/

Covid-19: Pandemia abrandou 4% esta semana

Portugal registou, na semana de 5 a 11 de abril, 59.434 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, 145 mortes associadas à covid-19 e um aumento de doentes internados, indicou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o boletim epidemiológico da DGS, que passou a sair às sextas-feiras, o número de novos casos confirmados de infeção desceu 2.528  (cerca de -4,2%) em relação à semana anterior, registando-se também uma redução de sete mortes (-4,8%) na comparação entre os dois períodos.

De acordo com o referido boletim, o número diário de novos casos de infeção durante este período, em média, foi de 8.490. O número médio de óbitos diários foi de 21.

Quanto à ocupação hospitalar em Portugal continental por covid-19, os dados dos internamentos referentes à segunda-feira anterior à publicação do relatório, o boletim indica que, na passada segunda-feira 11 de abril, estavam internadas 1.172 pessoas, mais 62 do que no mesmo dia (+5,3%) da semana anterior, das quais 60 doentes em unidades de cuidados intensivos, valor sem alterações.

De acordo com os dados da DGS, a incidência a sete dias estava, na segunda-feira, nos 577 casos por 100 mil habitantes, tendo registado uma redução de 4% em relação à semana anterior, enquanto o índice de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-CoV-2 desceu dos 0,95 para 0,94 no país.

Por regiões, Lisboa e Vale do Tejo continua a registar o maior número de infeções, com um total de 21.196 casos entre 05 e 11 de abril, menos 1.704 do que no período anterior, e 46 óbitos, mais 11.

Passando de uma anterior descida para um aumento de infeções e de mortes, a região Norte totalizou 13.976 casos de infeção, mais 1.381 do que no período entre 29 de março e 04 de abril, e um total 28 mortes, mais cinco.

A região Centro contabilizou 11.179 casos (menos 381) e 39 mortes (mais três), o Alentejo registou 4.247 casos positivos (mais sete) e 14 óbitos (mais dois) e o Algarve verificou 3.574 infeções pelo SARS-CoV-2 (menos 379) e nove mortes (número igual ao período anterior).

Quanto às regiões autónomas, os Açores tiveram 2.454 novos contágios entre 05 e 11 de abril (menos 468) e quatro mortes (menos duas), enquanto a Madeira registou 2.808 casos nesses sete dias (menos 984) e cinco óbitos (menos quatro).

De acordo com a DGS, a faixa etária entre os 40 e os 49 anos continua a ser a que apresenta maior número de casos a sete dias (9.805), seguida das pessoas entre os 50 e os 59 anos (8.701), enquanto as crianças até nove anos foram o grupo com menos infeções (3.052), a que se segue os idosos com 80 ou mais anos (4.054).

Dos internamentos totais, 553 foram de idosos com 80 ou mais anos, seguindo-se a faixa etária dos 70 aos 79 anos (260) e dos 60 aos 69 anos (151).

A DGS contabilizou ainda 17 internamentos no grupo etário das crianças até 9 anos, dois dos 10 aos 19 anos, 14 dos 20 aos 29 anos, 23 dos 30 aos 39 anos, 42 dos 40 aos 49 anos e 79 dos 50 aos 59 anos, registando ainda 31 internamentos com idade desconhecida.

O boletim refere também que, nestes sete dias, morreram 111 idosos com 80 ou mais anos, 22 pessoas entre os 70 e 79 anos, sete entre os 60 e 69 anos, três entre os 50 e 59 anos, uma entre os 30 e 39 anos e uma entre os 20 e 29 anos.

Relativamente à vacinação contra a covid-19, o boletim mantém os mesmos dados que os registados no período anterior, verificando-se que 100% dos grupos etários das pessoas com 80 ou mais anos, entre os 65 e 79 anos e entre os 50 e 64 anos têm a vacinação completa contra a covid-19.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE