Durante a Lua cheia as crianças são menos activas e têm maior pressão arterial

O ciclo lunar parece ter efeito na saúde das crianças e nos seus níveis de actividade – dados que deixaram os cientistas desconcertados.

Há apenas algumas décadas, era ideia comum que a lua cheia tinha poderes especiais e exercia um efeito poderoso sobre certas pessoas, podendo fazê-las agir de forma estranha, ou até enlouquecê-las.

Esta crença foi há muito desmentida e considerada superstição, mas talvez seja altura de rever o assunto.

Um novo estudo científico, publicado na revista Clinical Obesity, mostra que o ciclo lunar está associado a efeitos negativos na actividade física, pressão arterial e níveis de açúcar das crianças.

“É uma descoberta misteriosa”, diz Mads Fiil Hjorth, investigador da Universidade de Copenhaga, citado pelo Science Nordic, “e não fazemos ideia da razão pela qual as crianças alteram o seu comportamento ao longo do ciclo lunar, nem porque ficam menos activas”.

“Talvez a explicação resida em factores evolucionários ancestrais, relacionados com a influência da luz do luar na nossa probabilidade de sobrevivência ou capacidade reprodutiva”, diz Hjorth.

Mads Fiil Hjorth é um dos autores do estudo, desenvolvido por uma equipa da Universidade de Copenhaga.

Durante o estudo, os cientistas recolheram amostras de sangue e dados de pressão arterial, sono e níveis de actividade de 795 crianças dos 8 aos 11 anos, durante 9 ciclos lunares.

Os resultados mostraram que nos dias mais próximos da lua cheia as crianças apresentavam uma diminuição de cerca de 8% nos seus níveis de actividade e que a sua pressão arterial aumentava em média cerca de 0.8 mmHg – um aumento de 1%.

Além disso, os níveis de açúcar nesses dias eram em média 2% superiores, e as crianças dormiam em média mais 4.1 minutos por noite durante a lua cheia.

“Apesar de durante a lua cheia haver um aumento da produção de insulina, processo biológico destinado a baixar os níveis de açúcar no sangue, estes na realidade eram superiores”, diz Hjorth.

O processo intriga os cientistas, mas a causa poderá ser a luz extra emitida pela lua durante este período.

Jan Ovesen, médico do Hospital Skørping de Copenhaga, especialista em distúrbios do sono, realça que numa noite de céu limpo durante a lua cheia há 25 vezes mais luminosidade do que numa noite nublada.

“Não sei se a luz é o factor essencial neste estudo, mas temos que o aprofundar”, diz Ovesen, “e descobrir a verdadeira natureza deste enigma”.

Principalmente, se não quisermos passar as noites de lua cheia com medo de criaturas estranhas.

AJB, ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Professora que revelou o que ia sair no exame de Português vai ser demitida

A professora, que foi presidente da Associação de Professores de Português, que em 2017 divulgou o conteúdo do exame de Português foi demitida pelo Ministério da Educação. Edviges Ferreira foi considerada culpada por ter partilhado o …

Asteróide passa esta sexta-feira entre a Terra e a Lua

Um asteróide de grandes dimensões, recentemente descoberto, voará esta semana a uma distância relativamente próxima da Terra, avança o o Centro de Estudos de Objetos Próximo da Terra da agência espacial norte-americana. O asteróide, designado como …

A Física diz que nunca tocamos realmente num objeto

Se está, neste momento, com o telemóvel na mão ou a tocar no seu computador para conseguir ler esta notícia, desengane-se: segundo a Física, não está a tocar em nada. Tudo o que conseguimos ver, tocar …

Se os buracos negros o confundem, prepare-se para os buracos brancos

Os buracos negros podem ser o mistério mais atraente do Universo, mas não são o único tipo de "buraco" no Espaço. Os buracos negros atraem a atenção de muitos amantes de astronomia por serem tão misteriosos. …

MySpace perdeu 12 anos de músicas, fotografias e vídeos

A rede social MySpace anunciou que perdeu todas as músicas, fotografias e vídeos com mais de três anos. A perda de conteúdo deveu-se a uma falha na migração de servidor. O MySpace, outrora uma das maiores …

Pela primeira vez uma mulher vence o prémio Abel, o "Nobel" da matemática

A matemática pioneira Karen Uhlenbeck, antiga professora da Universidade do Texas, em Austin (Estados Unidos), recebeu o Prémio Abel de 2019, tornando-se a primeira mulher a receber a distinção, uma das mais ilustres na área. A …

Após 65 anos, diário revela romance entre rei belga e a madrasta

O rei Balduíno da Bélgica terá mantido uma relação secreta com a madrasta, a princesa Lilian, segunda esposa do seu pai, Leopoldo III. A revelação foi feita 65 anos depois, através dos diários do ex-primeiro-ministro …

Estudo revela que consumo diário de canábis aumenta risco de psicose

O consumo diário de canábis, sobretudo de elevada potência, está fortemente ligado ao risco de desenvolver uma psicose, conclui um estudo, que analisou pessoas em 11 locais da Europa e um no Brasil. Vários estudos observacionais …

Uma bebé nasceu "grávida" do seu irmão gémeo

Mónica Vega realizou uma ecografia durante o sétimo mês da sua gravidez daquela que seria a sua terceira filha. Mas, nas imagens, descobriu que dentro da sua bebé estava outro feto mais pequeno. O caso, que …

Só há um país na União Europeia com melhores estradas que Portugal

Portugal é o segundo estado-membro da União Europeia com estradas com mais qualidade e tem registado desde 2010 uma diminuição do número de mortes em acidentes de viação, revela um relatório divulgado esta terça-feira pela …