/

Pedras misteriosas provocam “corrida aos diamantes” na África do Sul

1

Uma verdadeira “febre de diamantes” assolou a vila de KwaHlathi, na província de KwaZulu-Natal, litoral da África do Sul. Centenas de pessoas, com utensílios caseiros a servir de engenhos de mineração, ocuparam um terreno à procura de pedras preciosas.

Depois de um pastor ter encontrado um punhado de pedras opacas não identificadas, centenas de pessoas ocuparam uma vasta área de terreno no norte da província do KwaZulu-Natal, litoral da África do Sul, escreve o The Times.

Desde que a notícia se espalhou, mais de 3.000 “caçadores de fortunas” deslocaram a KwaHlathi para tentar a sua sorte – e nem os apelos das autoridades acalmaram a multidão.

“Estamos muito preocupados com as imagens que mostram pessoas vindas de províncias e cidades vizinhas para KwaHlathi, e com o facto de que, se não for controlada, a situação poderá resultar em caos“, alertou o governador do KwaZulu-Natal.

“Pedimos ordem e calma e exortamos todos os envolvidos a cessarem as operações e a desocuparem o local, a fim de se inspecionar adequadamente o local e o que foi descoberto lá”, instou Sihle Zikalala.

Pessoas vindas de todo o país juntaram-se aos moradores da zona que estão a cavar o solo desde sábado. Muitos acreditam que o pastor desenterrou diamantes e, com a ajuda de utensílios caseiros, tentam ter a mesma sorte.

Na segunda-feira, peritos do Ministério dos Recursos Minerais e Energia, do Conselho de Tecnologia Mineral e do Conselho de Geociências foram enviados para o local. Uma equipa, composta por geólogos e especialistas em mineração, vai recolher amostras e conduzir análises.

Assim que estiver concluído, o relatório técnico será divulgado.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE