Em cinco anos, o preço das casas em Portugal subiu o dobro da União Europeia

Entre 2013 e 2018 o preço das casas em Portugal subiu quase 40%, ficando o país no topo da tabela europeia no aumento do custo da habitação, segundo dados do Eurostat. Na União Europeia (UE), o aumento médio rondou os 20%.

Em Berlim discute-se o congelamento das rendas. Amesterdão reclama o título de cidade menos acessível da Europa no que toca à habitação. Em Lisboa e Porto, apesar de já se sentir um abrandamento na escalada do preços das casas, que bateu à porta dos portugueses desde que a crise acabou, o ritmo da subida ainda ronda os 10% por trimestre, noticiou esta segunda-feira o Dinheiro Vivo.

Esta semana, o instituto europeu de estatísticas revelou que Portugal foi o país da UE onde os preços das casas mais subiram em 2018, com uma variação de 10,3%. Um valor que representa mais do dobro do registado no conjunto, onde o aumento foi de 4,4%.

Mas não foi só em 2018 que os preços das casas dos portugueses subiram duas vezes mais face à média registada na União a 28. Em toda a Europa, o aumento começou a ser visível em 2013, um ano antes da saída da troika. Entre 2013 e 2018, os imóveis em Portugal ficaram 38,6% mais caros, revela uma análise do DV aos números do Eurostat.

No conjunto da UE, o aumento médio foi de 18,6%, menos de metade do registado em Portugal. E na zona euro a subida dos preços foi ainda menor: 14,2%.

Na UE, e no período em análise, só cinco países ficam à frente de Portugal na tabela. A Irlanda, onde em cinco anos os preços aumentaram 70%, lidera a lista. Seguem-se a Islândia, a Hungria, a Estónia e a Suécia.

Há apenas um país europeu a contrariar a tendência de subida dos preços: em Itália as casas ficaram quase 10% mais baratas entre 2013 e 2018.

Uma análise da Confidencial Imobiliário, plataforma especializada em preços de imóveis, comprova que a tendência de subida dos preços veio para ficar. Entre janeiro e março os valores subiram 15,9% em comparação com o mesmo período de 2018, tendo esta sido a maior escalada dos últimos quatro trimestres.

Há mais de um ano que a subida dos preços a nível nacional não é inferior a 15%. Só em Lisboa e no Porto, que nos últimos cinco sofreram das maiores acelerações da Europa, é que já se começa a nota um aumento mais comedido do preço do metro quadrado.

Ainda assim, uma análise da Moody’s do final do ano passado mostrava que Portugal deverá continuar a liderar a tabela europeia dos aumentos pelo menos até ao próximo ano.

TP, ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Só um louco mete uma casa para alugar em Portugal. Contratos compulsivos de 1 ano no minimo, e se não pagam para tirar a pessoa demora quase 1 ano e meio.
    Se o Estado não fosse ideologicamente de extrema esquerda, o mercado funcionaria e os preços estariam mais baixos

  2. Alugar ou comprar imóveis em Portugal é um grande risco. Muitos desconhecem o grande SISMO de 1755 que devastou Lisboa e arredores. A grande maioria das construções portuguesas não estão preparadas para um terremoto da magnitude do que ocorreu em 1755.. Especialistas portuguesas afirmam que a qualquer momento haverá um terramoto Mais devastador que o de 1755!

  3. Hahahaaa….
    Exacto, até porque Portugal é só Lisboa!…
    .
    “A grande maioria das construções portuguesas não estão preparadas para um terremoto da magnitude do que ocorreu em 1755.”
    Verdade. Nem as portuguesas, nem a grande maioria das construções do mundo!
    Na Califórnia o risco é muito maior; será que já não mora lá ninguém?!
    Pois…

Antigo primeiro-ministro da Escócia enfrenta 14 acusações de abuso sexual

Alex Salmond, o antigo primeiro-ministro da Escócia que desencadeou uma tentativa de independência do Reino Unido, compareceu em tribunal para enfrentar 14 crimes de abuso sexual alegadamente cometidos enquanto liderava o país. Entre os crimes está …

César, Louçã, Domingos Abrantes, Rio e Balsemão eleitos para Conselho de Estado

O Conselho de Estado é um órgão de consulta do Presidente da República composto por 19 membros, cinco dos quais eleitos pela Assembleia da República. Carlos César (PS), Francisco Louçã (BE), Domingos Abrantes (PCP), Rui Rio …

China já está a trabalhar no desenvolvimento de redes 6G

As autoridades chinesas divulgaram esta sexta-feira que já iniciaram pesquisas para o desenvolvimento de redes sem fio de sexta geração, apenas algumas semanas depois de as três principais operadoras de telecomunicações do país terem lançado …

Miguel Morgado desiste de se candidatar à liderança do PSD

O ex-adjunto de Pedro Passos Coelho anunciou, esta sexta-feira, que desistiu de avançar com a sua candidatura para liderar o PSD. Miguel Morgado anunciou, esta sexta-feira, através do Facebook, que "não foi infelizmente possível no presente …

Merkel fará a sua primeira visita ao antigo campo de concentração de Auschwitz

A chanceler alemã, Angela Merkel, pretende visitar o antigo campo de concentração nazi de Auschwitz na Polónia, pela primeira vez nos seus 14 anos no cargo, anunciou na quinta-feira um jornal de Munique. Segundo Sueddeutsche Zeitung, …

Bebé encontrado no lixo já está com uma família de acolhimento

O bebé encontrado num ecoponto, no início do mês, e que esteve até quinta-feira hospitalizado, já está com uma família de acolhimento, informou a Santa da Misericórdia de Lisboa esta sexta-feira. A instituição refere numa nota …

Fisco vai controlar declarações de IRS de beneficiários do programa "Regressar"

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai desenvolver mecanismos para verificar se os contribuintes abrangidos pelo regime fiscal do programa "Regressar" reúnem as condições exigidas, prevendo-se que parte desse controlo ocorra com a entrega da declaração …

Greta Thunberg vai de Lisboa a Madrid num carro elétrico emprestado por Espanha

A Junta da Extremadura, região espanhola, disponibilizou um carro elétrico à jovem ativista sueca Greta Thunberg para que possa viajar de Lisboa para Madrid para assistir à Cimeira do Clima respeitando o meio ambiente, adiantou …

Enfermeiros garantem voltar à luta com os 200 mil que sobraram do crowdfunding

Os enfermeiros, que no ano passado iniciaram o "Movimento Greve Cirúrgica", pretendem voltar às ações de protestos com os cerca de 200 mil euros que restaram da campanha de crowdfunding. A intenção é revelada por …

OCDE: Nova crise pode tirar metade do rendimento às famílias portuguesas

Uma nova crise económica e financeira a nível global pode ter efeitos dramáticos para as famílias portuguesas, levando à perda de metade dos seus rendimentos. Esta é a previsão da Organização para a Cooperação e …