Técnica revolucionária cura a cegueira congénita com células estaminais

Dr. Rakesh Ahuja / Wikipedia

Um olho humano com cataratas

Um olho humano com cataratas

Uma equipa internacional de cientistas, liderada por investigadores da Universidade de San Diego, nos Estados Unidos, desenvolveu uma nova técnica regenerativa para tratar a catarata congénita em bebés.

O inovador tratamento permite que células estaminais se desenvolvam de modo a que se tornem lentes funcionais em olhos de bebés afectados com catarata congénita.

O tratamento foi testado em animais e num pequeno grupo humano, de 12 crianças, com resultados animadores. Além de ter registado muito menos complicações do que com o tratamento cirúrgico tradicional, as lentes regeneradas mostraram clara superioridade visual.

Os resultados do estudo foram publicados esta quarta-feira na revista Nature.

A catarata congénita – que ocorre quando o bebé já nasce com o cristalino opaco ou quando isso acontece logo após o nascimento – é uma causa importante de cegueira na infância.

O cristalino é constituído por uma cápsula externa elástica composta por células com um alto conteúdo aquoso, cuja disposição garante a sua transparência, condição indispensável para a visão.

As lentes opacas impedem a passagem da luz para a retina, e a informação visual não é enviada ao cérebro.

Os tratamentos actuais dependem da idade do paciente e não garantem uma visão perfeita. A maioria dos pacientes pediátricos precisa de óculos depois da cirurgia.

“O objectivo final da investigação com células tronco é procurar o potencial regenerativo das células do próprio paciente”, o professor Kang Zhang, investigador da Universidade de San Diego, na Califórnia, e um dos autores do estudo, citado pela EurekAlert.

O estudo humano envolveu 12 crianças com menos de dois anos de idade, que receberam o novo tratamento, e outras 25 crianças da mesma idade, que passaram pelo tratamento tradicional.

O segundo grupo teve maior incidência de inflamação pós-cirúrgica, hipertensão ocular e lentes mais opacas.

Já o primeiro grupo apresentou menos complicações e uma melhora mais rápida. Três meses após o tratamento, todos tinham já lentes claras, que proporcionavam boa visão.

Zhang e os colegas esperam agora expandir o trabalho, e tentar o mesmo tratamento em pacientes idosos.

“Acreditamos que a nossa nova técnica vai resultar numa mudança na cirurgia para catarata e pode oferecer uma opção mais segura e melhor para os pacientes no futuro”, diz o cientista.

ZAP / HypeScience

PARTILHAR

RESPONDER

Lítio pode reverter malefícios de radiação no cérebro

Cientistas concluíram numa experiência com ratos que o lítio pode reverter os malefícios da radiação no cérebro, podendo o seu uso ser promissor para tratar crianças que foram sujeitas a radioterapia e desenvolveram posteriormente défices …

Um em cada dez sites de compras online usa táticas maliciosas nos clientes

https://vimeo.com/373176205 Um em cada dez sites de compras online usa táticas maliciosas para enganar, iludir ou persuadir os clientes. A tendência é que o recurso a estas práticas aumente nos próximos anos. Um estudo apresentado na semana …

Eurovisão procura voluntários para trabalhar 18 dias seguidos sem vencimento

A procura de voluntários para o Festival Eurovisão de 2020 está a gerar polémica. A organização quer disponibilidade total durante 18 dias, não oferecendo qualquer vencimento, nem pagando despesas de viagem ou estadia. O Festival Eurovisão …

Portugal 6 vs 0 Lituânia | Ronaldo e Cia destroem lituanos

Portugal goleou a Lituânia esta quinta-feira no Estádio Algarve, por 6-0, e está a uma vitória de garantir o apuramento para o Euro 2020, decisão que está marcada para o próximo domingo, quando a seleção …

Um “caixão” nuclear da Guerra Fria pode estar prestes a colapsar

Durante a Guerra Fria, os EUA lançaram 67 bombas atómicas nas Ilhas Marshall, no oceano Pacífico. No fim nos anos 70, os detritos expostos à radiação nas seis ilhas foram transportados para um poço gigante …

App usada para ler dados biométricos de europeus no Reino Unido pode ser pirateada

A aplicação digital criada pelo governo britânico para recolher dados biométricos dos europeus candidatos ao estatuto de residente no Reino Unido, obrigatório depois do Brexit e pedido por 210 mil portugueses, pode ser pirateada, alertou …

Bruxelas abre processo de infração contra Reino Unido por não nomear comissário europeu

A Comissão Europeia anunciou esta quinta-feira a abertura de um procedimento de infração contra o Reino Unido por este Estado-membro, que está em processo de saída da União Europeia (UE), não ter nomeado um comissário. “Enquanto …

Urgência pediátrica do Garcia de Orta encerra à noite a partir de segunda-feira

O serviço de urgência pediátrica do Hospital Garcia de Orta, em Almada, vai fechar à noite a partir de segunda-feira, disse a ministra da Saúde, que prolongou o horário de duas unidades de saúde para …

Hipercarro elétrico da Aspark pulveriza recorde de aceleração

O novo hipercarro elétrico Aspark Owl vai começar a sua produção já no próximo ano e conta já com o recorde de aceleração. O carro vai dos 0 aos 100 km/h em 1,69 segundos. Depois de …

Pelé desafia Ronaldo a bater o seu recorde de 1.283 golos

O ex-futebolista internacional brasileiro Pelé desafiou esta quinta-feira o avançado português Cristiano Ronaldo a superar o seu recorde de 1.283 golos. “Espero que, com a quantidade de golos que já marcou, e foram muitos, tenha saúde …