Decotes milenares da antiga China não passam na moderna censura de Pequim

瓜蛋 / Flickr

Figurino da imperatriz da China, Wu Zetian, vestida com um traje da dinastia Tang. Conhecida como Imperatriz Wu, foi a única mulher na história da China a ocupar o trono imperial

“Imperatriz da China”: Wu Zetian, vestida com um traje da dinastia Tang. Conhecida como Imperatriz Wu, foi a única mulher na história da China a ocupar o trono imperial

Mais de um milénio depois, os decotados vestidos em voga entre as concubinas e as aias da Dinastia Tang, considerada uma época áurea da civilização chinesa, revelaram-se demasiado ousados para o gosto dos censores comunistas.

A transmissão da série televisiva “Imperatriz da China“, iniciada no dia 21 de dezembro e interrompida depois por “problemas técnicos”, foi retomada na semana passada, mas com as protagonistas filmadas em grandes planos, de modo a ocultar o seu peito e parte dos seios, que os pronunciados decotes deixavam ver.

“Agora só se vêem cabeças grandes”, lamentou um internauta, num dos muitos comentários difundidos nas redes sociais.

O novo enquadramento terá sido imposto pela Administração Estatal do Imprensa, Publicações, Rádio, Cinema e Televisão, no âmbito do seu apertado controlo sobre tudo o que diz respeito à exposição do corpo e à sexualidade, mas nem aquele organismo nem os produtores da série, a Televisão Provincial de Hunan, quiserem pronunciar-se sobre o assunto.

“Como se pode considerar pornografia a exposição de parte dos seios? Isto não será antes uma manifestação de feudalismo?”, questionou um bloguer.

Um especialista da Universidade de Pequim, Chen Shaofeng, diz por seu turno a um jornal local que a nova versão da série “carece, de facto, de um toque estético” e “é suscetível de contrariar a atmosfera da dinastia Tang”.

(dr) China Film Group Corporation

Conhecida como Imperatriz Wu, a única mulher na história da China a ocupar o trono imperial é interpretada na TV pela atriz, cantora e produtora chinesa Fan Bingbing

Conhecida como Imperatriz Wu, a única mulher na história da China a ocupar o trono imperial é interpretada na TV pela atriz, cantora e produtora chinesa Fan Bingbing

“Ao cortar as imagens mais reveladoras, o regulador poderá ter-se excedido”, afirmou Chen Shaofeng, vice-diretor do Instituto das Industrias Criativas da Beida.

Mas também há quem concorde com os cortes: “Com tantos seios, mal podia olhar para a televisão”, escreveu um bloguista citado pela agência noticiosa oficial chinesa.

No cinema e na televisão chinesas, não há cenas explícitas de sexo e mesmo os beijos são discretos e muito rápidos.

Numa circular emitida em novembro passado, a Administração Estatal da Imprensa, Publicações, Radio, Cinema e Televisão ordenou até que peças ou programas descrevendo relações sexuais fora do casamento ou polígamas deviam ser cortadas ou apagadas.

A história desta série centra-se na figura de Wu Zetian, a única Imperatriz da China, que governou o país no final do século VII. Concubina do imperador Taizong, Wu Zetian casou mais tarde com o seu sucessor e depois de este morrer ascendeu ela própria ao trono.

O papel principal é interpretado por Fan Bingbing, uma das novas estrelas do cinema chinês. Actriz, cantora e produtora, Fan participou no elenco de “X-Men: Days of Future Past” e “Iron Man 3”. Segundo adiantou a imprensa oficial, a produção custou 300 milhões de yuan (40 milhões de euros), dez milhões dos quais (1,3 milhões de euros) só para o guarda-roupa.

A Dinastia Tang, descrita habitualmente como um dos períodos de maior esplendor da multimilenar civilização chinesa, governou entre os séculos VII e IX.

“A abertura da Dinastia Tang está bem patente nos casamentos e nas relações humanas. As mulheres, por exemplo, podiam casar mais de uma vez”, assinalou o historiador chinês Zhang Guogang, citado pelo Global Times.

DR China Film Group Corporation

Nos episódios recentes de "A Imperatriz da China" as personagens femininas apresentam-se mais "recatadas"

Nos episódios recentes de “A Imperatriz da China” as personagens femininas apresentam-se mais “recatadas”

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Novas demissões na Agência de Informações Financeiras do Vaticano

Um membro da entidade de regulação financeira do Estado do Vaticano, Marc Odendall, demitiu-se na sequência de buscas realizadas pela polícia e que originaram na suspensão do organismo do sistema de comunicações global. Marc Odendall, banqueiro …

Governo e Liga de clubes discutem redução do IVA para espetáculos desportivos

Secretário de Estado do Desporto afirma querer ouvir as reivindicações do organismo, mas sem se comprometer. O secretário de Estado da Juventude e do Desporto anunciou ontem que vai reunir-se com representantes da Liga Portuguesa de …

Tufão obriga a retirada de cerca de cinco mil pessoas do norte das Filipinas

Cerca de cinco mil pessoas foram retiradas do norte das Filipinas devido à aproximação do tufão Kalamaegi, que deverá tocar terra na província de Cagayan nas próximas horas, disseram esta terça-feira as autoridades locais. "Estamos preparados …

Acabaram-se as trotinetas no Algarve. Duraram 10 meses

A vereadora considera, no entanto, que a experiência foi “positiva”, já que permitiu recolher dados de mobilidade, nomeadamente, da utilização destas soluções em pequenos trajetos, ao mesmo tempo que colocou a questão na agenda pública. Sophie …

EasyJet diz que será a primeira a alcançar a neutralidade carbónica na aviação

A companhia aérea britânica easyJet afirmou esta terça-feira que será a primeira no mundo a alcançar a neutralidade carbónica através das compensações. Num comunicado publicado no seu site oficial, a companhia low cost anuncia ainda um …

Número de pré-avisos de greve até outubro é o mais alto dos últimos quatro anos

O número de pré-avisos de greve até outubro foi o mais alto dos últimos quatro anos, totalizando 781, segundo dados da Direção Geral do Emprego e das Relações do Trabalho (DGERT). Entre janeiro e outubro deste …

Na Índia, já há "bares de oxigénio" para quem quiser respirar ar puro

A Índia é um dos países mais contaminado do mundo. Desde o final de outubro, a poluição alcançou um nível crítico devido à queimada de restolhos nos campos. Agora, há uma solução arrojada para que os …

Depois do Papão Harrison, o novo exame foi "duro" (e muitos jovens médicos já pensam em emigrar)

Foram quatro horas de exame, com 150 perguntas, na temida Prova Nacional de Acesso para a Formação Especializada em Medicina e muitos dos jovens médicos não conseguiram concluí-la. Os que temem não conseguir aceder à …

Situação trágica. "Veneza está a desaparecer"

A situação em Veneza é trágica, com 85% da cidade italiana inundada depois das piores cheias dos últimos anos. Mas estas inundações são apenas um alerta para o que pode vir a seguir, já que …

Documentos internos do governo chinês revelam plano "sem piedade" contra muçulmanos

O jornal norte-americano New York Times recebeu 403 páginas de documentos internos do governo chinês relacionados com a limpeza étnica na província de Xinjiang. Nesta província, foram criados mais de 500 campos de concentração onde uigures, …