“Demónio de Taganga” libertado em Portugal por atraso no envio de prova

(dr)

Um cidadão israelita suspeito de liderar uma rede de prostituição em Taganga, Colômbia, e de estar a tentar replicar o esquema na Península Ibérica foi libertado pelo Tribunal da Relação de Lisboa e está a residir em Portugal.

Em maio, Assi Moosh tinha sido detido em Oeiras pela Polícia Judiciária e pela Guardia Civil espanhola no âmbito de um mandado de detenção internacional. É acusado pelas autoridades colombianas de homicídio agravado, conluio, enriquecimento ilícito, turismo sexual e proxenetismo.

De acordo com o Jornal de Notícias, saiu da cadeia de Monsanto a 28 de junho, porque se esgotou o prazo máximo de detenção sem que a Colômbia pedisse formalmente a sua extradição. Segundo explicaram as autoridades judiciais colombianas à imprensa local, o facto de não haver acordo de extradição entre os dois países dificultou o processo.

Além disso, houve problemas com a tradução e não foi possível reunir, em tempo útil, as provas necessárias para requerer a extradição do suspeito.

Moosh era o cabecilha de uma rede de prostituição que dirigiu entre 2009 e 2017, data em que foi expulso da Colômbia. Era conhecido como “Demónio de Taganga” (nome de uma cidade turística na costa caribenha da Colômbia) ou “O Intocável”, devido à cumplicidade de que beneficiava por parte das autoridades locais.

A Polícia Nacional da Colômbia suspeita que o homem estivesse a montar em Portugal e Espanha uma organização criminosa similar à que tinha sido desmantelada na América do Sul. A sua organização no país foi alvo de uma operação em dezembro de 2018, que resultou na detenção de cinco pessoas e na apreensão de 12 imóveis, avaliados em 16 milhões de euros.

Assi Moosh, de 45 anos, sobre o qual pendia um mandado europeu de detenção, foi detido com uma parceira e na posse de documentação israelita falsa. Segundo a Guardia Civil, geria uma rede de tráfico de pessoas para exploração sexual, incluindo menores, camuflada de negócio turístico. Ainda colaboraria com organizações de tráfico de drogas.

De acordo com a televisão colombiana Caracol, Moosh vendia pacotes turísticos que incluíam drogas e serviços sexuais. “Eram oferecidos a cidadãos israelitas, especialmente ex-militares’’, avançou o coronel Edwin Villota. A mesma fonte adianta que deverá ser extraditado para a Colômbia, onde enfrentava acusações que podiam resultar numa pena até 60 anos de prisão.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Militares na reserva e reforma fazem queixa-crime contra Gomes Cravinho

O ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, foi alvo de uma queixa-crime junto da Procuradoria-Geral da República (PGR) pela alegada prática do crime de ofensa a organismo serviço ou pessoa coletiva. A notícia é avançada pelo …

SEF recorre ao Ministério Público por suspeita de venda de vagas de atendimento

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) apresentou uma participação ao Ministério Público, por indícios de crime de auxílio à imigração ilegal, devido à alegada venda de vagas de atendimento em portais de anúncios classificados. A …

Cientistas desmascaram teoria comum sobre canhotos

Desde sempre houve muitas alegações sobre o que significa ser canhoto e se muda o tipo de pessoa que alguém é — mas a verdade é quase um enigma. Mitos sobre a lateralidade aparecem ano após …

Arranca a greve na Ryanair. Empresa não descarta atrasos ou mudanças de voos

Os tripulantes da Ryanair começam esta quarta-feira uma greve de cinco dias, até domingo, convocada pelo Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) e que conta com serviços mínimos decretados pelo Governo. Nesta …

O navio Open Arms já atracou em Lampedusa

O navio Open Arms chegou ao porto da ilha de Lampedusa por volta da meia-noite, hora italiana, depois do procurador de Agrigento, Luigi Patronaggio, ter ordenado a apreensão do navio e o desembarque imediato dos …

Fernando Haddad condenado a quatro anos e meio de prisão

O ex-prefeito de São Paulo e antigo candidato às Presidenciais brasileiras foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão, em regime semiaberto, por recursos financeiros não declarados durante a eleição municipal de 2012. Fernando …

Reunião com motoristas termina sem acordo. Há troca de acusações e uma nova greve à vista

Falhou esta terça-feira o acordo para iniciar um processo de mediação entre Antram, que representa as empresas, e o Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP). A Antram acusou, esta terça-feira, o Sindicato dos Motoristas …

Alzheimer ataca regiões do cérebro que nos mantêm acordados durante o dia

Demasiadas sonecas durante o dia são um dos primeiros sinais externos do Alzheimer, embora seja difícil dizer por que isso acontece. Alguns cientistas sugeriram que a doença perturba as regiões do cérebro que promovem o …

Caminhar e correr torna-se agora mais fácil com estes novos calções robóticos

Cientistas da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, criaram uns calções robóticos que nos fazem sentir até sete quilos mais leves quando estamos a caminhar ou a correr. Esta invenção poderá ajudar pessoas que caminhem …

Imagens da NASA mostram que a Lua brilha mais do que o Sol

Se os nossos olhos pudessem ver radiação altamente energética chamada raios-gama, a Lua pareceria mais brilhante do que o Sol. É assim que o Telescópio Espacial de Raios-gama Fermi da NASA tem visto o nosso …