Afinal, os misteriosos “círculos de fada” da Namíbia podem não ter sido criados por térmitas

Visto de cima, o deserto da Namíbia parece estar “doente”, repleto de padrões circulares cuja origem tem sido debatida por vários investigadores. 

A ciência praticamente encerrou o livro sobre estes misteriosos “círculos de fadas”, colocando a culpa diretamente no solo. Para remover todas as dúvidas, os investigadores voltaram-se para os céus em busca de mais evidências, mas descobriram que a história, afinal, pode não ser tão clara.

Stephan Getzin, ecologista da Universidade de Göttingen, na Alemanha, no centro do debate sobre o círculo de fadas por anos, depois de tê-los encontrado pela primeira vez na Namíbia como universitário.

O seu estudo mais recente pode ser o último prego no caixão das sugestões de que as térmitas são as culpadas pelos estranhos anéis. Mas também está a adicionar novos detalhes a teorias que descrevem como estes estranhos espaços na vegetação realmente se formam.

O vasto leque de “círculos de fadas” da Namíbia já era um fenómeno perplexo para os ecologistas há décadas. Getzin foi alertado para a existência de uma extensão semelhante de vegetação na região árida de Pilbara, na Austrália Ocidental, em 2014, fornecendo-lhe as evidências de que precisava para a sua própria hipótese.

Em 2017, recebemos uma resposta: os “círculos de fada” na Namíbia e em Pilbara são causados por plantas que competem por água em redor de pedaços de solo que canalizam a água num ritmo mais rápido.

A ciência raramente é assim tão simples, recorda o Science Alert. Ainda restam dúvidas sobre as térmitas encontradas nas proximidades destas manchas vazias são apenas turistas ou minúsculos lenhadores.

Getzin e os colegas de Israel e da Austrália investigaram sistematicamente dezenas de “círculos de fadas” perto da cidade de Newman, na Austrália Ocidental, escavando 154 buracos em 12 quilómetros de extensão. Os resultados foram publicados na revista científica Ecosphere.

Não só descobriram que o solo estava empacotado com os mesmos níveis de argila dentro dos círculos, como também não conseguiram encontrar térmitas que sugerissem que a sua atividade tinha um papel muito importante no desenvolvimento dos círculos.

Para ter certeza absoluta, mapearam grandes pedaços de paisagem recorrendo a drones, marcando as zonas onde a vegetação era claramente derrubada por térmitas. “As lacunas de vegetação causadas por térmitas são apenas cerca de metade do tamanho dos “círculos de fada” e muito menos ordenada”, referiu Getzin.

“No geral, o estudo mostra que as construções de térmitas podem ocorrer na área dos círculos de fada, mas a correlação local parcial entre térmitas e círculos de fada não tem relação causal”, explicou o ecologista.

Até recentemente, a maioria dos estudos concentrava-se em círculos de fadas de tamanho e distribuição relativamente consistentes. Getzin estava curioso para saber que condições ambientais descreviam o limiar da sua formação. Usando imagens do Google Earth, Getzin identificou uma variedade de estruturas que não eram do tamanho e da forma do círculo de fadas, mas que indicavam uma formação semelhante.

Alguns tinham mais de 20 metros de diâmetro, superando o diâmetro máximo de aproximadamente 12 metros. Outros eram esticados em linhas de drenagem ou formados em áreas incomuns, como pistas de carros.

“Aqui os nossos estudos de humidade do solo mostraram que sob condições tão variadas os círculos de fada funcionam menos como reservatórios de água do que sob condições homogéneas típicas, onde são extremamente bem ordenados”, refere Getzin.

Ainda há muito para estudar sobre estes círculos, mas, para já, pode dizer-se que são muito menos misteriosos.

PARTILHAR

RESPONDER

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …

Governo diz que prejuízo da TAP "não foi um desvio qualquer" e que já devia ter tido lucro em 2018 e 2019

O ministro das Infraestruturas disse, esta sexta-feira, que o orçamento que a comissão executiva da TAP apresentou ao Conselho de Administração para 2018 e 2019 previa lucro e que o prejuízo de 105,6 milhões "não …

João Lourenço duplica valor de subsídio de antigos Presidentes de Angola

O Presidente angolano, João Lourenço, duplicou o valor do subsídio de fim de mandato pago a antigos chefes de Estado, mas cortou outras regalias, nomeadamente a nível da segurança e quadro de pessoal. O decreto-presidencial 32/20, …

FC Porto castigado com um jogo à porta fechada

O FC Porto foi punido com um jogo à porta fechada, esta sexta-feira, devido a "um ato de ofensa corporal a agente desportivo" na final da Taça de Portugal. A punição aplicada pelo Conselho de Disciplina …

Cientistas condenam teorias da conspiração sobre a origem do surto do coronavírus

Um grupo de 27 cientistas da área de saúde pública condenou, através de um comunicado, o fluxo de histórias e um artigo científico que sigerem que um laboratório em Wuhan, na China, pode ser a …

Saída de juíza dita repetição da fase de instrução do caso Hells Angels

A saída do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC) da juíza que dirigiu cerca de 40 sessões da instrução do caso Hells Angels vai obrigar à repetição desta fase, revelou à Lusa fonte ligada ao …