Consumidores pagam por azeite extra que afinal é só virgem

A associação de defesa dos consumidores Deco encontrou quatro amostras de azeite que estavam rotulados como “virgem extra”, mas que afinal eram “virgem”, significando que o consumidor está a pagar mais por um produto que vale menos.

Esta é uma das conclusões de uma avaliação feita pela Deco a 26 amostras de azeite rotulado como “virgem extra”, incluindo amostras de origem biológica e de denominação de origem protegida.

“No estudo a 26 azeites virgem extra, tal como anunciado no rótulo, detetámos quatro amostras não conformes, ou seja, que afinal pertencem à denominação “virgem”.

“Não se trata de uma questão reservada aos puristas, mas algo que se reflete na qualidade e no próprio preço”, refere a Deco, explicando que os azeite “virgem” são de categoria inferior relativamente aos “virgem extra”. .

A associação adianta que os consumidores estão a pagar a mais por produtos rotulados como azeite “virgem extra”, mas que, na realidade, são apena “virgem”.

Nesse sentido, a Deco sublinha que é “preciso ter um maior cuidado antes de proceder ao embalamento deste produto, ou seja, ter a certeza de que se trata de um azeite virgem extra que se manterá com qualidade ao longo do tempo”.

A Deco indica que já informou a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) dos resultados do estudo, que está atenta a este setor.

As análises realizadas descartam a hipótese de fraude, uma evolução face ao teste anterior, que detetou uma marca que misturou outros óleos vegetais refinados que não o originário da azeitona.

Quanto à acidez, nenhuma amostra ultrapassa o limite legal estabelecido para a categoria “virgem extra”.

O estudo da Deco detetou também que todas as marcas avaliadas estavam abaixo do limite geral estabelecido em relação à oxidação, considerando a associação que são “precisos cuidados redobrado durante a colheita e o armazenamento da azeitona”.

A Deco refere igualmente que “é preciso maior cuidado com a qualidade das azeitonas selecionadas”.

Segundo associação de defesa dos consumidores, os rótulos, em geral, estão corretos, mas “ficam-se pelo que se encontra legislado”, sendo possível implementar “grandes melhorias, incluindo informação nutricional detalhada, menção da variedade de azeitona, conselhos sobre o melhor uso do azeite e data de embalamento ou produção”.

A Deco considera que estas informações nos rótulos são úteis para os consumidores.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Dinamarca responde a Trump: A Gronelândia não está à venda

O Presidente dos Estados Unidos quer comprar a Gronelândia "por razões estratégicas". A primeira-ministra dinamarquesa já fez questão de relembrar Donald Trump que o território não está à venda. Segundo o Expresso, as declarações do Presidente …

Bacalhau do Mar do Norte está em risco (e pode deixar de chegar às mesas portuguesas)

O bacalhau do Mar do Norte está a desaparecer e poderá mesmo deixar de chegar aos pratos dos portugueses. O alarme chegou com um relatório publicado em julho pelo Conselho Internacional para a Exploração do …

Estado poderá recorrer a contratos a termo mais longos do que o privado

O Estado vai poder recorrer a contratos a prazo mais longos do que o privado. O diploma, aprovado no mês passado no Parlamento, prevê para o setor privado a redução da duração máxima dos contratos …

Bruno Fernandes critica horário tardio dos jogos do campeonato

No final da partida com o SC Braga, Bruno Fernandes falou aos jornalistas e aproveitou para criticar o horário tardio de alguns jogos do campeonato. A partida começou às 21h. Este domingo, 12 jogos depois, o …

Protesto em Hong Kong juntou mais de 1,7 milhões de manifestantes

Mais de 1,7 milhões de pessoas manifestaram-se no domingo, em Hong Kong, informou o movimento pró-democracia que tem liderado os grandes protestos contra a lei da extradição, desde o início de junho. Em conferência de imprensa, …

Medvedev entra no top 5 mundial do ténis. Pedro Sousa sobe 23 lugares

Medvedev, de 23 anos, que nunca tinha vencido um torneio de categoria Masters 1000, subiu três posições e figura pela primeira vez entre os cinco primeiros da tabela. O russo Daniil Medvedev, vencedor do torneio Masters …

Só 2% das escolas em Portugal têm desfibrilhadores

Apenas 129 dos 5.909 estabelecimentos de ensino em Portugal têm desfibrilhadores automáticos externos (DAE), o que representa 2,1%. Os dados recolhidos pelo Jornal de Notícias são do INEM, que assegura ainda que nas comunidades escolares existem …

Cerca de oito mil pessoas retiradas da Grã Canária devido a incêndio

Cerca de oito mil pessoas foram retiradas das suas casas em várias cidades no norte da Grã Canária na sequência do incêndio florestal que lavra desde sábado naquela ilha espanhola. De acordo com a agência de …

Guerra aberta no PSD/Porto. Líder local desafiado a demitir-se

Hugo Neto escreveu mensagem dura contra Rui Rio e agora recebeu uma carta de militantes do Porto pedindo-lhe que se demita, acusado de falta de "caráter, lealdade, responsabilidade e espírito de serviço". "Expostos os motivos pessoais, …

SNMMP promete greve cirúrgica caso acordo com a Antram falhe

Caso as negociações entre o SNMMP e a Antram falhem, o sindicato poderá voltar a fazer greve. Rui Rio acusou o Governo de montar "um circo com fins eleitorais". Depois de no domingo o Sindicato Nacional …