Consumo excessivo de antibióticos pode provocar cancro intestinal

As pessoas que tomam antibióticos de forma prolongada apresentam mais frequentemente pólipos na parede dos intestinos, lesões benignas que podem a longo prazo evoluir para cancro, revela um estudo publicado esta quarta-feira.

Esta investigação vem juntar-se a outros estudos recentes sobre o papel desempenhado pela flora intestinal no aparecimento de cancros digestivos.

O estudo analisou cerca de 16.600 mulheres americanas de mais de 60 anos que tinham feito pelo menos uma colonoscopia. Em 1.195 foram detetados pólipos ou adenomas colorretais.

Os autores do estudo, citados num artigo publicado na revista médica Gut do British Medical Journal observaram que as mulheres que tinham sido tratadas com antibióticos durante pelo menos dois meses cumulativos entre os 20 e os 39 anos tinham mais 36% de probabilidade de ter pólipos no colon ou reto comparativamente com as que tinham tomado menos antibióticos.

Entre as mulheres que tinham tomado antibióticos durante pelo menos dois meses entre os 40 e os 59 anos, a frequência de aparecimento de pólipos é 69% mais elevada.

Esta investigação constata uma probabilidade estatística, mas não estabelece ligação direta causa/efeito entre o consumo de antibióticos e o aparecimento de pólipos, advertem os autores.

Contudo, tal ligação terá “uma explicação biológica plausível”, sublinham, lembrado que se sabe que os antibióticos alteram a flora intestinal, diminuindo o número e a diversidade de bactérias presentes, e reduzem a resistência a infeções.

Os estudos observaram igualmente uma rarefação de algumas bactérias e a proliferação de outras naqueles pacientes que apresentam cancro colorretal.

“Estes dados juntam-se, assim, aos que já eram conhecidos sobre à importância da flora intestinal para a nossa saúde”, comentou Sheena Cruickshank, imunologista da Universidade de Manchester.

Contudo, prosseguiu, os antibióticos “são medicamentos essenciais para tratar infeções bacterianas e, quando prescritos pelos médicos e utilizados corretamente, podem salvar vidas”.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A maior parte das pessoas não sabe o que são “probióticos”. Nem sequer são mencionados na notícia, como é possível!… Deveriam os médicos ser os primeiros a prescrever probióticos, para repor a flora intestinal, depois de ter sido destruída pelos antibióticos que receitaram. Pelos vistos, não estão a fazer bem o seu trabalho.

RESPONDER

Novas demissões na Agência de Informações Financeiras do Vaticano

Um membro da entidade de regulação financeira do Estado do Vaticano, Marc Odendall, demitiu-se na sequência de buscas realizadas pela polícia e que originaram na suspensão do organismo do sistema de comunicações global. Marc Odendall, banqueiro …

Governo e Liga de clubes discutem redução do IVA para espetáculos desportivos

Secretário de Estado do Desporto afirma querer ouvir as reivindicações do organismo, mas sem se comprometer. O secretário de Estado da Juventude e do Desporto anunciou ontem que vai reunir-se com representantes da Liga Portuguesa de …

Tufão obriga a retirada de cerca de cinco mil pessoas do norte das Filipinas

Cerca de cinco mil pessoas foram retiradas do norte das Filipinas devido à aproximação do tufão Kalamaegi, que deverá tocar terra na província de Cagayan nas próximas horas, disseram esta terça-feira as autoridades locais. "Estamos preparados …

Acabaram-se as trotinetas no Algarve. Duraram 10 meses

A vereadora considera, no entanto, que a experiência foi “positiva”, já que permitiu recolher dados de mobilidade, nomeadamente, da utilização destas soluções em pequenos trajetos, ao mesmo tempo que colocou a questão na agenda pública. Sophie …

EasyJet diz que será a primeira a alcançar a neutralidade carbónica na aviação

A companhia aérea britânica easyJet afirmou esta terça-feira que será a primeira no mundo a alcançar a neutralidade carbónica através das compensações. Num comunicado publicado no seu site oficial, a companhia low cost anuncia ainda um …

Número de pré-avisos de greve até outubro é o mais alto dos últimos quatro anos

O número de pré-avisos de greve até outubro foi o mais alto dos últimos quatro anos, totalizando 781, segundo dados da Direção Geral do Emprego e das Relações do Trabalho (DGERT). Entre janeiro e outubro deste …

Na Índia, já há "bares de oxigénio" para quem quiser respirar ar puro

A Índia é um dos países mais contaminado do mundo. Desde o final de outubro, a poluição alcançou um nível crítico devido à queimada de restolhos nos campos. Agora, há uma solução arrojada para que os …

Depois do Papão Harrison, o novo exame foi "duro" (e muitos jovens médicos já pensam em emigrar)

Foram quatro horas de exame, com 150 perguntas, na temida Prova Nacional de Acesso para a Formação Especializada em Medicina e muitos dos jovens médicos não conseguiram concluí-la. Os que temem não conseguir aceder à …

Situação trágica. "Veneza está a desaparecer"

A situação em Veneza é trágica, com 85% da cidade italiana inundada depois das piores cheias dos últimos anos. Mas estas inundações são apenas um alerta para o que pode vir a seguir, já que …

Documentos internos do governo chinês revelam plano "sem piedade" contra muçulmanos

O jornal norte-americano New York Times recebeu 403 páginas de documentos internos do governo chinês relacionados com a limpeza étnica na província de Xinjiang. Nesta província, foram criados mais de 500 campos de concentração onde uigures, …