Decotes milenares da antiga China não passam na moderna censura de Pequim

瓜蛋 / Flickr

Figurino da imperatriz da China, Wu Zetian, vestida com um traje da dinastia Tang. Conhecida como Imperatriz Wu, foi a única mulher na história da China a ocupar o trono imperial

“Imperatriz da China”: Wu Zetian, vestida com um traje da dinastia Tang. Conhecida como Imperatriz Wu, foi a única mulher na história da China a ocupar o trono imperial

Mais de um milénio depois, os decotados vestidos em voga entre as concubinas e as aias da Dinastia Tang, considerada uma época áurea da civilização chinesa, revelaram-se demasiado ousados para o gosto dos censores comunistas.

A transmissão da série televisiva “Imperatriz da China“, iniciada no dia 21 de dezembro e interrompida depois por “problemas técnicos”, foi retomada na semana passada, mas com as protagonistas filmadas em grandes planos, de modo a ocultar o seu peito e parte dos seios, que os pronunciados decotes deixavam ver.

“Agora só se vêem cabeças grandes”, lamentou um internauta, num dos muitos comentários difundidos nas redes sociais.

O novo enquadramento terá sido imposto pela Administração Estatal do Imprensa, Publicações, Rádio, Cinema e Televisão, no âmbito do seu apertado controlo sobre tudo o que diz respeito à exposição do corpo e à sexualidade, mas nem aquele organismo nem os produtores da série, a Televisão Provincial de Hunan, quiserem pronunciar-se sobre o assunto.

“Como se pode considerar pornografia a exposição de parte dos seios? Isto não será antes uma manifestação de feudalismo?”, questionou um bloguer.

Um especialista da Universidade de Pequim, Chen Shaofeng, diz por seu turno a um jornal local que a nova versão da série “carece, de facto, de um toque estético” e “é suscetível de contrariar a atmosfera da dinastia Tang”.

(dr) China Film Group Corporation

Conhecida como Imperatriz Wu, a única mulher na história da China a ocupar o trono imperial é interpretada na TV pela atriz, cantora e produtora chinesa Fan Bingbing

Conhecida como Imperatriz Wu, a única mulher na história da China a ocupar o trono imperial é interpretada na TV pela atriz, cantora e produtora chinesa Fan Bingbing

“Ao cortar as imagens mais reveladoras, o regulador poderá ter-se excedido”, afirmou Chen Shaofeng, vice-diretor do Instituto das Industrias Criativas da Beida.

Mas também há quem concorde com os cortes: “Com tantos seios, mal podia olhar para a televisão”, escreveu um bloguista citado pela agência noticiosa oficial chinesa.

No cinema e na televisão chinesas, não há cenas explícitas de sexo e mesmo os beijos são discretos e muito rápidos.

Numa circular emitida em novembro passado, a Administração Estatal da Imprensa, Publicações, Radio, Cinema e Televisão ordenou até que peças ou programas descrevendo relações sexuais fora do casamento ou polígamas deviam ser cortadas ou apagadas.

A história desta série centra-se na figura de Wu Zetian, a única Imperatriz da China, que governou o país no final do século VII. Concubina do imperador Taizong, Wu Zetian casou mais tarde com o seu sucessor e depois de este morrer ascendeu ela própria ao trono.

O papel principal é interpretado por Fan Bingbing, uma das novas estrelas do cinema chinês. Actriz, cantora e produtora, Fan participou no elenco de “X-Men: Days of Future Past” e “Iron Man 3”. Segundo adiantou a imprensa oficial, a produção custou 300 milhões de yuan (40 milhões de euros), dez milhões dos quais (1,3 milhões de euros) só para o guarda-roupa.

A Dinastia Tang, descrita habitualmente como um dos períodos de maior esplendor da multimilenar civilização chinesa, governou entre os séculos VII e IX.

“A abertura da Dinastia Tang está bem patente nos casamentos e nas relações humanas. As mulheres, por exemplo, podiam casar mais de uma vez”, assinalou o historiador chinês Zhang Guogang, citado pelo Global Times.

DR China Film Group Corporation

Nos episódios recentes de "A Imperatriz da China" as personagens femininas apresentam-se mais "recatadas"

Nos episódios recentes de “A Imperatriz da China” as personagens femininas apresentam-se mais “recatadas”

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

“Negacionista e bem raivosa”. Livro de ex-ministro da Saúde revela reação de Bolsonaro à pandemia

O primeiro ministro da Saúde do mandato de Jair Bolsonaro, Luiz Henrique Mandetta, publicou um livro sobre o combate à pandemia no Brasil e revelou que o Presidente teve uma reação “negacionista” e “raivosa”. De acordo …

"É um génio". Futre acredita que João Félix lutará pela Bola de Ouro dentro de pouco tempo

O antigo internacional português e antigo jogador do Atlético de Madrid Paulo Futre acredita que João Felix lutará pela Bola de Ouro dentro de pouco tempo. "É um génio. Cada vez que a bola passa pelos …

Seis novos sauditas indiciados na Turquia pela morte de Khashoggi

Os seis sauditas, indiciados a alguns dias do segundo aniversário do homicídio, não se encontram na Turquia e devem ser julgados à revelia. O procurador de Istambul indiciou, esta segunda-feira, seis novos sauditas suspeitos de …

Expressões neutras e imagens de homens e mulheres. Governo quer militares a usar linguagem inclusiva

O Ministério da Defesa quer que os militares comecem a usar uma linguagem mais inclusiva e menos discriminatória nos documentos e comunicações oficiais, de acordo com uma diretiva enviada Estado-Maior-General das Forças Armadas e aos …

Trump acusado de incentivar afro-americanos a não votar em 2016. E queria a filha Ivanka como vice

A equipa da campanha digital de Donald Trump tentou dissuadir milhões de afro-americanos de votar nas eleições presidenciais norte-americanas de 2016, segundo uma investigação hoje divulgada por jornalistas da estação de televisão britânica Channel 4 …

Leitura, Matemática e Ciências. Alunos portugueses são únicos da OCDE com cada vez melhores resultados

Os alunos portugueses foram os únicos da OCDE que têm vindo a melhorar significativamente os seus desempenhos a Leitura, Matemática e Ciências, segundo uma análise que compara o desempenho académico de jovens de 15 anos …

Desabamento nas obras do Metro de Lisboa provoca quatro feridos

Um desabamento nas obras do Metro de Lisboa, na estação da Praça de Espanha, provocou esta terça-feira quatro feridos ligeiro, desconhecendo-se ainda a gravidade do seu estado, e a interrupção da circulação na linha Azul. Os …

Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: Um campeão categórico, Ronaldo fora do pódio e uma equipa a pé até ao estádio

O FC Porto goleou o vizinho Boavista, o Benfica ficou a lamentar tanto desperdício e o Sporting entrou a ganhar no campeonato. Destaque ainda para o Santa Clara, Rúben Dias, João Félix, Ronaldo e Messi... e …

A mais longa quarentena do mundo vai ser prolongada mais um mês

A quarentena em Manila devido à covid-19, a mais longa do mundo atualmente, será prolongada por mais um mês até 31 de outubro, anunciaram esta terça-feira as autoridades. Mais um mês significa que número total de …

Media Capital. Mário Ferreira apresenta queixa na ERC contra a Cofina

O empresário, acionista da Media Capital, entregou, esta segunda-feira, uma queixa na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) contra o grupo Cofina pelo ataque de que considera ser vítima. De acordo com Mário Ferreira, nos …