Dani Alves detido após queixa de abuso sexual

FC Barcelona / Facebook

Dani Alves, quando jogava no Barcelona

O jogador brasileiro Dani Alves foi detido na manhã desta sexta-feira devido a uma acusação de alegado abuso sexual de uma jovem de 23 anos anos numa discoteca em Barcelona, a 30 de dezembro do ano passado.

Segundo avançou a Cardena Ser, o jogador, que atualmente representa o Pumas, do México, ter-se-á deslocado à esquadra da polícia da Catalunha na manhã desta sexta-feira, onde prestou declarações a respeito do caso.

De acordo com o jornal, Dani Alves, de 39 anos, deixou a esquadra num carro da polícia alguns minutos depois das 10:00.

Fontes familiarizadas com o caso explicaram que o carro patrulha estaria a levá-lo ao Ciutat de la Justicia, em Barcelona, onde será levado ao Tribunal Superior de Justiça da Catalunha e o juiz decidirá sobre a sua situação provisória enquanto o caso está a ser investigado.

Dani Alves já tinha afirmado estar no local, mas desmentiu a acusação, alegando não conhecer a pessoa que o denunciou, relatou o Notícias ao Minuto.

Segundo a imprensa espanhola, a jovem em causa estava com um grupo de amigos na discoteca Sutton, em Barcelona, quando Dani Alves se aproximou. Uma hora depois, encontraram-se na casa de banho, tendo regressado para perto do grupo pouco depois.

O jogador brasileiro deixou o bar depois da quatro da manhã, altura em que a jovem denunciou os atos, chorando em frente aos amigos. O Caderna Ser noticiou ainda que, dois dias após a alegada agressão sexual, a mulher denunciou o jogador.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.