Credores não aceitaram propostas da Grécia

FrangiscoDer / Wikimedia

Alexis Tsipras, Primeiro-ministro da Grécia

Alexis Tsipras, Primeiro-ministro da Grécia

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, criticou hoje a posição de “determinadas instituições”, visando o Fundo Monetário Internacional, que não aceita as “medidas compensatórias” que a Grécia tinha proposto, diz uma fonte governamental grega.

Dirigindo-se aos seus colaboradores antes de deixar Atenas com destino a Bruxelas, onde deve encontrar-se com os dirigentes dos credores (União Europeia, Banco Central Europeu e FMI), o primeiro-ministro grego Alexis Tsipras queixou-se “da insistência de certas instituições credoras que não aceitam medidas compensatórias”, indicou esta fonte citada pela AFP.

Tsipras referia-se ao FMI, que, segundo o Governo grego, não aceita algumas das propostas apresentadas, indicou uma outra fonte governamental à AFP.

“Esta recusa repetida de medidas compensatórias nunca aconteceu antes – nem no caso da Irlanda, nem no caso de Portugal“, diz Tsipras num post no seu Twitter.

A Grécia está a cerca de uma semana de ter de pagar 1,6 mil milhões de euros ao FMI, a 30 de Junho, e, sem um acordo, continua sem ter acesso à última tranche do programa de resgate – de 7,2 mil milhões de euros.

Esta segunda-feira, a Grécia apresentou um conjunto de propostas que incluem restrições imediatas nas reformas antecipadas e aumentos de impostos e das contribuições das pensões.

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, afirmou na altura que “as propostas de Atenas chegaram com atraso, mas são um passo importante”, e disse esperar que a reunião do Eurogrupo desta quarta-feira consiga alcançar um resultado para ser apresentado na sexta-feira ao Conselho Europeu.

Caso as propostas apresentadas não sejam aceites pelos credores, a Grécia corre o risco de não receber financiamento para pagar as dívidas de curto prazo e entrar em incumprimento.

Entretanto, o governo grego rejeitou já hoje uma contraproposta apresentada pelos credores a Atenas, incluindo sobretudo exigências do Fundo Monetário Internacional (FMI), indicou à France Presse fonte governamental grega.

Segundo Atenas, “esta contraproposta insiste num aumento das receitas do IVA e em cortes mais significativos na despesa pública.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Vai para 5 meses e a montanha acabou por parir um rato…
    As medidas não serão ratificadas em sede parlamentar e ainda que venham a ser não pronunciam a tardia organização das contas públicas, tão pouco gerar confiança para que os próprios gregos recoloquem as suas economias nos bancos…
    Aquilo tem sido mais conversa de “intruja” daquelas no botequim lá por trás das moitas… Os outros é que têem sido “tansos”…
    Tal como os gregos são descendentes do berço da democracia, também um bebé tem os seus encantos mas ao longo da vida pode vir a tornar-se um parceiro pouco recomendável!

  2. Mantêm a dignidade, Grécia. Vira costas a estes chulos e vai mas é ter com a Rússia. Sinceramente começo a duvidar de que seja pior… E mal por mal, ao menos varias de veneno. Firmeza!

  3. Russia? Vai de cavalo para burro, a russia de Putin não passa de um bando de mafiosos. O Putin não vai dar um cêntimo aos Gregos e sim, vai-lhes tirar o pouco que ainda têm.

    Se quer sair que saia, se calhar é o melhor, mas que faça como a Islândia, que siga sozinha o seu próprio caminho.

RESPONDER

Isabel dos Santos está 100 milhões mais "pobre" (e uma das suas empresas em Portugal tenta evitar a falência)

A fortuna de Isabel dos Santos está avaliada em 2,2 mil milhões de dólares, o que a mantém como a mulher mais rica de África, mas a empresária angolana perdeu 100 milhões de dólares em …

Polícia indiana vai proteger Trump com fisgas (por causa dos macacos selvagens)

Polícia armada com catapultas foi designada para proteger o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de macacos selvagens durante a sua visita ao Taj Mahal, na Índia. Entre 500 e 700 macacos rhesus vivem no mausoléu …

Análises negativas a dois passageiros do navio Westerdam que chegaram a Lisboa

Dois residentes em Portugal que eram passageiros do navio MS Westerdam, que esteve atracado no Camboja, foram submetidos a análises laboratoriais para o novo coronavírus e os resultados foram negativos. Num comunicado divulgado hoje no seu …

Morreu o escritor Vasco Pulido Valente

O escritor e cronista morreu, esta sexta-feira, aos 78 anos de idade, em Lisboa. O Público, jornal no qual foi cronista desde a sua fundação, confirmou junto de fonte familiar que Vasco Pulido Valente morreu, esta …

Tribunal autoriza Tesla a derrubar floresta na Alemanha para construir fábrica

A justiça alemã permitiu à Tesla, empresa liderada por Elon Musk, destruir 92 hectares na Alemanha para construir uma fábrica de grandes dimensões. Esta será a sua primeira fábrica na Europa. Como informou o Deutsche Welle, citado …

Covid-19. Autocarros com ucranianos retirados da China recebidos à pedrada

Dezenas de manifestantes envolveram-se em confrontos com a polícia, esta quinta-feira, numa localidade no centro da Ucrânia, onde 70 pessoas vão ficar sob quarentena depois de terem regressado da China. Com receio da propagação do Covid-19, …

Músicos estrangeiros precisarão de visto e de poupanças para tocar no Reino Unido

A partir de 2021, os músicos estrangeiros que pretendam atuar no Reino Unido precisarão de visto. Três meses antes de submeterem o pedido, terão também de provar que têm 1000 libras (1180 euros) em poupanças, …

Tribunal Supremo Eleitoral recusa candidatura de Evo Morales ao Senado

O ex-Presidente da Bolívia considerou "um golpe contra a democracia" a decisão do Tribunal Supremo Eleitoral (TSE) de recusar a sua candidatura a senador nas eleições de maio. "A decisão do Tribunal Supremo Eleitoral é um …

Juízes exigem sindicância urgente ao sorteio na Relação de Lisboa

A Associação Sindical dos Juízes (ASJP) exigiu, esta sexta-feira, ao Conselho Superior da Magistratura (CSM) uma "sindicância urgente" aos procedimentos de distribuição de processos no Tribunal da Relação de Lisboa. A posição da Associação Sindical dos Juízes …

Deputado do PSD que avançou com proposta de referendo à eutanásia acabou a assumir alcoolismo

Pedro Rodrigues, deputado social-democrata e antigo líder da JSD, assumiu publicamente, através do Facebook, ter um problema de alcoolismo. Num texto publicado no Facebook, o social-democrata explica que faz esta revelação por estar a ser vítima …