“António Costa é um Sócrates de segunda”, diz Miguel Albuquerque

ppdpsd / Flickr

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque

Miguel Albuquerque, presidente do Governo Regional da Madeira e recandidato às eleições, concedeu uma entrevista ao jornal Expresso, na qual disse que “António Costa é um Sócrates de segunda”.

O PSD continua com o seu domínio na Madeira e procura a renovação, naquela que Miguel Albuquerque considera ser uma “conciliação entre história e novas gerações”. Questionado se tinha medo de perder as eleições, após ter sido acusado de “andar com as calças na mão” pelo líder do PS-Madeira, Albuquerque negou.

“Não. Eu nunca andei de calças na mão. Mas há uma evidência nestas eleições: o verdadeiro adversário do PSD na Madeira é António Costa“, atirou o presidente do Governo Regional madeirense.

Sem medo de reconhecer “a obra e a liderança de Alberto João Jardim”, Miguel Albuquerque garante que o seu regresso nada tem a ver com o medo de perder o poder. Apesar das divergências pontuais entre os dois, “só uma pessoa com excesso de arrogância pode ignorar o peso que ele teve na liderança da Madeira”.

Convidado a responder à acusação de Costa, que o chamou um Alberto João Jardim de segunda, Miguel Albuquerque retribuiu na mesma moeda: “António Costa é que é um Sócrates de segunda”.

Após os resultados menos positivos nas autárquicas de 2017, o líder social-democrata justifica que tudo se deveu a um rejuvenescimento nos quadros. “Quando o eleitorado dá um sinal, temos de perceber”, atirou.

Albuquerque falou ainda da “mexicanização” do regime, com a “arrogância de Costa” que falou na possibilidade do PS fazer o pleno na Madeira e conseguir uma vitória nas europeias, regionais e legislativas. Contudo, o PSD venceu o primeiro round, ao superar o PS na eleições europeias nesta região autónoma.

“A Madeira é a única que combate o António Costa e desmistifica as mentiras, porque a ‘geringonça’ é um logro. Anda tudo com paninhos quentes, com medo do António Costa, da extrema-esquerda e dos trotskistas reconvertidos, mas nós aqui não temos medo”, disse, ao Expresso.

Em relação ao seu adversário nas próximas eleições legislativas, disse que era “uma espécie de D. Sebastião de plástico, uma barriga de aluguer do António Costa“. O social-democrata mostra-se confiante e, se ganhar as eleições sem maioria absoluta, garante que não faz coligações à esquerda.

Sobre uma possível coligação com o CDS, Miguel Albuquerque realça que os centristas têm de se decidir. “É preciso que a liderança do CDS assuma o que quer, porque num dia o líder do CDS diz uma coisa, noutro dia há elementos da sua lista que dizem outra”, disse.

Confrontado com o boato que o dava como consumidor de drogas, disse ter sido alvo de uma “campanha organizada pelas agências de comunicação ao serviço do PS”. Albuquerque desmentiu e atirou que “uma política ignóbil não deve ter lugar numa democracia”.

Em caso de uma vitória socialista, o política defende que a liberdade dos madeirenses fica em causa. “O PS não tem fibra, não tem quadros nem coragem para defender a Madeira perante Lisboa”, justificou.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Isto dito por um Jardim de terceira, quando a dívida e o nível de corrupção “estatal” na Madeira é o que se conhece, é que um elogio!…

RESPONDER

Cientistas criam algoritmo para identificar covid-19 a partir do som da tosse

Investigadores de vários países criaram um algoritmo que afirmam poder identificar se uma pessoa tem covid-19 a partir do som da sua tosse. Cientistas do México, Estados Unidos, Espanha e Itália, liderados por uma equipa do …

Para proteger o fundo do mar, novo sistema permite atracar vários barcos com uma só "âncora"

Quando vários barcos se amontoam numa enseada durante a noite, cada um deles lança uma âncora que pode potencialmente danificar os corais e a vida marinha no fundo do mar. O sistema Seafloat foi criado …

Japão e Estados Unidos assinam acordo de cooperação para exploração da Lua

O Ministério da Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia do Japão e a agência espacial dos Estados Unidos (NASA) assinaram um acordo de colaboração entre os dois países no programa Artemis, para a exploração da …

Washington Redskins mudam de nome por ser considerado racista

A equipa de futebol americano, até aqui denominada de Washington Redskins, vai abandonar essa designação, considerada de teor racista, para designar nativos da América do Norte. Em comunicado, a equipa de Washington explicou que, depois de uma …

Flores precisaram de cerca de 50 milhões de anos para se tornarem o que são hoje

As plantas com flor evoluíram há cerca de 100 milhões de anos, mas precisaram de outros 50 milhões de anos para diversificar e tornarem-se aquilo que são hoje, sugere uma equipa de investigadores. Os cientistas documentaram …

Estudo sugere que imunidade à covid-19 pode desaparecer em poucos meses

A imunidade adquirida por anticorpos após a cura da covid-19 pode desaparecer em alguns meses, o que poderá complicar o desenvolvimento de uma vacina eficaz a longo prazo, sugere um estudo britânico divulgado esta segunda-feira. "Este …

60 anos depois, já se sabe o que aconteceu aos 9 russos que desapareceram na Montanha da Morte

Passados 61 anos, o mistério da morte de nove esquiadores russos que faziam uma caminhada pelos Montes Urais, perto da chamada Montanha da Morte, foi finalmente resolvido. Em 1959, nove viajantes russos que faziam uma caminhada …

Médicos Sem Fronteiras é "institucionalmente racista", acusam atuais e ex-colaboradores

Uma declaração assinada por mil atuais e ex-funcionários revela que a Organização Não Governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF) é "institucionalmente racista" e reforça o colonialismo e a supremacia branca no trabalho humanitário que pratica. Na …

Empresa culpada pela crise de opioides fez contribuições políticas após declarar falência

A Purdue Pharma, empresa culpada pela crise de opioides nos Estados Unidos, fez contribuições políticas após ter sido processada e declarado falência. Os opioides são usados para aliviar a dor, mas também provocam uma sensação exagerada …

Norte-americano morre após ir a festa para provar que a covid-19 é uma farsa

Um norte-americano de 30 anos, de San Antonio, no estado do Texas, morreu de covid-19 depois de ir a uma festa para provar que a doença era uma farsa, informou a media local. O homem foi …