Colapso físico obriga português a desistir de 60 dias em 60 aeroportos

A deterioração do estado de saúde do português Fernando Pinho, que se comprometeu a viver durante 60 dias em 60 aeroportos internacionais para angariar dinheiro para uma nova organização de solidariedade, forçou o regresso antecipado a Londres, onde reside.

“Quase 30 dias de malnutrição e sem dormir o suficiente deixaram-me em sofrimento fisicamente e emocionalmente e à beira do colapso. Os meus médicos aconselharam-me a ficar em Londres”, anunciou hoje.

Desde o início de Março, o produtor de teatro comeu e dormiu no interior dos aeroportos do Porto, Lisboa, Madrid, Barcelona, Lyon, Amsterdão, Salzburgo, Munique e Milão, mas no final de Março foi forçado a voltar à capital britânica.

@fernandopinho / Twitter

Fernando Pinho

Fernando Pinho

Pinho assumiu o compromisso quando lançou um apelo de financiamento do “Projecto Amélia“, que pretende colocar à disposição de outras instituições de beneficência um jacto para chegar gratuitamente a locais na Europa, África e Médio Oriente.

A ideia é transportar equipas de emergência, médicos e enfermeiros até pessoas em regiões atingidas por desastres naturais, pobreza ou doenças e levar pessoas com doenças graves para tratamento médico não-urgente.

O avião poderá também transportar pessoas com doenças graves para realizar os seus sonhos, como é o caso da primeira missão, marcada para Julho: levar crianças em estado avançado de cancro à Disneyland em Paris.

Através de financiamento colectivo (‘crowdfunding’), o português angariou pouco mais de dez mil libras (cerca de 14 mil euros), 26% da meta de 40 mil libras (55 mil euros), mas garante que a campanha vai continuar até ao final do mês.

A 16 de Abril, revelou, o projecto marcará presença no evento de gala da ONU em Nova Iorque e até 30 de Abril está a vender bilhetes para um concerto da actriz e cantora Sofia Escobar com Nuno Feist, que terá lugar a 26 de Maio em Lisboa.

@fernandopinho / Twitter

60 dias, 60 aeroportos

60 dias, 60 aeroportos

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O colossal drone solar da Boeing vai voar em 2019

A Aurora Flight Sciences, subsidiária da Boeing, vai lançar em 2019 o seu drone solar Odysseus, que terá a capacidade voar durante meses de forma autónoma e o objectivo de dar acesso Internet a todo …

Justiça brasileira proíbe TV de divulgar inquérito sobre morte de Marielle Franco

A decisão judicial de proibir a emissão de reportagens sobre a investigação do assassinato da vereadora carioca responde a um pedido da polícia do Rio de Janeiro e do Ministério Público. A emissora afirma que …

Relatório revela 71 locais com elevado risco de inundações em Portugal

Portugal tem 71 zonas com elevado risco de inundação, de acordo com um relatório da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) que analisou fenómenos extremos ocorridos, fazendo previsões para o futuro. O relatório "Avaliação Preliminar do Risco …

Cinco pessoas mortas por intoxicação de CO em Vila Real

Cinco pessoas da mesma família morreram este domingo, devido a uma intoxicação, no concelho de Sabrosa, distrito de Vila Real, adiantou à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Vila Real. A …

O discurso de ódio já está em Portugal

O diretor da Amnistia Internacional Portugal, Pedro Neto, alertou, em entrevista à agência Lusa, para a presença do discurso de ódio em Portugal, apontando o combate à discriminação como o maior desafio atual dos direitos …

Menino francês suicida-se após castigo por usar telemóvel na escola

Um menino de 11 anos suicidou-se na cidade de Beausoleil, perto do Mónaco, no sul da França, depois de ter recebido um castigo no colégio por ter usado o telemóvel na sala de aula. A criança, …

X-59: A nova aeronave supersónica experimental da NASA entrou em produção

A Lockheed Martin iniciou a produção do avião supersónico experimental X-59, um contrato, encomendado pela NASA, no valor estimado de cerca de 230 milhões de euros. O X-59 surgiu como a solução da empresa norte-americana para …

Hitler abraçou uma menina judia. 85 anos depois, a foto foi a leilão

Uma foto de 1933 mostra o ditador nazi ao lado de uma menina de seis anos de idade cuja avó era judia. A imagem, com uma dedicatória assinada por Hitler, foi arrematada em leilão por …

A Ciência determinou o pior ano da história da Humanidade

A Ciência determinou: 536 d.C foi o pior ano para a Humanidade. Esta é a conclusão de um estudo levado a cabo por uma equipa de cientistas da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. Se alguém …

Há uma nova explicação para a dependência do álcool

De acordo com um novo estudo, a dependência do álcool tem uma relação direta com as alterações climáticas: quanto mais frio é o clima e menos sol há, mais as pessoas tendem a consumir bebidas …