Vídeo de 15 minutos, chamada decisiva e piada sobre Sérgio Conceição. Como o Liverpool contratou Luís Diaz

O adjunto de Jürgen Klopp, Pep Lijnders, conta como foi o processo de contratação de Luis Díaz ao FC Porto – com um relatório incisivo, um vídeo de 15 minutos, uma chamada telefónica por Zoom e até uma piada com o treinador Sérgio Conceição.

É no livro “Intensity: Inside Liverpool FC – Our Identity” (algo como “Intensidade: Dentro do Liverpool FC – A nossa identidade”) que Pep Lijnders revela detalhes da forma como Luis Díaz acabou a ser contratado pelo Liverpool.

A obra começa a ser vendida nesta quinta-feira, 4 de Agosto, mas já está em pré-venda na Amazon e na loja do oficial do Liverpool.

A imprensa inglesa avança alguns trechos do livro do adjunto de Klopp, nomeadamente quando ele conta como o Liverpool “roubou” Díaz ao Tottenham.

Assim, Pep Lijnders fala de uma chamada telefónica decisiva, através da plataforma digital Zoom, que contou com a sua participação, com a presença de Díaz e de Jürgen Klopp, e ainda do empresário do jogador que fez a tradução do Inglês.

Estava numa viagem de sky com a minha mulher Danielle quando, durante o jantar, o nosso director desportivo me telefonou. ‘Tu e o Jurgen têm que falar com o Luis Díaz daqui a cinco minutos. Acabamos de acertar com o Porto, mas o Tottenham também está na corrida“, escreve Pep Lijnders segundo cita o The Mirror.

“Juntei-me à chamada e o Jürgen estava a explicar ao Luis como encaixaria no nosso estilo e como o poderíamos ajudar”, continua.

Nessa altura, Klopp referiu a Díaz que haveria de “ouvir muito mais” Pep Lijnders nos treinos do que ele próprio. “Mas eu vou explicar as coisas de forma muito mais calma do que o Sérgio [Conceição]“, respondeu Lijnders, nas palavras do próprio, o que terá motivado uma risada de Luís Díaz.

Queremos-te desesperadamente e, no último mês e meio, temos pressionado os nossos proprietários e o nosso director desportivo, mas sabes que este tipo de transferência não é fácil de realizar”, disse ainda o adjunto de Klopp, como refere no livro.

“A notícia boa é que vais treinar com o Virgil, o Robbo e o Trent e eles vão tornar-te muito mais forte. A nossa ideia é criar e marcar; terás que destruir estes tipos todos os dias nos treinos, o que te tornará melhor”, apontou também Lijnders.

“Disse-lhe que não havia muitos clubes com mais história e cultura do que o Porto, mas que o Liverpool era um deles e que ele o sentiria”, relata também o adjunto de Klopp.

Vídeo e relatório sobre Luis Díaz convenceram Klopp

Antes desta chamada decisiva para a transferência de Díaz para o Liverpool, Klopp tinha recebido um vídeo de 15 minutos e um relatório que o convenceram a contratar o jogador ao FC Porto.

“O nosso departamento de observação realiza vídeos muito úteis sobre os jogadores que nos podem interessar. Sabemos quais nos interessam muito antes de isso chegar à imprensa. São de cerca de quinze minutos de análises sobre os pontos fortes e as debilidades” de cada atleta, conta Lijnders no mesmo livro, como cita o Maisfutebol.

Nesse relatório, Lijnders escreve sobre Díaz o seguinte: “Quando começa a preparar a pressão, ele lê para onde vai o próximo passe para o interceptar e corre com tudo o que tem nestes momentos. Cheira estas oportunidades para roubar a bola perto da área do adversário. Nunca está parado. Quer defender na frente”, transcreve o Maisfutebol que teve acesso ao livro.

Lijnders também referia que Díaz “pode movimentar-se frequentemente sem bola nas costas da defesa, quando a bola está solta desde trás” e que “tem grande toque e controlo de bola”. “Dentro da área tem habilidade para criar situações de remate”; “pode driblar, aparece com facilidade, supera o jogo e desliza para a esquerda e para a direita passando pelos defesas”, prosseguia.

“Num pequeno espaço a toda a velocidade consegue encontrar a melhor opção para furar. Adoro isso. Tem sempre uma visão geral. Também adoro isso. Entra no um para um para rematar de longe, o que é óptimo para o nosso jogo”, considerava ainda Lijnders.

Com todos estes elogios, Klopp não teve dúvida em contratá-lo e concluiu que Luís Díaz poderia ser um “game changer” no Liverpool, como relata ainda Lijnders no seu livro.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.