Afinal, comer pão ao pequeno-almoço pode ajudar a emagrecer

roboppy / Flickr

Um pequeno-almoço rico em energia, com uma boa e apetitosa torrada, traz benefícios para a saúde e engorda menos do que consumir uma fatia idêntica à noite. É a conclusão de um estudo científico feito em Israel, em torno de pacientes com obesidade e diabetes tipo 2.

Este estudo apoiado pelo Ministério da Saúde de Israel foi apresentado recentemente no encontro anual da Sociedade de Endocrinologia em Chicago, nos EUA.

A investigação conclui que em pacientes com obesidade e diabetes tipo 2, o hábito de consumir um pequeno-almoço mais substancial “promove a perda de peso, melhora a diabetes e diminui a necessidade de insulina”, conforme refere a Sociedade de Endocrinologia em comunicado.

“Este estudo mostra que, em pacientes com diabetes tipo 2 tratados com insulina, uma dieta com três refeições por dia, consistindo num pequeno-almoço grande, num almoço médio e num pequeno jantar, tem muitos e rápidos efeitos positivos, em comparação com a dieta tradicional de seis pequenas refeições, mesmo que distribuídas igualmente ao longo do dia”, explica a autora que liderou a pesquisa, Daniela Jakubowicz, que é professora de Medicina na Universidade de Tel Aviv, em Israel.

Entre esses efeitos positivos, estão “melhor perda de peso, menos fome e melhor controlo da diabetes enquanto se usa insulina”, nota Jakubowicz no comunicado sobre o estudo.

A investigadora também esclarece que “a hora do dia – quando se come e com que frequência se come – é mais importante do que o que se come e quantas calorias se consomem”.

“O metabolismo do nosso corpo muda ao longo do dia”, explica Jakubowicz, considerando que “um pedaço de pão consumido ao pequeno-almoço leva a uma resposta menor de glicose e engorda menos do que uma fatia de pão idêntica consumida à noite”.

O estudo contou com a participação de 11 mulheres e de 18 homens com obesidade e diabetes tipo 2 que estavam a fazer tratamento com insulina, e com uma média de 69 anos de idade.

Os participantes foram divididos em dois grupos, sendo ambos sujeitos a duas dietas diferentes de perda de peso, contendo o mesmo número de calorias diárias.

A pesquisa decorreu durante três meses, com o Grupo B a consumir três refeições por dia, incluindo um grande pequeno-almoço, um almoço médio e um jantar pequeno. O Grupo 6M consumiu seis refeições por dia, em quantidades igualmente espaçadas no tempo.

Os investigadores mediram os níveis de glucose no sangue ao longo desses três meses, ajustando a dosagem de insulina à medida do necessário.

No fim daquele período, o Grupo B tinha perdido 5 quilos de peso e os níveis de glucose em jejum caíram em 38 mg/dl, enquanto o Grupo 6M tinha ganho 1,4 quilos, com uma descida de apenas 23 mg/dl nos níveis de glucose em jejum. Resultados semelhantes se verificaram nos níveis médios de glicose globais, com o Grupo B a precisar de menos 20.5 unidades de insulina por dia, enquanto o Grupo 6M precisou de mais 2.2 unidades por dia.

“A fome e a ânsia por hidratos de carbono também diminuíram significativamente no Grupo B, mas aumentaram no Grupo 6M”, frisam ainda os investigadores.

Também se verificou “uma redução significativa da glicemia global depois de tão somente 14 dias no Grupo B, quando o participante tinha quase o mesmo peso do início” do estudo. Uma conclusão que sugere que, “mesmo antes da perda de peso, a mudança no timing da refeição em si tem um efeito benéfico rápido no equilíbrio da glucose”, nota-se no comunicado da Sociedade de Endocrinologia.

“Uma dieta com um tempo de refeição e frequência adequados tem um papel fundamental no controlo da glicose e da perda de peso”, conclui Jakubowicz.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Muito bacana o artigo! Gostei da abordagem e do embasamento da matéria. Realmente o café da manhã tem se mostrado cada dia mais importante para a saúde e para quem quer perder peso.

  2. Pois, deve comer-se pão torrado e integral. O que está na foto parece ser uma brutal francesinha ou rabanadas… Quanto ao pequeno-almoço dever ser maior do que o almoço, completamente errado. Depois de 8 horas de sono, o corpo não esteve a queimar muitas calorias e portanto não se justifica uma pançada logo ao acordar. Pequeno-almoço normal, almoço substancial (ao meio-dia solar, pois é quando metabolismo digestivo é mais forte; em Portugal, às 12h30 TMG hora de Inverno e 13h30 TMG+1 hora de Verão) e jantar ligeiro.

RESPONDER

Nokia vai criar para a NASA a primeira rede móvel operacional na Lua

O grupo finlandês Nokia vai fabricar para a NASA aquela que será a primeira rede móvel móvel na Lua, como parte de um projeto de base humana permanente da agência espacial norte-americana, foi esta segunda-feira …

Sarkozy acusado de "associação criminosa". Investigação sobre ligações à Líbia continua

Nicolas Sarkozy, o antigo Presidente francês, está a ser acusado de "associação criminosa" como parte de uma investigação sobre o financiamento da sua campanha presidencial de 2007, particularmente acerca dos seus alegados vínculos com o …

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em três milénios

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em quase três milénios, aponta uma nova investigação da Universidade de Massachusetts em Amherst, nos Estados Unidos, e da Universidade de Quebec, no Canadá. As …

NASA apresenta rover "transformer" que vai explorar os penhascos íngremes de Marte

A NASA acaba de apresentar um rover de quatro rodas, denominado DuAxel, que se pode dividir em dois rovers de duas rodas separados. O robô foi projetado para, um dia, explorar alguns dos terrenos mais …

Veneno de vespa pode ter muito "potencial" na composição de antibióticos

Com o passar dos anos, a população começa a ficar mais resistente a certos medicamentos e estes deixam de fazer efeito. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu novas moléculas anti-microbianas a partir do veneno de …

"Ou és infetado ou morres de fome". Trabalhadores da Amazon nas Filipinas denunciam condições precárias

Trabalhadores contratados pela empresa de segurança Ring da Amazon que trabalham em call centers nas Filipinas denunciam condições de trabalho que dizem ser precárias, mostrando-se ainda mais preocupados com a situação por causa da pandemia …

"Momento muito duro". André Almeida sofreu rotura de ligamentos e arrisca paragem longa

O futebolista internacional português André Almeida sofreu uma entorse do joelho direito, que resultou numa “rotura do ligamento cruzado anterior e do ligamento lateral interno”, informou esta segunda-feira o Benfica. O lateral dos encarnados saiu aos …

Apoio à retoma. Empresas com perdas de 25% podem reduzir horário até 33% já esta terça-feira

Empregadores com quebra de faturação igual ou superior a 25% vão poder reduzir até 33% o horário dos trabalhadores, entre outubro e dezembro, segundo a alteração ao regime de retoma progressiva de empresas em crise. O …

Chega quer tornar voto obrigatório e sanções para quem não cumprir

O deputado único do Chega entregou uma nova proposta no âmbito do projeto de revisão constitucional do partido para tornar o voto obrigatório para todos os cidadãos que o possam exercer e sanções para quem …

A Alemanha quer tornar o teletrabalho um direito legal

O Governo alemão prepara-se para publicar um projeto de lei que dará aos trabalhadores do país o direito legar de trabalhar a partir de casa. A medida aplicar-se-á a todos as atividades laborais que possam …