Circo alemão luta contra o abuso da vida selvagem substituindo animais por hologramas 3D

Circus Roncalli / Facebook

A apresentação holográfica do Circo Roncalli inclui atualmente elefantes, cavalos e até um peixinho dourado

O circo alemão Roncalli já foi como qualquer outro: um local de encontro para pessoas de todas as idades, com apresentações de palhaços e trapezistas, que incluíam também animais. No entanto, o circo decidiu lutar contra o abuso da vida selvagem, substituindo animais reais por hologramas 3D.

Fundado em 1976, o circo itinerante tem sido uma atração popular na Alemanha há décadas. Nos primeiros tempos, os fundadores Bernhard Paul e André Heller não pensaram duas vezes em usar animais reais como parte do espetáculo, noticiou o All That’s Interesting na quarta-feira, citando o Metro.

Contudo, os tempos mudaram. Com um investimento de mais de 500 mil dólares (cerca de 444 mil euros), Bernhard Paul trabalhou no aperfeiçoamento de uma abordagem moderna, que elimina os animais reais dos ‘shows’. Os efeitos visuais são alcançados através do uso de 11 projetores, disponibilizados ao redor da sala para que todo o público possa ver a mesma representação, de diferentes ângulos.

As imagens holográficas não são apenas caras e tecnologicamente impressionantes, mas enormes em escala. O palco do circo Roncalli, no qual as apresentações acontecem, tem 32 metros de largura e 4,8 metros de profundidade, permitindo que os elefantes digitais andem à vontade, com espaço para passear.

De acordo com a Bored Panda, a agência do circo Roncalli fez uma parceria com as empresas Bluebox e Optoma para obter os efeitos especiais.

“Temos usado os projetores Optoma por seis anos e temos consistentemente uma experiência muito positiva quanto ao preço, ao desempenho e à confiabilidade”, disse Birger Wunderlich, da Bluebox.

Atualmente, a projeção mostra cavalos, elefantes e peixes dourados. A decisão do circo de se distanciar da prática problemática de manter os animais selvagens em cativeiro resultou numa maré de elogios nas redes sociais.

Circus Roncalli / Facebook

Embora não existam ainda planos anunciados de expandir a programação holográfica para outros tipos de animais, esse apoio inicial maciço à nova abordagem pode levá-los a ampliar a prática.

Jan Creamer, presidente da organização internacional Animal Defenders, apoiou publicamente a nova técnica. “Este é o futuro do circo: uma ‘performance’ que todos podem desfrutar e para os quais seres inteligentes e conscientes não são usados ​​e representados como objetos de entretenimento”, afirmou.

No mês passado, no Reino Unido, um projeto de lei passou a proibir os circos de utilizar animais selvagens nas suas apresentações, legislação que entrará em vigor em 2020. Com o objetivo de refinar o circo tradicional com as sensibilidades modernas em movimento, o Circo Roncalli pode ser visto como um pioneiro.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Exilados sírios obrigados a pagar taxas para evitar o alistamento obrigatório

No início deste ano, Yousef, um sírio de 32 anos que vive na Suécia, teve que pagar as taxas que lhe isentavam da obrigatoriedade de se alistar no exército da Síria, caso contrário a família …

Portugal tem cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, mais de metade em Lisboa

Estima-se que, em 2020, cerca de 485 pessoas tenham abandonado esta condição, o que representa uma descida de 39% face a 2019. Portugal terá cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, segundo os resultados de …

Simone Biles: "Deveria ter desistido muito antes dos Jogos Olímpicos"

"Uma mulher preta tem que ser a melhor, as pessoas tentam menosprezar", lamentou a multi-campeã olímpica de ginástica. Simone Biles não conquistou qualquer medalha de ouro nos Jogos Olímpicos deste ano mas foi a atleta mais …

Mãe e filho de 2 anos morrem à porta do estádio. Jogo decorreu normalmente

Queda aconteceu pouco antes de começar um jogo da Major League Baseball, em San Diego. O desporto passou para segundo plano na tarde deste domingo, pouco antes de um jogo de beisebol, nos Estados Unidos da …

"Blá blá blá". Greta Thunberg acusa líderes mundiais de não cumprirem com as promessas climáticas

Ativista considera que os anúncios feitos pelos líderes mundiais não passam de bonitas intenções que, na prática, não se traduzem em ações com verdadeiro impacto na luta contra as alterações climáticas. Greta Thunberg acusou os líderes …

Mulher com síndrome de Down perde ação judicial contra a lei do aborto no Reino Unido

Na semana passada, uma mulher com síndrome de Down perdeu uma ação judicial contra o governo britânico por causa de uma lei que permite o aborto até ao fim da gestação de fetos que poderão …

Tribunal condena corticeira da Feira por despedir trabalhadora que denunciou assédio

A corticeira Fernando Couto foi condenada pelo Tribunal da Feira a pagar uma coima de cerca de 11 mil euros por ter despedido a operária Cristina Tavares, após esta ter denunciado ser vítima de assédio …

Dupla de cientistas apresenta uma nova abordagem para reciclar plástico

Um novo estudo oferece uma abordagem totalmente nova para reciclar plástico, tendo sido inspirada na forma como a natureza naturalmente "recicla" os componentes dos polímeros orgânicos presentes no ambiente. As proteínas são um dos principais compostos …

Edição de 2021 da Web Summit recebe 40 mil participantes. Moedas como presidente não será problema

Evento, que se realiza entre 1 e 4 de Novembro, volta a decorrer em formato presencial depois de em 2020 a pandemia ter transferido as atividades para o ambiente digital. O presidente executivo da Web Summit, …

Alunos carenciados com desempenho inferior aos dos mais favorecidos

Mesmo tendo acesso a meios digitais, o desempenho dos alunos carenciados foi sempre “inferior” aos dos seus colegas oriundos de meios mais favorecidos.  Segundo noticia o Público, esta é uma das principais conclusões a que chegou …