Continentes subterrâneos podem ser tão antigos quanto a Terra

Cientistas apuraram que os continentes subterrâneos, por debaixo da superfície terrestre, podem ser tão antigos quanto o próprio planeta Terra.

Um novo estudo sugere que os continentes subterrâneos podem ser tão antigos quanto a própria Terra. Os investigadores apontam que estes podem ter-se formado quando um antigo oceano de magma se solidificou na superfície do planeta há 4,5 mil milhões de anos.

Desde os anos 70 que os cientistas têm conhecimentos destes continentes subterrâneos, que “vivem” por debaixo da camada superficial da Terra. Durante os terramotos, a reverberação atinge algumas lombas quando passa por estes enormes pedaços de pedra. Apesar de conseguirem identificar a sua localização, os cientistas não sabem quando é que estas estruturas surgiram.

Segundo o GeoSpace, alguns cientistas sugerem que estas concentrações rochosas são pedaços do planeta que mergulharam no manto da Terra e se amontoaram ao longo do tempo. Contudo, o novo estudo publicado em julho na revista científica Journal Geochemistry, Geophysics, Geosystems, retrata uma realidade diferente.

Os investigadores teorizam que estes continentes subterrâneos podem ser tão antigos quanto a própria Terra, sobrevivendo ao intenso historial vulcânico do nosso planeta.

Para chegarem a esta conclusão, os cientistas reuniram amostras geológicas de vários pontos do planeta onde se sabia existirem esta formações rochosas subterrâneas. Segundo o LiveScience, as amostras do interior do planeta carregam isótopos antigos, ou versões de átomos, como o hélio-3, que foram forjados durante o Big Bang.

No passado, alguns geólogos acreditavam que as plumas mantélicas chegavam à superfície em linhas retas, mas, na verdade, sabe-se agora que estas sofrem ricochetes, mudando a sua direção à medida que sobem até à superfície.

“É uma estrutura mais robusta para tentar responder a essas perguntas em termos de não fazer essas suposições de material verticalmente crescente, mas sim para levar em conta o quanto estas plumas desviaram”, disse o coautor do artigo Curtis Williams.

ZAP //

PARTILHAR

21 COMENTÁRIOS

  1. Eu acho a ciência maravilhosa. Mas se acreditassem mas na biblia poderia descobrir mas rapido algumas coisas. Acho formidavel descobrirem coisas ja escritas a mais de 2000 anos.
    Se quiser saber sobre o futuro, bem proximo ,1 pedro 3.7-10, apoc 13.15 e Daniel2,9 e 1 joao 2.

  2. A Ciência se baseia em fatos concretos comprovados e aceitos pela comunidade científica internacional. Ela não se vale de suposições ou achismos e muito menos em crendices sem nenhuma comprovação sequer a não ser charlatanismo religioso.

    • Ciência e religião são muito proximas. O que no passado foi considerado como “científicamente comprovado” mas posteriormente refutado, torna-se uma crença antiga. Verdades científicas podem ser refutadas e isto prova que o conhecimento científico não deve ser apresentado como algo perene.

  3. Concordo com o/a Cac mor se acreditasse na biblia ia descobrir mais coisas mas o homen esta cada dia procurando outros meios de respostas para o aquilo que ele desconhece. Mas o que eu descordo e as pessoas Julgam a religião não e D. Matson. Cada um deve acreditar naquilo que lhe convém como é o caso do Jorge.

    • Acreditar na Biblia?!
      Mas agora a Biblia é algum documento científico comprovavél?!
      Enfim… estamos em 2019 e a unica conclusão que se pode tirar é que as religiões/deuses estupifificam mesmo a mente humana!…
      Usar o cérebro, de vez em quando, só faz bem…

  4. Tirando essas HQs criadas no começo da civilização para controlar o ser humano a pesquisa científica a medida que é praticada cada vez mais responde o que é de importante!

  5. O grande problema de qualquer religião ou de qualquer crença são os fanáticos. Um cientista não vai descobrir mais nada se for fanático no que já sabe e uma pessoa que crê em Deus não chegará a ele se não respeitar ao outro. Acredito tanto na ciência como em Deus e tenha plena certeza que a ciência e Deus um dia vão se encontrar , grande abraço a todos.

    • Caro Anderson,há incompatibilidade nessa sua “crença” de um eventual encontro do seu “deus” c/ a ciência.Coitado dele(deus) por abusarem tanto da sua “disponibilidade”!Faça-se luz no cérebro de quem tanto clama hipocritamente por tal “divindade”

    • Ai que confusão vai nessas ideias…
      Não se acredita em ciência porque a ciência não é uma questão de fé!
      A ciência observa-se comprava-se através do método cientifico!
      Por exemplo, não precisa de acreditar na gravidade para comprovar que ela existe – basta saltar de uma ponte, edifico, etc; acredite o não, só vai parar lá em baixo!…
      Já a Bíblia, é apenas um conjunto de livros de ficção cheios de estorias de fantasia e horror!…

  6. E essa galera que ainda acredita que veio do macaco, que Deus possa abrir seus olhos, vai muito além de religião ou ciência, aquilo que podemos sentir, como o poder do Espírito Santo!

