“Onde está o Varandas?”. Claques não faltaram à vitória do Sporting em hóquei em patins

Apesar das quebras de protocolos, Juventude Leonina e Diretivo Ultras XXI marcaram presença no jogo desta terça-feira de hóquei em patins entre o Sporting e a Oliveirense.

Na noite desta terça-feira, o Pavilhão João Rocha foi palco do jogo entre a equipa de hóquei em patins do Sporting e da Oliveirense, com os leões a assumirem a liderança do campeonato nacional com uma vitória por 4-3.

De acordo com O Jogo, e apesar da decisão da SAD em rescindir todos os protocolos com as claques Juventude Leonina e Diretivo Ultras XXI devido à “escalada de violência”, elementos destas duas claques marcaram presença na partida, embora sem as habituais faixas e estandartes.

Num comunicado divulgado no Facebook, a Juve Leo informou os adeptos que tinha sido avisada pela OLA (oficial de ligação aos adeptos) de algumas medidas tomadas pela direção do clube de Alvalade.

“Está proibida a entrada no nosso estádio e pavilhão a faixa da Juventude Leonina, bandeiras, tambor, megafone e todo o material usado pela claque que serve de apoio às nossas equipas, proibições essas que só vinham acontecendo nos estádios adversários, mas que agora acontecem na nossa própria casa“, lê-se na nota, que acrescenta terem sido “canceladas as gamebox de sócios, compradas através da Juventude Leonina”.

“Tentámos saber a solução para que os sócios com gamebox paga possam assistir aos jogos, mas fomos informados que a Direção não sabe se devolve o dinheiro ou se faz um upgrade das mesmas”, revelou ainda.

Durante o encontro, as claques apoiaram a equipa, mas sem nunca dirigir mensagens à direção de Frederico Varandas, que não marcou presença no encontro, tal como tinha acontecido durante o jogo de futsal com o Leões de Porto Salvo. O jornal escreve que Miguel Albuquerque, diretor para as modalidades, esteve na tribuna presidencial.

Contudo, a Juventude Leonina aproveitou as suas redes sociais para lançar uma farpa ao presidente do Sporting, afirmando que, apesar da quebra de protocolo, continua a cumprir com as suas obrigações, ou seja, apoiar o clube em todas as modalidades.

“Tínhamos anunciado e assim cumprimos. Apoio forte, constante e um enorme festival durante todo o jogo que levou a nossa equipa à vitória. Podem cancelar os protocolos, podem tirar todo o material de apoio, podem cancelar as gameboxs, mas provámos que, acima de tudo e todos, está o enorme Sporting Clube de Portugal, marcando uma forte presença, com a nossa bancada repleta”, pode ler-se na publicação no Instagram.

“As claques, mesmo com todos os cortes, não faltaram à chamada, agora, mais uma vez, onde está? Onde está o Varandas?“, questiona a claque no final do texto.

A claque Diretivo Ultras XXI também deixou uma mensagem nas redes sociais. “Quando o Sporting faz o golo, eu não quero saber de nada. Esqueço os meus problemas, nada mais me interessa. A minha vida é na bancada! Este é o nosso sentimento!”, pode ler-se.

  ZAP //

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE