Correios da Austrália vão testar entregas de encomendas com drones

O serviço de correios da Austrália iniciou os testes de um sistema de entregas com recurso a drones que poderá ser eficiente em entregas de pequenas encomendas no país.

A equipa do Australia Post afirma que os testes, realizados em ambiente fechado e permitido pela lei, aconteceram até agora sem nenhum problema e que o novo método de entrega poderá ser benéfico para a realização de entregas rápidas.

Este é o primeiro passo para que o sistema de entregas via drones possa ser implementado no “mundo real”, com clientes reais a receber os seus pacotes de veículos aéreos não-tripulados, o que deverá começar a ser testado até ao final do ano para pequenos pacotes.

“Estamos a explorar a viabilidade de adicionar isso aos nossos vários métodos de entrega”, declarou Ahmed Fahour, CEO do Australia Post.

A empresa estatal avança que os drones deverão ser usados para entregar comprar ou itens urgentes como medicamentos.

Tendo em conta o fraco alcance dos dispositivos, é pouco provável que os drones realizem entregas de longa distância ou mesmo de encomendas que sejam muito pesadas, o que poderia causar sérios acidentes em caso de alguma falha no dispositivo.

Além disso, a Amazon, que também está interessada em realizar entregas com recurso a drones, conseguiu levar uma encomenda a apenas 24 quilómetros de distância.

Apesar dos possíveis problemas que o método de entrega ainda terá que enfrentar, Fahour afirmou que a empresa oceânica de correspondências está confiante no sucesso do serviço.

“Estamos muito confiantes de que, se conseguirmos passar estes testes, seremos capazes de oferecer este serviço experimental até o final deste ano”, declarou.

Canal Tech

PARTILHAR

RESPONDER

Berardo escapou ao boicote. Vinhos da Bacalhôa no top dos mais vendidos em Portugal

Apesar dos boicotes promovidos a Joe Berardo após as suas polémicas declarações na Comissão Parlamentar de Inquérito à gestão da Caixa Geral de Depósitos, os vinhos da Bacalhôa, empresa de Azeitão de que o empresário …

Maré de algas invadiu praias do Algarve

Além de a água do mar mais fria do que o habitual, as praias foram invadidas por algas. O fenómeno natural causou estranheza e preocupação entre os banhistas, mas não existem riscos para a saúde. No …

Há livrarias a recusar vouchers de manuais gratuitos por falhas no pagamento do Estado

Algumas livrarias estão a enfrentar problemas financeiros com a entrega dos manuais escolares gratuitos que, neste ano, foram alargados até ao 12.º ano. Tudo devido a atrasos no pagamento dos reembolsos do Estado. Nalguns casos, …

Renato Sanches pode estar de saída do Bayern. "Está tudo em aberto"

O médio português voltou a expressar desagrado com a falta de tempo de jogo no Bayern Munique e o Lille poderá estar interessado na sua contratação. Renato Sanches voltou a expressar desagrado com a falta de …

De Chaves a Faro. Costa vai percorrer o país de lés a lés para "ganhar novas forças"

Com as eleições legislativas a aproximarem-se, António Costa comprometeu-se a percorrer os mais de 700 quilómetros da Estrada Nacional 2 durante as próximas semanas. António Costa já começou a preparar a campanha para a corrida às …

Aberto processo urgente de protecção das gémeas presas em garagem. MP conhecia caso há 3 anos

O Ministério Público (MP) instaurou um processo de protecção urgente das duas crianças de 10 anos que viveram nos últimos anos numa garagem, na Amadora. As gémeas estavam sinalizadas há 6 anos pela Comissão de …

Venda da madeira do Pinhal de Leiria já rendeu 13,6 milhões de euros

A venda de lenha do Pinhal de Leiria rendeu já 13,6 milhões de euros, segundo o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), citado pela presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande. Segundo comunicado …

Cristiano Ronaldo: "2018 foi o ano mais difícil da minha vida"

O internacional português considera que 2018, ano marcado pela acusação de violação de que foi alvo nos Estados Unidos, que acabou por cair em julho, foi o pior da sua vida. "2018 foi possivelmente o ano …

Marcelo promulgou lei com gralha: citou acórdão que não existe

O Presidente da República promulgou alterações ao código de trabalho, recusando as suspeitas de inconstitucionalidade que as bancadas de esquerda levantam. Marcelo cita um acórdão do tribunal constitucional que não existe. É “uma gralha dos serviços …

Mil funcionários prometidos às escolas ainda não foram contratados. Só chegam em outubro

Os 1.067 assistentes operacionais prometidos em fevereiro às escolas portuguesas para o início do próximo ano letivo ainda não foram contratados. De acordo com o Jornal de Notícias, o Ministério da Educação admitiu que 60 escolas …