Congresso ordena Casa Branca a entregar documentos sobre caso ucraniano

Os Democratas que iniciaram um processo de destituição do Presidente dos Estados Unidos no Congresso anunciaram esta quarta-feira que vão obrigar a Casa Branca a fornecer documentos sobre o caso ucraniano.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Os membros Democratas da Câmara dos Representantes vão enviar uma ordem formal ao Governo de Donald Trump para que todos os documentos relacionados com o telefonema entre os presidentes dos Estados Unidos e da Ucrânia, na origem do processo de destituição, sejam enviados até sexta-feira.

O presidente da comissão de supervisão da Câmara de Representantes, Elijah Cummings, justificou esta decisão com o facto de a Casa Branca ter, até agora, ignorado todos os pedidos de informação solicitados pelo Congresso.

O flagrante desrespeito da Casa Branca por muitos pedidos de entrega voluntária de documentos (…) não nos deixa outra opção senão emitir esta ordem”, explicaram hoje, numa declaração, os parlamentares Democratas envolvidos no processo.

A líder da maioria Democrata na Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, anunciou na passada quarta-feira o início de um processo de destituição de Donald Trump, depois de um denunciante ter apresentado dados de um telefonema em que o Presidente norte-americano pedia ao seu homólogo ucraniano, Vladimir Zelensky, para investigar as atividades do filho do antigo vice-Presidente e atual candidato às eleições presidenciais de 2020 nos EUA Joe Biden.

Este pedido pode constituir um abuso de poder presidencial, para prejudicar um adversário político, pelo que os Democratas consideram que Donald Trump deve ser destituído.

Donald Trump responde que tudo não passa de uma “caça às bruxas”, que não disse nada de errado no telefonema e que os adversários querem usar este episódio para prejudicar a sua campanha de reeleição, em 2020.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.