  7. E fato que a ciência tem o seu papel na revolução humana em todos os sentidos mas e aí podemos simplesmente dizer que foi um palpite de sorte toda vez que algo que tava na Bíblia se concretiza eu acho que não por que até mesmo a ciência dispresa a sorte tudo é baseado em evidências pois então as evidências tudo que foi profetizado na blibia tá acontecendo e se repetido em todos os cantos do mundo para que todos vejam se o mundo que conhecemos hoje existe acredite não foi a ciência humana que fez ela só tenta desvendar o que já existe os remédios tão falados saíram da terra de algum modo então eu penso assim a diferença entre ciência e religião é a gente que faz o que é verdade não vai vira mentira só pra agradar um punhado de gente

  8. Reposicionando o tema do texto: “Desde os anos 70 que os cientistas têm conhecimentos destes continentes subterrâneos, que “vivem” por debaixo da camada superficial da Terra.”
    Sugestão de pesquisa muito interessante: “o Reino de Agharta (ou Agartha)”
    https://thoth3126.com.br/agharta-o-reino-da-terra-interior/
    Isto é o mesmo que dizer que “alguém” já descobriu a existência e as potencialidades do interior do Planeta, já faz muito tempo….
    Assinado: Maria da Maia

RESPONDER

Lixo espacial cadente iluminou os céus na Austrália

Na sexta-feira passada, pedaços de lixo espacial de um foguetão russo iluminaram os céus na Austrália. Os especialistas dividem-se na possibilidade de bocados dele caírem na Terra. Na sexta-feira passada, num final de tarde como tantos …

Cientistas criaram uma borracha que até rasga (mas concerta-se sozinha)

Investigadores da Universidade Flinders, na Austrália, desenvolveram um novo tipo de borracha que consegue regenerar sozinha. A equipa de investigadores da universidade australiana criou um novo tipo de borracha e um catalisador que, em conjunto, podem …

Dez anos depois, voltou a ser avistado um guepardo do noroeste africano

Naturalistas na Argélia filmaram um guepardo do noroeste africano, uma subespécie listada na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) como estando em "perigo crítico", pela primeira vez em dez anos. De acordo …

NASA dedica novo telescópio a Nancy Grace Roman, a "mãe" do Hubble

A NASA renomeou o telescópio Wide Field Infrared Probing Telescope (WFIRST) em homenagem a Nancy Grace Roman, a mãe do Hubble. A NASA batizou o seu telescópio espacial de última geração, atualmente em desenvolvimento, - o …

Guitarrista dos Queen teve um ataque cardíaco que o deixou às portas da morte

Brian May, guitarrista dos Queen, sofreu um ataque cardíaco que o deixou às portas da morte, anunciou o próprio músico, de 72 anos. May partilhou um vídeo no Instagram no qual conta todo o episódio. Tudo …

"Missão Tianwen". China planeia lançar sonda para Marte em julho

A China planeia lançar uma sonda e um pequeno robô de controlo remoto para Marte, em julho, na sua primeira missão ao Planeta Vermelho, anunciou esta segunda-feira a agência responsável pelo projeto. "O nosso objetivo era …

Bairros de lata são incubadoras de covid-19, mas ninguém ajuda os milhões que lá vivem

Bairros de lata, como as favelas, são consideradas incubadores de covid-19. No entanto, pouca atenção lhes tem sido dada na resposta à pandemia. Tendo devastado algumas das cidades mais ricas do mundo, a pandemia do novo …

Morreu Saturn, o jacaré que sobreviveu a um bombardeamento da II Guerra (e que se diz que pertenceu a Hitler)

Saturn, um jacaré norte-americano de 84 anos, morreu esta sexta-feira no jardim zoológico de Moscovo, na Rússia, anunciou a instituição na sua conta de Facebook, dando conta que o animal morreu de velhice. O réptil …

Antiviral Remdesivir pode ser eficaz no combate à covid-19

O antiviral Remdesivir é eficaz contra a covid-19 caso seja administrado antes dos pacientes necessitarem de ventilação mecânica, indica um ensaio internacional com este medicamento, coordenado pelo Hospital Can Ruti, em Badalona, Barcelona, Espanha. Segundo um …

Há uma misteriosa ilha em Nova Iorque que quase ninguém pode visitar (e está abandonada)

A menos de 1,6 quilómetros de Manhattan, em Nova Iorque, localiza-se uma misteriosa ilha abandonada há mais de meio século. É preciso ter autorização do New York City Department of Parks and Recreation para visitar …