeiro esteve sempre atento à situação de Manu e acolheu o jogador em 2019. A paragem da atividade desportiva no Brasil originou um regresso a Portugal, para treinar sozinho ao longo do último ano, mas agora Manu vai voltar ao Ninho do Urubu e deverá assinar contrato profissional em 2022, quando completar 16 anos.

“Estou muito ansioso com esse regresso. Voltar a treinar, a jogar, a competir… Depois de um ano e meio parado, vou voltar a fazer o que eu mais amo, que é jogar futebol. Treinar sozinho não é a mesma coisa. Estou muito feliz por jogar no Flamengo“, assegurou o adolescente, ao Globo Esporte.

José Ferreira, pai de Manu, ficou frustrado ao perceber que o seu filho não iria representar oficialmente um clube europeu: “A frustração nestes cinco anos foi a questão da inscrição que não foi possível por causa da notificação de um clube brasileiro. Um menor que vá para Europa por motivos futebolísticos não pode ser inscrito. Não dá para entender, mas é a lei e nós cumprimos”.

  Nuno Teixeira, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.