Cocktail bebível pode abrir caminho para o tratamento do Alzheimer

Um cocktail bebível, desenvolvido por cientistas da Universidade de Yale, foi capaz de reparar ligações nervosas vitais e reverter a perda de memória típica da doença de Alzheimer.

Uma equipa de cientistas da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, acredita ter descoberto uma potencial cura para a doença de Alzheimer: um cocktail de medicamentos bebível, inédito que atua ao nível da reversão da perda de memória.

Esta invenção pode mesmo vir a ser a primeira cura para aquela que é a forma mais comum de demência, admite o Diário de Notícias.

Apesar de, atualmente, a Ciência conseguir diagnosticar a doença de Alzheimer, ainda não conseguiu perceber o motivo pelo qual algumas pessoas a desenvolvem e outras não. A cura também não foi alcançada, o que faz com que a atenção do mundo se volte agora para aquele que já é considerado como o “avanço revolucionário” por várias entidades internacionais ligadas à demência.

“Queríamos descobrir moléculas que pudessem ter um efeito terapêutico na rede que acompanha a progressão do Alzheimer”, explicou o neurologista Stephen Strittmatter, diretor do Centro de Pesquisa da Doença de Alzheimer de Yale e principal autor do estudo, publicado na Cell Reports.

Na prática, a aglutinação entre peptídeos beta-amiloide – o principal constituinte das placas de amiloide observadas no cérebro de pessoas com Alzheimer – e proteína priónica – que acaba a invadir o sistema nervoso central do hospedeiro, destruindo-o – desencadeia uma sucessão de eventos devastadores, como a acumulação de placas, resposta destrutiva do sistema imunitário e lesão das sinapses.

A equipa de cientistas procurou então interferir com a degradação típica da doença decompondo antibióticos em polímeros e otimizando-os antes de passar à fase de os desenvolver de modo a administrá-los em ratos com Alzheimer.

Num mês, os especialistas notaram que o cocktail fez uma transformação significativa no cérebro das cobaias: permitiu-lhes recuperar memória perdida e reparou conexões celulares nervosas primordiais que ninguém pensava poderem ser restauradas de novo.

O próximo passo da equipa é tornar a beberagem viável também para os pacientes humanos e, assim, abrir portas para o tratamento do Alzheimer.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Tondela vs Porto | Dragões garantem vantagem para o Clássico

O FC Porto fez o que lhe competia para garantir que chegava ao “clássico” do próximo sábado, com o Benfica, no primeiro lugar do campeonato. Na visita ao Tondela, os “dragões” não deram grandes veleidades …

Enfermeiras suspeitas de sabotar hospital com baratas. Queriam emprego melhor

Enfermeiras das emergências de um hospital italiano terão, alegadamente, libertado baratas no seu departamento. O objetivo era conseguirem uma transferência para outro hospital. As autoridades sanitárias da região de Nápoles abriram uma investigação a um caso …

Cancro do colo do útero pode ser extinto até 2100

Todos os anos, o cancro do colo do útero é a causa de morte de mais de 300 mil mulheres em todo o mundo - mas pode ser extinto até 2100. No ano passado, o diretor-geral …

Fortnite retira anúncios do YouTube para fugir aos predadores sexuais

A produtora de videojogos que criou o Fortnite, muito popular entre jovens e crianças, decidiu retirar os anúncios publicitários do YouTube por temer que estes apareçam ao lado de comentários publicados por pedófilos. A empresa norte-americana …

O alpinista sem pernas que chegou ao cume do Everest foi premiado com o "Momento do Ano"

Um alpinista chinês de 69 anos, que tem ambas as pernas amputadas, conseguiu chegar ao topo do Evereste em maio de 2018. A perseverança de Xia Boyu valeu-lhe nesta semana um prémio.  Em 1975, Xia Boyu …

Numa empresa neozelandesa só se trabalham quatro dias por semana (mas a produtividade aumentou)

Em março e abril do ano passado, uma empresa neozelandesa implementou um novo modelo laboral: trabalhar apenas quatro dias por semana. O estudo final foi publicado esta terça-feira e as conclusões mostram resultados animadores. Quase um …

Portugueses não sabem fazer queixa contra discriminação (e acham que não vale a pena)

Quase toda a gente já ouviu falar de discriminação ou crimes de ódio, mas a maioria tem dificuldade em distinguir os conceitos, desconhece o que fazer perante um caso ou a quem recorrer para fazer …

Imigrantes que entraram ilegais em Portugal terão visto desde que tenham um ano de descontos

Os imigrantes que se encontram em Portugal a trabalhar e a descontar para a Segurança Social há pelo menos 12 meses vão poder ter a autorização de residência mesmo que não tenham entrado no país …

Estudantes no Porto até aos 15 anos vão andar gratuitamente de metro e autocarro

A Câmara do Porto vai garantir passes gratuitos para residentes estudantes na cidade até aos 15 anos, complementando a medida do Governo que prevê a gratuitidade do título de transporte até aos 12 anos. O anúncio …

Ryanair e Wizz Air multadas por restrições na bagagem de mão

A autoridade da concorrência italiana aplicou nesta quinta-feira uma multa de três milhões de euros à companhia aérea Ryanair e de um milhão de euros à Wizz Air, outra low cost, pelo suplemento aplicado à …