Décadas de estudos sobre “genes da depressão” podem estar errados

A ideia de um “gene da depressão” capturou a imaginação de cientistas durante décadas. Nos últimos 20 anos, centenas de estudos sugeriram que pessoas com a variação de determinados genes têm um maior risco de sofrer de depressão.

Um novo estudo da Universidade de Colorado Boulder que avaliou dados genéticos e estudos de 620 mil indivíduos descobriu que 18 genes candidatos para a depressão mais estudados não estão associados à doença – pelo menos, não mais do que genes escolhidos aleatoriamente.

Os estudos anteriores estão incorretos – ou são falsos positivos – de acordo com o comunicado que acompanha esta investigação. Os autores são categóricos: a comunidade científica deve abandonar o que se conhece como “hipóteses dos genes candidatos”.

Para o estudo, publicado na revista American Journal of Psychiatry, os autores analisaram 18 genes que apareceram pelo menos dez vezes em estudos focados na depressão. Entre eles estava um gene chamado SLC6A4, envolvido no transporte da serotonina neuroquímica. Uma investigação com 20 anos sugerem que pessoas com uma certa versão “curta” do gene apresentam um risco significativamente maior de depressão, particularmente quando expostas a traumas precoces.

Os investigadores também analisaram os genes envolvidos na produção do fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF), uma proteína envolvida na formação do nervo, e o neurotransmissor dopamina.

Usando dados genéticos e de levantamentos recolhidos por indivíduos através do Biobank do Reino Unido, 23andMe, e do Psychiatric Genomics Consortium, decidiram verificar se algum dos genes, ou variantes genéticas, estava associado à depressão isoladamente ou quando combinado com um fator ambiental como trauma de infância ou diversidade socioeconómica.

“Descobrimos que, como um conjunto, os genes candidatos não estão mais relacionados com a depressão do que qualquer gene aleatório”, disse Matthew Keller, professor de psicologia e neurociência. “Os resultados, até para nós, foram um pouco impressionantes.”

Keller observa que, no campo da genética, os cientistas sabem há anos que as hipóteses do gene candidatos tinham falhas. Mas invetsigadores esperançosos continuaram a publicar estudos – frequentemente baseados em amostras menores – que mantiveram a ideia de um pequeno conjunto de “genes depressivos”.

“O estudo confirma que os esforços para encontrar um gene ou um conjunto de genes que determinem a depressão irão falhar”, disse Richard Border, investigador no Instituto de Genética Comportamental e líder da investigação.

Já Keller sublinhou o facto de isto não significar que a depressão não seja hereditária. “O que estamos a dizer é que a depressão é influenciada por muitas variantes e, individualmente, cada uma tem um efeito minúsculo”.

Enquanto isso, os consumidores devem ter cuidado com alegações de que genes individuais têm grandes efeitos em comportamentos complexos. Embora o risco de algumas condições médicas, como o cancro de mama e a doença de Alzheimer, esteja claramente ligado a genes individuais, não é tão simples com características como a depressão. “Sempre que alguém afirma ter identificado o gene que causa um traço complexo, é hora de ficar cético”, disse Border.

Este estudo é a maior e mais abrangente investigação sobre os genes candidatos à depressão até ao momento.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Entre os boletins de voto dos emigrantes, também há cheques e contas da luz

Para exercer o seu direito de voto, os eleitores portugueses residentes no estrangeiro deveriam enviar de volta para Portugal a documentação que receberam em casa – um envelope verde com o boletim de voto, dentro …

Ryanair despede 432 trabalhadores em Espanha

A companhia aérea irlandesa Ryanair confirmou esta quarta-feira a sua intenção de despedir em Espanha 432 trabalhadores das suas bases de Girona e Canárias, 327 tripulantes de cabine e 105 pilotos, informou o sindicato USO. Num …

Eleições em Moçambique. Dados preliminares dão vitória a Nyusi

Segundo as projeções de resultados da Sala da Paz, de acordo com valores “preliminares” baseados na leitura dos editais pelos seus observadores, o atual Presidente moçambicano e candidato da Frelimo, Filipe Nyusi, terá sido reeleito …

"Quem acusou Sócrates tem de provar. Se não provar tem de ser punido"

O ex-Presidente brasileiro, Lula da Silva, defende punição de procuradores da Operação Marquês, caso a acusação contra José Sócrates seja arquivada. Esta terça-feira, em entrevista à RTP, Lula da Silva defendeu a punição dos procuradores que …

Na Saúde, Warren torna-se alvo de ataques. Mas o foco é "derrotar Trump"

O maior debate televisivo para umas eleições primárias na história dos EUA juntou 12 candidatos num só palco. Foi o primeiro debate para o qual o ex-vice-Presidente Joe Biden não partiu com vantagem, tendo a …

Trump sugere que os mexicanos são uma ameaça terrorista maior do que o Daesh

O Presidente Donald Trump sugeriu que os mexicanos são uma ameaça muito maior do que o Daesh. Respondendo uma vez mais às críticas sobre ter retirado as tropas dos Estados Unidos (EUA) junto à fronteira …

Grécia. Incêndio em campo de refugiados deixa 600 pessoas sem alojamento

Um incêndio no campo de identificação e registo de migrantes de Vathy, na ilha grega de Samos, deixou 600 refugiados sem alojamento, alertou na terça-feira a organização não-governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF). "Em Vathy, seis …

Lista candidata à Ordem dos Enfermeiros excluída por ter poucos homens

Uma das listas candidatas às eleições para a Ordem dos Enfermeiros foi excluída por ter poucos homens. A comissão eleitoral nomeada explica que a lista não respeita a lei da paridade, aprovada pela Assembleia da …

“É a desilusão”. PSD queria novos ministros na Saúde, Educação e Justiça

  O PSD defendeu esta quarta-feira que "não há um novo Governo", mas "uma remodelação com alargamento", com um executivo aumentado e "mais partidário", considerando "uma desilusão" a continuidade em pastas como Saúde, Educação e Justiça. "Não …

Dobradinha poderá render 1,6 milhões de euros a Bruno Lage

Caso consiga alcançar a dobradinha, isto é, vencer o campeonato e a Taça de Portugal, o treinador do Benfica, Bruno Lage, receberá em prémios cerca de 1,6 milhões de euros brutos, avança a imprensa desportiva. A …