Condenação de polícias por “excessos” cometidos em serviço é “absurdo”, diz Bolsonaro

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, afirmou na quinta-feira que é um “absurdo” a condenação de polícias por “excessos” cometidos em serviço, acrescentando que existem prisões com “muitos inocentes”.

“Ao conversar com eles [polícias e bombeiros militares numa prisão], mais do que o sentimento, [tinha] a certeza de que lá dentro tinha muitos inocentes. Tinha culpados? Tinha, mas também tinha muito inocente. Basicamente por causa de quê? Do excesso”, declarou Jair Bolsonaro, ao referir-se a visitas que realizou à prisão da Polícia Militar em Benfica, no Rio de Janeiro, segundo noticiou o G1, citado pela agência Lusa.

“Na madrugada, na troca de tiros com marginais, se o polícia dá mais de dois tiros, faz sentido que seja condenado por excesso? Isso é um absurdo”, frisou o chefe de Estado.

O mandatário falou ainda sobre o chamado auto de resistência, que é quando o alegado criminoso resiste à investida policial e é morto em seguida. Para Jair Bolsonaro, autos de resistência são um “sinal” de que o agente está a “fazer a sua parte”.

“Muitas vezes vemos um polícia militar, que é mais conhecido, a ser alçado para uma função, e vem a imprensa dizer que ele tem 20 autos de resistência. Tinha que ter era 50. É sinal que ele trabalha, que ele faz sua parte e que ele não morreu. Ou queriam que nós providenciássemos empregos para a viúva?”, questionou, ironizando.

As declarações de Jair Bolsonaro foram prestadas durante uma cerimónia no Palácio do Planalto, em Brasília, para o lançamento de uma campanha publicitária a favor do pacote anticrime, proposto ao Congresso em fevereiro deste ano pelo ex-juiz e atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

Marcelo Camargo / Abr

Sérgio Moro

“Pacote Anticrime. A lei tem que estar acima da impunidade” é o slogan da campanha, que será publicitada até ao final deste mês, e será difundida nos meios de rádio, televisão, internet, cinema, além de outdoors.

Elaborada pela Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República, “a estratégia pretende mostrar à sociedade brasileira a importância da revisão do arcabouço jurídico da segurança pública e da adequação das leis da área à realidade atual do país”, diz o Ministério da Justiça no seu site.

“Precisamos de mandar uma mensagem clara para a sociedade, de que os tempos do Brasil sem lei e sem justiça chegaram ao final. Que o crime não compensa e que não seremos mais um paraíso para a prática de crimes ou para criminosos“, disse Sérgio Moro no seu discurso.

Norteado pelo combate à corrupção, ao crime organizado e aos crimes violentos, o Pacote Anticrime foi uma das ações prioritárias dos primeiros 100 dias de Governo de Bolsonaro.

“Sessenta mil homicídios por ano não é um número normal e aceitável. A impunidade da grande corrupção não é moralmente aceitável. Não podemos ter uma política de convivência pacífica com essas grandes organizações criminosas e a mensagem mais forte é aquela mensagem que pode vir do Governo e do parlamento, com a aprovação de leis rigorosas em relação a essa criminalidade”, defendeu ainda o ministro.

ZAP // //

PARTILHAR

RESPONDER

Joana d’Arc: a heroína injustiçada que teve um papel fundamental na Guerra dos 100 Dias

Quando entrou na adolescência, Joana d'Arc já estava com o futuro traçado, pois a sua família já tinha escolhido um rapaz para se casar com ela. Contudo, o seu destino acabou por ser outro: teve …

Farense 0-1 FC Porto | Dragão voa com recital de Corona

O FC Porto aproveitou da melhor forma o deslize do Benfica em casa com o Nacional para se isolar no segundo lugar na Liga NOS, com mais dois pontos que as “águias”. A formação portista foi …

A forma mais simples (e inovadora) de ensinar genética é... com gomas

Se um ursinho de goma vermelho tiver um filho com outro ursinho de goma amarelo, que percentagem de vermelho e amarelo terá o bebé? De acordo com um neurocientista esta poderá ser a forma perfeita …

Videojogo "The Sims 3" usado para estudar como é que psicopatas atacam as suas vítimas

Um novo estudo baseou-se no videojogo "The Sims 3" para estudar a forma como os psicopatas escolhem e atacam as suas vítimas. "The Sims" é uma série de videojogos de simulação de vida real, cujo primeiro …

"Realidade mista". Hologramas podem mudar a forma como visitamos os museus

Para milhões de crianças, ser arrastado para um museu é uma experiência dolorosa. Porém, isso pode mudar com o desenvolvimento de uma nova tecnologia de “realidade mista” (RM). A nova tecnologia de “realidade mista” (RM) pode …

Bunker nuclear da Guerra Fria à venda no Reino Unido

Um bunker da Guerra Fria localizado perto de St Agnes em Cornwall, Reino Unido, está à venda na Rightmove, o maior portal imobiliário do Reino Unido. De acordo com o jornal britânico Mirror, o bunker, …

SL Benfica 1-1 CD Nacional | Insulares apagam a luz às "águias"

O Benfica voltou a escorregar e soma três jogos consecutivos sem vencer após o empate no Dragão e a derrota diante do Braga. Na tarde desta segunda, a equipa de Jorge Jesus não foi além …

Partido das FARC muda de nome para romper com o seu passado violento

O partido político das FARC deu um novo passo, este domingo, para romper com o seu passado violento, ligado à sigla das antigas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, passando a ser denominado Comunes. O nome Comunes …

Primeiro-ministro italiano vai apresentar demissão

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, vai apresentar a sua demissão na terça-feira, devido à falta de apoio à sua coligação parlamentar, após a crise provocada pelo abandono do partido Itália Viva, de Matteo Renzi. Conte apresentará …

Número de desempregados voltou a subir em todo o país

O número de inscritos nos centros de emprego nacionais voltou a aumentar em dezembro, com 85% dos concelhos de Portugal Continental a ver os seus níveis de desemprego aumentar desde o início da pandemia, revelou …