Combinação de azeite e salada é “segredo” da dieta mediterrânica

ais3n / Flickr

Cientistas britânicos sugerem que a combinação de azeite de oliva e salada com folhas verdes ou vegetais explica porquê a dieta mediterrânica é tão saudável.

A união desses dois grupos alimentares – um rico em gordura não saturada e o outro, em nitrato – formam ácidos gordos que ajudam a baixar a pressão arterial, segundo um estudo publicado na revista científica PNAS.

A adição de nozes e abacate também ajudam a compor uma combinação saudável.

Inspirada pela culinária tradicional de países como Grécia, Espanha e Itália, a dieta mediterrânica há algum tempo é associada à boa saúde, inclusive cardíaca.

Essa dieta costuma incluir vegetais em abundância, frutas frescas, cereais integrais, azeite de oliva e nozes, além de frango e peixe – em vez de carne vermelha ou gordura animal.

Ainda que, individualmente, cada ingrediente dessa dieta tenha benefícios nutricionais bem conhecidos, ainda não estava claro para os cientistas o que tornava o conjunto da dieta mediterrânea tão saudável.

Reação química

Philip Eaton, do King’s College London, e os seus colegas da Universidade da Califórnia acreditam que a fusão de ingredientes da dieta resulta na produção de ácidos gordos.

No estudo, que contou com financiamento da British Heart Foundation, os especialistas utilizaram camundongos geneticamente manipulados para analisar o impacto dos ácidos gordos no organismo. Percebeu-se que a substância ajudou a baixar a pressão arterial dos roedores ao bloquear uma enzima chamada hidrólise de epóxidos.

“Os humanos têm a mesma enzima, por isso achamos que o mesmo acontece com as pessoas”, afirmou Eaton.Isto explicaria porque é que a dieta mediterrânica faz bem à saúde, apesar de ter gordura.

“A gordura, quando misturada a nitratos e nitritos, forma uma reação química que resulta em ácidos gordos”, explica. “É o mecanismo de proteção da natureza. Se apostarmos nisso, poderíamos fabricar novos medicamentos para tratar pressão alta e prevenir doenças cardíacas”.

Sanjay Thakrar, da British Heart Foundation, diz que o estudo é relevante, mas que “é preciso investigar mais”.

“Por enquanto, as experiências foram realizadas apenas em camundongos, que têm formas diferentes de reagir ao que entra em seus organismos”.

Philip Eaton concorda que o passo essencial é realizar os testes com humanos.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Morreu Rogério "Pipi", histórico jogador do Benfica

O ex-futebolista internacional português, que se evidenciou ao serviço do Benfica nas décadas de 40 e 50 do século passado, morreu este domingo, um dia depois de completar 97 anos. "Foi com profunda tristeza e pesar …

Milhares de manifestantes voltam às ruas de Hong Kong

A polícia de Hong Kong deteve, este domingo, onze pessoas e apreendeu várias armas, incluindo uma pistola, pouco antes do início de uma manifestação convocada para a cidade, para a qual se espera uma forte …

Irão e Estados Unidos trocam prisioneiros

Irão e Estados Unidos realizaram, este sábado, uma troca de prisioneiros que envolveu a troca de um investigador sino-americano por um cientista iraniano detido pelos EUA, num avanço diplomático que surge após meses de tensão …

Coreia do Norte anuncia "teste muito importante" em local de lançamento de mísseis

A Coreia do Norte anunciou ter realizado um "teste muito importante" no local de lançamento de mísseis de longo alcance, defendendo que terá um efeito fundamental na futura posição estratégica do país. A Agência Central de …

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …