Cocktail bebível pode abrir caminho para o tratamento do Alzheimer

Um cocktail bebível, desenvolvido por cientistas da Universidade de Yale, foi capaz de reparar ligações nervosas vitais e reverter a perda de memória típica da doença de Alzheimer.

Uma equipa de cientistas da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, acredita ter descoberto uma potencial cura para a doença de Alzheimer: um cocktail de medicamentos bebível, inédito que atua ao nível da reversão da perda de memória.

Esta invenção pode mesmo vir a ser a primeira cura para aquela que é a forma mais comum de demência, admite o Diário de Notícias.

Apesar de, atualmente, a Ciência conseguir diagnosticar a doença de Alzheimer, ainda não conseguiu perceber o motivo pelo qual algumas pessoas a desenvolvem e outras não. A cura também não foi alcançada, o que faz com que a atenção do mundo se volte agora para aquele que já é considerado como o “avanço revolucionário” por várias entidades internacionais ligadas à demência.

“Queríamos descobrir moléculas que pudessem ter um efeito terapêutico na rede que acompanha a progressão do Alzheimer”, explicou o neurologista Stephen Strittmatter, diretor do Centro de Pesquisa da Doença de Alzheimer de Yale e principal autor do estudo, publicado na Cell Reports.

Na prática, a aglutinação entre peptídeos beta-amiloide – o principal constituinte das placas de amiloide observadas no cérebro de pessoas com Alzheimer – e proteína priónica – que acaba a invadir o sistema nervoso central do hospedeiro, destruindo-o – desencadeia uma sucessão de eventos devastadores, como a acumulação de placas, resposta destrutiva do sistema imunitário e lesão das sinapses.

A equipa de cientistas procurou então interferir com a degradação típica da doença decompondo antibióticos em polímeros e otimizando-os antes de passar à fase de os desenvolver de modo a administrá-los em ratos com Alzheimer.

Num mês, os especialistas notaram que o cocktail fez uma transformação significativa no cérebro das cobaias: permitiu-lhes recuperar memória perdida e reparou conexões celulares nervosas primordiais que ninguém pensava poderem ser restauradas de novo.

O próximo passo da equipa é tornar a beberagem viável também para os pacientes humanos e, assim, abrir portas para o tratamento do Alzheimer.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Marinha dos EUA está a desenvolver drones para matar ovos em ninhos de pássaros selvagens

A Marinha norte-americana e a empresa Hitron Technologies uniram esforços para desenvolver um drone autónomo projetado especificamente para procurar e destruir o maior inimigo da Marinha: os pássaros. Os drones, que estão já a ser testados …

Cientistas criam hologramas que se movem pelo ar

Uma equipa de cientistas da Universidade Brigham Young, nos Estados Unidos, conseguiu desenvolver um holograma que projeta imagens em movimento. Se é fã de Star Treck, ficará impressionado com a mais recente inovação. Um grupo de …

Gangue detido por falsificar a especiaria mais cara do mundo

As autoridades espanholas detiveram um gangue que fazia milhões de euros por ano a falsificar a especiaria mais cara do mundo: o açafrão. Os 17 membros da quadrilha foram detidos na região de Castela-Mancha. Os criminosos …

Santuário medieval recebe escultura em pedra que usa máscara contra a covid-19

Uma catedral histórica do Reino Unido renovou um santuário do século XIV, acrescentando um detalhe que coloca em evidência o momento pandémico que o mundo vive. Agora, a nova escultura está a usar uma máscara …

Aos 10 anos, Adewumi chegou à elite mundial do xadrez (e fugiu ao Boko Haram)

Tanitoluwa Adewumi foi perseguido pelo Boko Haram, fugiu da Nigéria e foi sem-abrigo nos Estados Unidos. Agora, com apenas 10 anos, chegou à elite mundial do xadrez. Grande Mestre é um dos títulos vitalícios concedidos pela …

Hegemonia económica da China cada vez mais longe. Queda demográfica coloca Pequim sob pressão

O objetivo do país é tornar-se na maior potência económica do mundo nos próximos anos, mas a corrida pela hegemonia - disputada com os EUA - pode não ser uma meta fácil de alcançar. O …

Miss Universo 2021. Concorrente da Singapura usa roupa com o slogan "Stop Asian Hate"

Bernadette Belle Ong, uma concorrente do Miss Universo 2021, vestiu uma roupa com as cores de Singapura que continha as palavras Stop Asian Hate ("parem com o ódio contra os asiáticos"). Bernadette Belle Ong aproveitou o …

A Índia está a tornar quase impossível a vacinação dos sem-abrigo

A Índia está a dificultar o processo de vacinação dos sem-abrigo, uma vez que o programa requer um número de telemóvel e uma morada residencial. Muitas pessoas não têm nem um, nem outro.  Na Índia, quase …

Violência contra as mulheres é "uma pandemia", alerta ONU

Uma década após a criação da Convenção de Istambul, o marco dos tratados de direitos humanos para acabar com a violência de género, as mulheres enfrentam um ataque global aos seus direitos e segurança, alertaram …

Já se sabe qual a ocasião mais perdida do ano devido à pandemia (e há uma campanha para compensar)

Tomar um café com um amigo ou um familiar é o momento mais perdido do último ano devido à pandemia de covid-19. Nos últimos 12 meses, e em todas as cidades europeias, estima-se ter havido …