Criança ficou sem boa parte do cérebro (e ninguém notou diferença)

(CC0/PD) Leandro Estock / pexels

A criança tinha apenas quatro anos quando sofreu as primeiras convulsões

Conseguimos imaginar-nos a viver sem um braço ou sem uma perna, mas nunca sem cérebro. Há quatro anos, uma equipa de médicos removeu uma boa parte do cérebro de uma criança de seis anos e, ao contrário do que todos esperavam, o menino teve uma recuperação surpreendente.

Este é considerado um caso de sucesso. Há quatro anos, uma criança com epilepsia foi submetida a uma intervenção cirúrgica, isto porque os medicamentos que tomava diariamente não estavam a fazer qualquer efeito. Nessa cirurgia, foi-lhe removido cerca de um terço do cérebro para que, desta forma, ficasse livre de convulsões.

A criança – U.D. (nome fictício) – tinha apenas quatro anos quando sofreu as primeiras convulsões. O menino ficou com epilepsia depois de ter tido um tumor benigno no cérebro. Depois de uma série de crises, cada vez mais intensas, os médicos tomaram a ousada decisão de realizar uma lobotomia, dado que a medicação não estava a fazer efeito.

Esta intervenção cirúrgica, encarada como último recurso, envolveu remover todo o lobo occipital (que inclui o centro de processamento da visão) e a maioria do seu lobo temporal (que recebe os sinais visuais e auditivos), que representa cerca de um terço do hemisfério direito do cérebro do rapaz.

Cerca de 13 meses após a cirurgia, os cientistas quiseram perceber o impacto da lobotomia na criança de seis anos. Assim, nos três anos seguintes, seguiram a sua evolução através de imagens de ressonância magnética funcional e avaliaram-no em certas tarefas visuais e comportamentais.

Os cientistas chegaram assim à conclusão que o hemisfério esquerdo começou a trabalhar pelos dois hemisférios e a processar caras, objetos e palavras, ou seja, o cérebro da criança reorganizou-se de maneira a compensar algumas das funções perdidas com a remoção de certos lobos cerebrais.

(dr) Carnegie Mellon University

“Estas descobertas fornecem-nos uma caracterização detalhada da plasticidade do sistema visual durante o desenvolvimento do cérebro das crianças”, diz Marlene Behrmann, autora do artigo científico, publicado recentemente na Cell Reports, e cientista da Universidade Carnegie Mellon.

“O único défice é que não pode ver todo o campo visual. Quando está a olhar para a frente, as informações visuais no lado esquerdo não são processadas, porque o lado direito recebe a informação visual do esquerdo, mas pode compensar isso ao virar a cabeça ou mover os olhos”, explica.

A criança, agora com onze anos, ficou sem outras funções como a receção da visão a 180 graus, o que fez com que deixasse de ver do seu lado esquerdo. Ainda assim, U.D. não tem convulsões, o seu QI é acima da média e as suas competências linguísticas são apropriadas para a sua idade.

Atualmente, as lobotomias são muito raras. No entanto, os cientistas argumentam que a impressionante recuperação de U.D. pode abrir a porta a mais procedimentos neurais, mesmo que haja ainda um longo caminho a percorrer.

Além disso, este trabalho é uma prova incrível do quão poderoso e adaptável – o cérebro humano é.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Luís Filipe Vieira reeleito com 62,59% dos votos

Luís Filipe Vieira foi reeleito para um sexto mandato como presidente do SL Benfica, com 62,59% dos votos dos sócios. Vieira está à frente do emblema da Luz desde 2003. Nem a pandemia travou os sócios …

Sporting 3-1 Gil Vicente | “Pote” de ouro na recta final

Sofrimento e alívio. O Sporting esteve a perder em casa por 1-0 com o Gil Vicente até aos 82 minutos, mas deu a volta ao marcador num curto espaço de tempo, acabando por fixar o …

Descoberto na Austrália recife de coral mais alto do que o Empire State Building

Um novo recife "maciço" de 500 metros foi descoberto na Grande Barreira de Corais da Austrália, tornando-o mais alto do que alguns dos arranha-céus mais altos do mundo. Os cientistas encontraram o recife separado - o …

Encontrados restos de ossos e madeira em pregos que terão sido usados na crucificação de Jesus

Um geólogo israelita analisou pregos supostamente associados à crucificação de Jesus Cristo e descobriu que os objetos contêm traços de osso e madeira. Em 1990, durante a escavação em Jerusalém do túmulo de Caifás, o sumo …

Oreo construiu um "Cofre do Apocalipse" para proteger as suas famosas bolachas

Depois do Svalbard Global Seed Vault, que guarda mais de um milhão de amostras de sementes num bunker, e o Arctic World Archive, que preserva os dados do mundo de hoje, a Oreo criou um "Cofre do …

"O Palmeiras sabe quem é o Abel?" - as dúvidas no Brasil, parte II

Abel Ferreira deverá ser confirmado como novo treinador do Palmeiras nesta sexta-feira. No Brasil voltam a surgir questões sobre as contratações de técnicos estrangeiros. Lembra-se de Marco de Vargas, o jornalista da FOX Brasil que não …

Guru de seita de escravas sexuais condenado a 120 anos de prisão

O guru de uma seita de escravas sexuais, conhecida como NXIVM, foi condenado a 120 anos de prisão. Foi considerado culpado de obrigar mulheres a fazer sexo com ele. Keith Raniere, guru da seita de escravas …

Jogadores do Atlético de Madrid "apanhados" a falar sobre João Félix

Saúl e Oblak elogiaram o jovem português, durante o intervalo da receção ao Salzburgo. Tom diferente teve uma conversa entre jogadores do Real Madrid. João Félix voltou às grandes noites nas competições europeias. Depois de já …

Creches "verdes" na Finlândia mudaram o sistema imunitário das crianças

Um pequeno experimento mostra que brincar numa "pequena floresta" durante apenas um mês pode ser o suficiente para mudar o sistema imunitário de uma criança. De acordo com o site Science Alert, várias creches na Finlândia …

Museus holandeses apertam a segurança após assaltos a objetos nazis

Uniformes da SS, armas de fogo e paraquedas estão entre os objetos nazis que estão a ser roubados de museus de guerra holandeses. De acordo com o jornal The Guardian, museus de guerra por todos os …