Cientistas medem concentração recorde de microplásticos no gelo do mar Ártico

Cientistas de um centro de investigação encontraram quantidades elevadas de microplásticos no gelo do mar Ártico, mais do que em anteriores estudos, tanto relacionados com a pesca como com o lixo existente no Oceano Pacífico, vindo de terra.

Através de medições efetuadas em amostras recolhidas em cinco regiões do oceano Ártico, os especialistas do Alfred Wegener Institute, do Helmholtz Centre for Polar do Marine Research, na Alemanha, detetaram as “quantidades de microplásticos mais elevadas de sempre”, refere uma informação divulgada esta terça-feira.

O estudo que elaboraram, publicado no Nature Communications, refere que as amostras de gelo continham mais de 12 mil partículas de microplástico por litro, a maior parte muito pequenas, número que é “duas a três vezes mais alto do que aquele encontrado nas anteriores medições”.

Os diferentes tipos de plástico deixam uma marca única no gelo o que permitiu aos investigadores chegar às possíveis origens, como a quantidade enorme de lixo presente no oceano Pacífico, mas também as atividades marítimas e a pesca, cada vez mais intensas em algumas partes do Ártico e que deixam sinais como uma alta percentagem de partículas de tinta e de nylon.

Durante o trabalho, os investigadores perceberam que mais de metade das partículas de microplásticos presentes no gelo eram tão pequenas que podiam facilmente ser ingeridas pelos micro-organismos que habitam o Ártico.

Esta observação é muito preocupante pois “ninguém pode dizer com total certeza quão prejudiciais são estas pequeníssimas partículas de plástico para a vida marinha e, em última análise, também para os seres humanos”, explica a bióloga do AWI e uma das autoras do estudo Ilka Peeken.

Da análise das características dos poluentes, os cientistas concluíram que os bocados de gelo vindos das massas de água da zona do Canadá contêm altas concentrações de partículas de polietileno, substância principalmente utilizada nas embalagens.

“Assim, assumimos que estes fragmentos têm origem na chamada ‘grande ilha de lixo do Pacífico’ e vêm pelo estreito de Bering, que liga os oceanos Pacífico e Ártico entre a Rússia e os Estados Unidos, até ao oceano Ártico trazidos pela corrente do Pacífico”, explicam os investigadores.

A utilização de um aparelho específico permitiu aos cientistas encontrarem “partículas de plástico com somente 11 micrómetros, o equivalente à milésima parte do milímetro, o que é cerca de um sexto do diâmetro de um cabelo humano”, refere Gunnar Gerdts, um dos cientistas que participou no estudo.

Mas, os investigadores ficaram surpreendidos ao verificarem que 67% das partículas detetadas no gelo fazem parte da categoria de menores dimensões, ou seja, de “50 micrómetros e menos”, acrescenta.

Encontraram 17 diferentes tipos de plástico no gelo. Além do polietileno e polipropileno das embalagens, da tinta dos barcos e do nylon das redes de pesca, foram detetados, por exemplo, polyester e acetato de celulose usado nos filtros dos cigarros.

Estes seis materiais são responsáveis por cerca de metade do total de partículas de microplástico encontradas. O grupo de investigação recolheu as amostras de gelo em três expedições no oceano Ártico na primavera de 2014 e no verão de 2015.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Abel Ferreira leva Palmeiras à conquista da Taça do Brasil

O Palmeiras, treinado pelo português Abel Ferreira, conquistou a Taça do Brasil de futebol, ao vencer por 2-0 na receção ao Grêmio, em jogo da segunda mão da final. Depois do triunfo por 1-0 no confronto …

Myanmar: Exército dispara munições reais contra manifestantes

O exército birmanês disparou este domingo contra vários manifestantes com munições reais em Bagan, a cidade histórica na área central de Myanmar, causando um ferido leve, segundo os organizadores do protesto. Milhares de birmaneses voltaram às …

Cientistas criam um "relógio" que mede a idade biológica

Dois cientistas do CECAD Cluster of Excellence in Aging Research desenvolveram um método que pode determinar a idade biológica de um organismo com uma precisão sem precedentes. Todos conhecemos a idade cronológica - a nossa idade …

"Das palavras aos atos". Marcelo com mais de 60% de mulheres na sua equipa no segundo mandato

O Presidente da República considerou este domingo que os passos dados para salvaguardar a igualdade de género em Portugal não são ainda suficientes e afirmou que quis passar "das palavras aos atos" com mais mulheres …

Governo dá 19,8 milhões às escolas para testes rápidos. Ensino privado também quer

O Conselho de Ministros aprovou, este domingo, uma resolução que permite às escolas e ao setor solidário efetuar despesa na realização de testes rápidos de antigénio à covid-19, num montante global de 19,8 milhões de …

Afinal, abandonar Montijo não obriga a indemnizar ANA (e há quem defenda opção Beja)

A alteração do local do novo aeroporto na sequência da avaliação ambiental estratégica não obriga ao pagamento de qualquer indemnização à ANA. De acordo com o esclarecimento do Ministério das Infraestruturas, uma eventual alteração do local …

Descoberta nova relação entre a biodiversidade dos animais e das florestas

Uma análise ao registo de imagens de 15 reservas de vida selvagem em florestas tropicais revelou uma relação até então desconhecida entre a biodiversidade de vários mamíferos e as florestas em que vivem. As florestas tropicais …

Pelo menos 17 mortos e 400 feridos em explosões na Guiné Equatorial

Pelo menos 17 pessoas morreram e outras 400 ficaram feridas após várias explosões registadas, este domingo, num quartel militar na cidade de Bata, na Guiné Equatorial, informaram as autoridades. De acordo com dados do Ministério da …

Marques Mendes antecipa desconfinamento a 15 de março. Creches e 1º ciclo são os primeiros a abrir

No seu habitual espaço de comentário na SIC, Luís Marques Mendes revelou, este domingo, que as creches, pré-escolar e 1º ciclo deverão abrir já a 15 de março. Segundo o comentador, o plano que vai ser …

Olivier Dassault, deputado bilionário francês, morre em acidente de helicóptero

O deputado francês Olivier Dassault, neto do fundador da Dassault Aviation, morreu este domingo, aos 69 anos, num acidente de helicóptero, no nordeste de França, avança a Agência France-Press (AFP). O acidente aconteceu este domingo perto …