Crianças imunes à malária ajudam na busca de uma vacina

terbeck / Flickr

6% das crianças na Tanzânia apresentou uma imunidade natural à malária.

6% das crianças na Tanzânia apresentou uma imunidade natural à malária.

Um grupo de crianças da Tanzânia que são naturalmente imunes à malária está a ajudar cientistas a desenvolver uma nova vacina.

Investigadores americanos descobriram que estas crianças produzem um anticorpo que ataca o parasita causador da malária.

Os cientistas injectaram o anticorpo em ratos e ele protegeu os roedores contra a doença.

A equipa de especialistas publicou os resultados na revista científica Science, mas afirmam que ainda é preciso testar o processo em primatas e humanos antes de ter certeza do potencial da vacina.

O investigador Jake Kurtis, director do Centro para Pesquisa Internacional de Saúde do hospital de Rhode Island (EUA), diz que há indícios promissores dos efeitos da vacina.

“Mas este é um parasita incrivelmente difícil de se atacar. Teve milhares de anos de evolução para se adaptar às nossas respostas imunológicas – é realmente um inimigo formidável.”

O estudo começou com um grupo de mil crianças na Tanzânia, cujas amostras de sangue foram analisadas durante os seus primeiros anos de vida.

Um pequeno número dessas crianças, 6%, apresentou uma imunidade natural à malária, vivendo numa área onde a doença é frequente.

“Alguns indivíduos tornaram-se resistentes e outros não”, disse Kurtis.

Os cientistas investigaram então que anticorpos estas crianças imunes à malária possuíam e que não estavam presentes nos organismos das outros.

O anticorpo descoberto foi analisado e os especialistas constataram que ele ataca o parasita num estágio crucial do seu ciclo de vida: Ele prende o organismo e impede que este se espalhe pelo corpo da pessoa.

“A taxa de sobrevivência foi duas vezes maior nos ratos vacinados em comparação com os não vacinados – e o número de parasitas no corpo foi até quatro vezes menor nos ratos vacinados”, conta Kurtis.

Cautela

O grupo de especialistas mostrou-se animado com os resultados, mas afirmou que ainda é preciso fazer mais pesquisas.

“Estou cauteloso. Mas não vi nada até agora nos nossos dados que nos fizesse perder o entusiasmo. Mas ainda precisamos de estudos em macacos e testes em humanos numa próxima fase.”

Este estudo é um dos muitos passos no longo caminho da procura de uma vacina para a malária.

O mais avançado é a vacina RTSS, desenvolvida pela GlaxoSmithKline, que aguarda aprovação das agências regulatórias depois de na terceira fase de testes clínicos ter reduzido a metade o número de casos de malária em crianças pequenas.

“A identificação de novos alvos em parasitas da malária para apoiar o desenvolvimento da vacina é um esforço importante”, afirmou Ashley Birkett, director da organização PATH Iniciativa da Vacina da Malária.

“Os resultados iniciais desta investigação americana são promissores em relação à prevenção da malária mais severa, mas mais dados são necessários antes de considerarmos essa a principal aposta de vacina – seja ela empregada separadamente ou combinada com outros antigénios”.

Os dados mais recentes da Organização Mundial da Saúde sugerem que a doença matou mais de 600 mil pessoas em 2012, sendo que 90% dessas mortes ocorreram na África Subsaariana.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Boris responsabiliza Irão por ataque a petrolífera saudita

Boris Johnson diz que o país atribui ao Irão, "com muito alto grau de probabilidade, os ataques à gigante petrolífera saudita". O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, acusou esta segunda-feira o Irão de ser, muito provavelmente, responsável …

41 países comprometem-se com iniciativa "Clima e Qualidade do Ar"

A iniciativa "Clima e Qualidade do Ar", apresentada na véspera da Cimeira da Ação Climática, propõe alcançar até 2030 uma qualidade do ar saudável e a harmonização das políticas de luta contra as alterações …

Reino Unido. Trabalhistas querem abolir ensino privado se forem Governo

O Partido Trabalhista britânico compromete-se a abolir o ensino privado no Reino Unido caso venha a formar Governo. O plano do partido liderado por Jeremy Corbyn implica nacionalizar e integrar no sistema educativo público todas …

Rio acusa PS de se comportar como "dono disto tudo" (e diz que também tem um "Centeno")

No último debate a dois antes das legislativas de 6 outubro, os líderes do PSD e PS trocaram esta segunda-feira críticas - em tom leve e cordial -, recordando telhados de vidro de cada força …

Em decisão histórica, partidos árabes recomendam Gantz como primeiro-ministro de Israel

O Presidente de Israel, Reuven Rivlin, iniciou este domingo as suas consultas para a formação de um novo Governo. A Lista Conjunta, uma coligação que reúne os principais partidos árabes do país (Balad, Hadash, Ta’al …

Tancos. Azeredo Lopes teve "exercício perverso" de funções públicas, diz Ministério Público

O Ministério Público (MP) já terá terminado a acusação do caso de Tancos, na qual sustenta que o antigo ministro da Defesa Azeredo Lopes soube de toda a encenação, tendo ainda tentado tirar louros políticos …

Salário de 273 mil euros brutos anuais para Varandas revolta accionistas do Sporting

Um grupo de acionistas do Sporting fez chegar ao presidente da Mesa da Assembleia Geral (AG) da Sporting SAD, Bernardo Ayala, um pedido em que exige a retirada da proposta de aumento salarial para o …

Eleições na Madeira. A noite em que quem perdeu ganhou e quem ganhou perdeu

Depois de 43 anos de poder absoluto, o PSD perdeu este domingo pela primeira vez a maioria do parlamento da Madeira. O PS, que atingiu um valor histórico na região, também reclamou louros de vitória. …

Jesus "nunca treinou um grande clube da Europa" e "nunca conquistou nada"

O treinador do Grémio, Renato Gaúcho, voltou a criticar Jorge Jesus, dizendo que o técnico português, aos 65 anos, nunca treinou um grande clube na Europa. "O Jorge Jesus ganhou 2/3 títulos portugueses. Saiu de Portugal …

Governo promove 5.000 militares antes das eleições

Quase 5.000 militares dos três ramos das Forças Armadas, Exército, Marinha e Força Aérea vão ser promovidos este ano. De acordo com o Correio da Manhã, o Ministério da Defesa enviou a lista dos 4.945 nomes …